*SAGRADA UMBANDA* Isaias Pintto . Sacerdote de Umbanda


28/09/2010


O SAL GROSSO ( 1a. Parte )

O SAL GROSSO  ( 1a. Parte )

 

 

 

 

 

 

 

O sal grosso é considerado um potente purificador de ambientes.
Povos distintos usam o sal para combater o mau-olhado e deixar a casa a salvo de energias nefastas.
O sal é um cristal e por isso emite ondas eletromagnéticas que podem ser medidas pelos radiestesistas. Ele tem o mesmo cumprimento de onda da cor violeta, capaz de neutralizar os campos eletromagnéticos negativos. Visto do microscópio o sal bruto revela que é um cristal, formado por pequenos quadrados ou cubos achatados.
As energias densas costumam se concentrar nos cantos da casa. Por isso, colocar um copo de água com sal grosso ou sal de cozinha equilibra essas forças e deixa a casa mais leve, o Sal atrairá para si essas energias negativas.

Para uma sala média onde não circula muita gente, um copo de água com sal em dois cantos é suficiente. Em dois ou três dias já se percebe a diferença. Quando formam-se bolhas é hora de renovar a salmora.

A solução de água e sal também é capaz de puxar os íons positivos, isto é, as partículas de energia elétrica da atmosfera, e reequilibrar a energia dos ambientes. Principalmente em locais fechados, escuros ou mesmo antes de uma tempestade, esses íons têm efeito intensificador e podem provocar tensão e irritação.
A prática simples de purificação com água e sal deve ser feita à menor sensação de que o ambiente está carregado, depois de brigas ou à noite no quarto, para que o sono não seja perturbado.

Banho de sal grosso e o antigo escalda-pés (mergulhar os pés em salmoura bem quente) têm o poder de neutralizar a eletricidade do corpo. Para quem mora longe da praia é um ótimo jeito de relaxar e facilitar o renovar das energias.

 


Já foi considerado o ouro branco (salmoura para conservar alimentos).

Os povos foram desenvolvendo técnicas de usar o sal, como as abaixo descritas:


Uma pitada de sal sobre os ombros afasta a inveja.


Para espantar o mau-olhado ou evitar visitas indesejáveis, caboclos e caipiras costumam colocar uma fileira de sal na soleira da porta ou um copo de salmoura do lado esquerdo da entrada . 'A mistura de sal com água ou álcool absorve tudo de ruim que está no ar, ajuda a purificar e impede que a inveja, o mau-olhado e outros sentimentos inferiores entrem na casa.'

Depois de uma festa, lavar todos os copos e pratos com sal grosso para neutralizar a energia dos convidados, purificando a louça para o uso diário.
Tomar banho de água salgada com bicarbonato de sódio descarrega as energias ruins e é relaxante. O único cuidado é não molhar a cabeça, pois é aí que mora o nosso espírito e ele não deve ser neutralizado.
Na tradição africana, quando alguém se muda, as primeiras coisas a entrar na casa são: um copo de água e outro com sal. Usam sal marinho seco, num pires branco atrás da porta para puxar a energia negativa de quem entra. Também tomam banho com água salgada com ervas para renovar a energia interna e a vontade de viver.

 

 

No Japão, o sal é considerado um poderoso cristal para purificar. Os japoneses mais tradicionais jogam sal todos os dias na soleira das portas e sempre que uma visita mal vinda vai embora. Símbolo de lealdade na luta de sumô. Os campeões jogam sal no ringue para que a luta transcorra com lealdade.

Use esse poderoso aliado! É barato, fácil de encontrar e pode te ajudar em momentos de dificuldade energética e esgotamento.

 

Mas agora vamos aprofundar os estudos sobre o   "Usar o Sal Grosso"

 

 

Diz-se que ele é apenas sal, que não tem as mesmas qualidades da água do mar, que é perigoso ... e por aí vai.
Pois muito bem. Vamos por parte.
O que é certo?
É certo que o sal grosso, USADO COMO DESCARGA, não assenta energia alguma e é apenas um elemento de descarga por arraste e, desse modo, não é que ele descarregue tanto o positivo quanto o negativo ele descarrega qualquer excesso de energia e, por isso mesmo, se o médium não tem treinamento mental pra se imantar, logo após, com energias que pode muito bem capturar mentalmente para si, deverá tomar um outro banho que traga em si, não o poder de descarrego, mas de carrego ou imantação, sendo que, para que isso aconteça, o sumo das ervas deverão ficar no corpo o maior tempo possível para que a Aura absorva essas energias. Se tomarem o segundo banho e não deixarem o sumo no corpo ele também vai funcionar como descarrego, apenas.

 

 


Para exemplificar, lembremo-nos dos AMACIS:


O que se faz depois da lavagem de cabeça? As ervas ou o sumo ficam na cabeça e, para alguns até cerca de três dias, não é? Isso nos mostra que, para assentarmos as vibrações das ervas elas precisam ficar em contato com o corpo físico, o maior tempo possível, e só assim poderão ir passando, aos poucos, para o corpo físico, suas propriedades energéticas.

 

Nossos Irmãos Candomblecistas quando estão sendo "Preparados" (Deitada), recebem diversos banhos na Coroa ( Chakra Coronário - Alto da Cabeça ) para Firmar as Forças dos Orixás com as próprias, naquela religião ainda até utilizando o Sangue Sagrado de Animais e por vezes vísceras nesses banhos. São Preceitos daquela Religião irmã, porém já na Umbanda não se utiliza de forma alguma o Sangue, dito Corte. " Pois só cabe ao Candomblé o Fundamento do Corte! Ocorrendo em algum Terreiro ou Tenda , certamente a Regência é advinda do Candomblé (O Pai ou Mãe - Médium Dirigente vem do Candomblé, praticando o Corte não será Umbanda, pode se dizer Umbandomblé " se isso existir.

 

 

 

 

CONTINUA....

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 19h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O SAL GROSSO ( 2.a Parte -CONTINUAÇÃO )

O SAL GROSSO   ( 2.a Parte - CONTINUAÇÃO)

 

 

 

 

Quando conhecemos os fundamentos, OS PORQUÊS ASSIM PROCEDEM, fica mais fácil entendermos que: PARA QUE UM BANHO RECARREGUE MESMO (IMANTE) UM MÉDIUM, ELE NÃO PODE SER RETIRADO LOGO APÓS.


Visto isso e observando pelo outro lado do prisma, veremos também que: SE O MÉDIUM TOMA QUALQUER BANHO, DE QUALQUER ERVA E NÃO O DEIXA NO CORPO, ESTARÁ RECARREGANDO NADA.


Vamos analisar agora, se o banho deve ou não deve ser tomado na cabeça.


Voltando ao raciocínio anterior e observando que PARA QUE A ENERGIA "ENTRE" o banho tem que permanecer no corpo (cabeça inclusive) e que, quando tomamos banho de descarga isso não acontece e, além disso, nosso CENTRO MEDIÚNICO MÁXIMO está justamente NA CABEÇA, então vamos chegar à conclusão de que, se tomamos banho de descarga do pescoço para baixo, DEIXAMOS DE DESCARREGAR EXATAMENTE NOSSOS CENTROS MEDIÚNICOS MAIS IMPORTANTES, que são os chakras FRONTAL E CORONÁRIO.


Aí eu pergunto: De que adianta você descarregar do pescoço para baixo e deixar os plexos principais tomados por energias negativas, principalmente se sabemos que banho de descarga não fixa vibração alguma JÁ QUE É RETIRADO LOGO APÓS?


E uma reflexão ainda: Sabendo-se, pelo que já expliquei, que banho de descarga, mesmo os de ervas, não fixam energia porque não permanecem em contato com o corpo, então podemos chegar à conclusão de que o sal grosso, que é apenas um elemento ligado à Mãe Terra ( e por isso mesmo a represente em quase todos os rituais de magia) pode muito bem ser usado no corpo inteiro, desde que não permaneça e seja retirado logo depois.


Perceba que é nossa mente que determina o que um elemento físico vai representar para nós e, se o médium estiver imbuído da idéia que "se usar uma erva tal vai se danar ou se usar sal grosso também", ENTÃO É MELHOR NÃO USAR MESMO PORQUE VAI ACABAR FAZENDO MAL.


Mas se a cabecinha dele não tiver esse tipo de raciocínio e deixar o elemento (sal ou ervas) agir por si, então ele vai poder desfrutar de seus benefícios.
Se, aliado aos benefícios normais, a mente estiver dirigida para objetivos positivos (ao contrário da primeira suposição) enquanto executa os banhos aí, com certeza, eles terão muito mais eficácia.


Nossa mente, tanto pode nos auxiliar como nos destruir. Um exemplo clássico é o do largo uso de "placebos" (remédios que não contém princípio ativo algum) que são ministrados em certos doentes, fazendo-lhes antes, crer que são remédios maravilhosos. Se o paciente se convencer mesmo disto, acaba se curando. Em outros casos, o simples fato de alguém alardear que um remédio tal ou mesmo um alimento está matando, é suficiente para que vários outros passem a se sentir mal, sem terem motivos.
Eu, por exemplo, tomo banhos de sal grosso e sempre da cabeça aos pés e sempre que acho necessário, fazendo recarga com banhos de ervas muito raramente e nunca tive qualquer quizila com Guias, Protetores ou Orixás por causa disso.

 


O Sal Grosso não é um composto sintético do tipo NaCl (CLORETO DE SÓDIO) que se prepara em laboratórios químicos, e sim um composto produzido através da reagregação dos elementos sólidos da água do mar pela ação do calor que faz evaporar apenas a parte líquida (água) que compõe as também compostas gotículas de água do mar.
Visto isso, percebemos que o SAL GROSSO possui em si, TODOS OS ELEMENTOS DA ÁGUA DO MAR (iodo e outros sais diversos, bem assim como também, MATÉRIA ORGÂNICA da mesma natureza que encontramos no mar), DESTITUIDO APENAS DE SUA PARTE LÍQUIDA (água = H20) que se evapora pela ação do calor. Portanto, SAL GROSSO NÃO É APENAS SAL!!


Muita gente demonstra pouco conhecimento sobre o que é O SAL GROSSO ou MARINHO que é gerado a partir da água do mar e é tão misturado com todos os outros elementos sólidos (orgânicos e inorgânicos) deste que, se buscarmos nas fontes, veremos milhares de microorganismos e outros não tão micro assim, cristalizados dentro das pedras que se formam. É por isso que, posteriormente, para uso culinário, ele é REFINADO.


Para ficar bem compreedido: podemos explicar o sal grosso como uma espécie de "SOLIDIFICAÇÃO DA ÁGUA DO MAR" sendo usado, inclusive, por outras tradições em banhos de imersão (quem não se lembra dos banhos de sais, coloridinhos, cheirosos, que não passam de pedras de sal grosso misturadas a essências perfumadas e anilinas coloridas?) para reequilíbrio do sistema nervoso.


Existe uma teoria de que o Sal Grosso "é uma substância que desagrega as energias deletérias, destruindo-as" ... O Sal Grosso não destrói. Ele as desagrega e arrasta para o chão, assim como também nos livra (não destrói) de ELETRICIDADE ESTÁTICA a partir do momento em que nos coloca "em curto" com a terra durante os banhos que são altamente condutores. E, para quem não sabe, o excesso de Eletricidade Estática também é altamente nocivo ao nosso organismo e sistema nervoso.


Uma excelente aplicação, também para a descarga com o sal grosso, é o seu uso como "tapete", quando a pessoa, por algum motivo, não pode estar em contato como o chão de terra (que seria o mais indicado em banhos deste tipo) e quer aumentar o poder de seu banho de descarga (de ervas ou de sal grosso mesmo). Nesse caso, coloca-se a pessoa sobre uma boa quantidade de sal grosso, numa banheira, bacia ou box e depois se lhe aplica o banho, de acordo com o ritual.


Nesse caso o sal grosso nos pés, ajuda na absorção das energias que, ou parte dele mesmo ou as ervas utilizadas vão retirar e logo depois deve ser despachado na água corrente para que essas energias não fiquem ali paradas e acabem sendo reabsorvidas.


Mas pode acontecer de alguém se sentir mal após tomar banho com sal grosso?


Pode sim, assim como também pode sentir-se mal ao tomar o banho com outra erva qualquer que possa vir a ser quizila (choque vibratório) para suas Vibrações Originais (orixás). No entanto, esses casos serão, certamente, excessões e não regras, pois o sal grosso, a exemplo da própria água do mar da qual é subproduto, pode ser considerado uma forma energética (lembra-se de que tudo é energia?) quase que universal.


Uma outra coisa que pode sim, causar incômodos, seja com o sal marinho, seja com qualquer erva que não esteja estritamente compatível com a energia padrão da pessoa, é o fato de os usarmos, teoricamente como elementos de descarrego (descarga) e acabarmos por deixá-los em contato com a pele mais que o necessário. Isso se explica pelo fato de que, quanto mais tempo esses elementos de descarga permanecem em contato, mais as suas próprias vibrações energéticas tendem a se agregar à pele e também à Aura, com suas possíveis conseqüências, e principalmente pelo fato de que, se houve uma descarga anterior, pode muito bem o corpo e/ou a Aura estar carente de energias, fato que os faria absorver a energia mais próxima. Deu para entender?


É preciso que se entenda, de uma vez por todas, que tanto banho de ervas, quanto de sal grosso e até mesmo banhos com pipocas e outros, se usados como DESCARGA, não podem permanecer em contato após terem sido jogados pelo corpo. Há casos até em que os tomamos dentro de buracos cavados na areia ou terra para que depois os restos (até as roupas) sejam tapados e esgotados pela terra, nao é mesmo? Vai dizer que não sabia disso?


Mas e nos casos em que precisamos manter a energia dos elementos utilizados no corpo? Podemos usar as mesmas ervas da descarga?

 


Veja bem, porque nem precisamos "gastar muito os miolos" para entender isso.


Se lhe foi recomendada uma ou algumas ervas específicas para o seu caso e elas, vibratoriamente, fazem parte das energias que compõem a sua Coroa (estou considerando médiuns iniciantes e sabedores de suas ervas próprias) então, o mais óbvio é que se tome esse banho em dois estágios:
O primeiro como descarga, livrando-se tanto do sumo (com uma chuveirada ou de qualquer outra forma), como das ervas (caso passem pelo corpo) e depois, um outro banho, com as mesmas ervas que ficarão, aí sim, secando no corpo, por assim dizer.
Podemos também, em alguns casos, tomar o primeiro banho apenas com o sal grosso, descarregá-lo (livrar-se dele) e por fim, um novo banho com as ervas específicas ao nosso caso.


Vou fazer apenas mais uma correlação, através da qual espero estar explicada de uma vez por todas essa diferença entre BANHOS DE DESCARGA e BANHOS DE IMANTAÇÃO OU DE RECARGA.


Nossa correlação envolve exatamente uma coisa que fazemos todos os dias (eu acho) - tomar banho !


Como fazemos para retirar a sujeira (podemos correlacioná-la as cargas)?


Primeiro nos molhamos para que o sabão ou sabonete seja aplicado - considere o sabonete o ELEMENTO DE DESCARGA (sal ou ervas) - e logo depois de nos esfregarmos retiramos o sabonete e a sujeira que o sabonete amoleceu, juntos. O fato é que, SE NÃO RETIRARMOS BEM o sabonete com a água, vamos ficar com ele e a sujeira grudadas, não é?


Pois é! Não retirar a erva ou o sal de descarga logo após, pode ter o mesmo efeito.


E depois? E se a gente pretende ficar "cheirosinho(a)" (IMANTADOS COM OUTRO ODOR)?


Aí sim, podemos usar uma loção ou perfume que é o que vai permanecer em contato com o corpo sem ser retirado. Esse perfume ou loção é o que pode ser considerado o BANHO DE RECARGA, OU IMANTAÇÃO, pois é ele que vai ficar por mais tempo irradiando através e a partir de nosso corpo, imantando-o e também, à Aura!
Você que está lendo, nem precisa acreditar piamente no que leu, mas se tiver coragem de QUEBRAR TABUS e resolver experimentar SEM MEDOS (isso é muito importante), com certeza vai se beneficiar sobremaneira.

 

Mas lembrando que o Alto da Cabeça, nossa Coroa o chamado Chakra Coronário é o ponto mais importante de nosso Corpo Energético, então manter devido cuidado evitando que pessoas coloquem a mão nesse ponto, mantê-lo em proteção ( leia nesse blog sobre :  Filá, Eketé - Gorro - Keté - Bubú,  Gorro dos Rabinos sobre a cabeça chamado de Kipá, também chamado Solidéu. Coberturas dos Sacerdotes Católicos com nomes como Kipá e Barrete ) e lógico evitar o uso excessivo de Banhos sem orientação  espiritual, mesmo que seja a limpeza feita pelo "Banho de Sal Grosso", ainda mais nesse Chakra.

 

 

Por Cláudio Zeus e adaptação   Isaias Pintto Hernnanndes - SJC

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 19h09
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

26/09/2010


Quem são: Cosme, Damião e Doun ?

Cosme,   Damião  e  Doun


 

 

Amados sejam os Santos Católicos que são Cultuados na Umbanda 



Os Santos gêmeos Cosme e Damião, são muito prestigiados e populares em todo o Brasil. Mas é em Salvador, Bahia, que a dupla ganha mais notoriedade, sobretudo no mês de setembro, quando são festejados, em grande estilo, com o famoso caruru. O prato ganha tanto a mesa dos ricos quanto a dos pobres, e é sempre seguido de muita fartura e festa. Uma das obrigações de quem prepara o caruru de preceito é pedir contribuição para conseguir os ingredientes necessários. Uma vez pronto, o alimento é servido, primeiramente, aos Santos e, em seguida, a sete crianças. Somente depois vira banquete para os demais convidados e para a própria família que o preparou. O prato, à base de quiabo e dendê, tem origem na África, no culto da sociedade yorubá aos Ibeji.

Todos os anos, ao se aproximar o dia 27 de setembro, data em que se comemora o Dia de Cosme e Damião, é comum encontrar pelas ruas de Salvador crianças e adultos atrás de contribuições com os ingredientes para a preparação do caruru dos Santos. As pessoas mais abastadas pedem aos amigos uma ajuda simbólica, garantindo, assim, a tradição.

Embora a comemoração seja obrigatória no dia 27, os carurus baianos, no entanto, acontecem durante todo o mês de setembro e prosseguem até outubro, quando são festejados, no dia 25, São Crispim e São Crispiniano, que normalmente são confundidos na crendice popular com Cosme e Damião.

Representadas por duas crianças gêmeas, essas entidades eram cultuadas com presentes e oferendas de pratos típicos e doces nos rituais do Candomblé e Umbanda. que se repetem até os dias atuais. Entretanto, ao se tornarem escravos no Brasil, os africanos foram proibidos de cultuar seus Santos de origem. Para burlar a vigilância de seus senhores, passaram a associar suas entidades aos Santos Católicos, o que chamamos de sincretismo.

Para que pudessem festejar seus Ibejis ou Erês (que significa criança que gosta de oferendas), os escravos adotaram os Santos gêmeos Católicos Cosme e Damião. É por esse motivo que Cosme e Damião, até hoje, são associados a crianças e se oferece caruru, balas e doces no seu dia. Embora o culto aos gêmeos tenha-se originado em longínqua data e em vários pontos da Europa, foi no Brasil, no entanto, especialmente na Bahia, que a fé nos santos ganhou mais força, juntando-se às devoções das raças branca e negra.

Hoje, é vasto o número de crianças que, durante várias gerações, tem sido ensinada por seus pais, professores e parentes a fazer pedidos a Cosme e Damião, com o fim de obter ajuda em suas necessidades. A Igreja Católica, por sua vez, apregoa que esses santos são protetores das crianças, dos gêmeos e padroeiros dos médicos. É costume entre os católicos a distribuição de balas e doces para as crianças no dia 26 de setembro. Segundo o padre Michelino Roberto, "pelo calendário oficial da igreja, a festa é celebrada no dia 26. Mas o povo prefere 27, data da inauguração da basílica que o papa Félix IV mandou erguer para os dois em Roma, no ano 500".


Abençoada seja a proteção das Falanges que vibram também pelo Amor  em Cristo que esses Mártires viveram séculos atrás. Afinal, eles são Cristãos que perderam a vida por amor a Cristo. E Deus todo poderoso, com sua onipotência, onisciência, onipresença; Detentor de imensa bondade sabe sondar os nossos corações  humanos e  sabendo que somos espíritos imperfeitos em evolução, necessitamos das forças do Alto, através também dessas falanges de Amor e Bondade que Cosme e Damião representam .

 

Quem foram esse Mártires ?

Cosme e Damião eram irmãos gêmeos que, desde cedo, se envolveram com medicina, indo estudar na Síria. A data de seu nascimento, no 3 ° século, é incerta. Não se sabe ao certo as circunstâncias que os levaram a ter contato com o Cristianismo. Reza a lenda que, por onde andavam, os gêmeos não cobravam pelos serviços que prestavam como médicos (daí serem chamados anárgiros, ou seja, "que não são comprados por dinheiro"), porque tinham como prioridade a conversão dos pagãos à fé cristã. Na verdade, eram outras riquezas que os atraíam.

Devido ao fato de não se prostrarem diante de outros deuses, o governo imperial ordenou a prisão dos dois médicos, acusados de acérrimos inimigos dos deuses pagãos. Assim, morreram como mártires de Cristo em 303 d. c. aproximadamente.

Cerca de 530 d.c., o imperador Justiniano, quando gravemente ferido, mandou construir, em Constantinopla, uma grande Igreja em honra desses mártires.

Os santos são muitos populares entre os adeptos do Candomblé e nós Umbandistas e os devotos do Catolicismo. No Candomblé, e Umbanda os Santos correspondem aos Ibejis ou Erês, espíritos que se apresentam na vibração de crianças,  são considerados mensageiros dos Orixás.

Segundo a tradição, quem nasce neste dia deve de oferecer caruru, todos os anos, a sete meninos.

Pontos ( Vibrações musicais com Melodia, Letra , acompanhadas por vezes de palmas e por batuques  "Atabaques", que têm por finalidade firmar conscentração mediúnica e potencializar condensação energética, facilitando os trabalhos com aproximação de Entidades escolhidas, para atuação no desenrolar dos trabalhos espirituais. )

 

Exemplo de um Ponto de Crianças :


Fui no jardim colher as rosas
A vovozinha deu-me a rosa
mais formosa
Fui no jardim colher as rosas
A vovozinha deu-me a rosa
mais formosa
Cosme e Damião, ÔOOOh Doun
Crispim, Crispiniano São os filhos
de Ogum Cosme e Damião, ÔOOOh
Doun Crispim, Crispiniano
São os filhos de Ogum

(Uma das Cantigas de Umbanda em que o Catolicismo se funde com os cultos afros)

 

Mas quem seria   " Doun"  ?

 

É sabido que Cosme Damião são  Padroeiros dos farmacêuticos e dos médicos, eram irmãos gêmeos, últimos de um grupo de cinco irmãos.

Como acontece com vários Santos, a vida de Cosme e Damião também é cercada de lendas. Dizem que eram árabes e viveram na Sicília, às margens do Mediterrâneo, por volta do ano 283. Praticavam a medicina e curavam pessoas e animais sem cobrar nada. É dito que Cosme, Damião e Doun  eram trigêmeos e que com a morte de Doun os outros dois irmãos se tornaram determinados em aprender e praticar a medicina para curar a todas as crianças, sempre de forma gratuita.

Por terem se convertido ao cristianismo e vivido na época de maior perseguição aos cristãos, foram torturados e degolados por ordem do Imperador Deocleciano.

Antes, por não abrirem mão de sua fé em Cristo, foram acorrentados e atirados do alto de rochedos sobre as ondas, quando Anjos os salvaram. Depois, arremessados em chamas de uma fogueira, saíram ilesos. Amparados e protegidos por Deus, foram crucificados e flechados, mas nada a eles aconteceu. Não abdicando da fé, suportaram resignados até a última prova e foram decapitados.

O culto aos dois irmãos é bastante antigo, existem escritos sobre eles desde o século V. Conta-se que em certas igrejas fazia-se uso de um óleo santo de Cosme e Damião que tinha o poder de curar doenças e dar filhos às mulheres consideradas estéreis. Cosme e Damião e Doun , sincretizam com o Orixá Ibeji e representam as crianças na Umbanda, uma linha de trabalhos muito ligada ao Orixá Oxumaré, que traz em si o arco-íris, as cores, a alegria e a renovação da vida presente em cada criança. Dia 27 de setembro, oferenda, velas azul claro e cor-de-rosa, doces, balas e guaraná ou um bom prato de caruru.

Doun é também a representação do Elemental Exu Mirim, muito importante Orixá que se diferencia do Orixá Exu, como  já foi postado anteriormente. 

Isaias Pintto Hernanndes - Médium Pesquisador e Estudioso Umbanda Sagrada - Dirigente Congá Sagrado Pai Serafim do Congo - SJC

 

"Realizaremos a comemoração da Primeira Festa aos Ibejis - Festa de Cosme Damião e Doun  nessa Segunda Feira 27 de Setembro 2010 e entregamos após os Trabalhos, centenas de doces abençoados  para crianças da comunidade do bairro dos Freitas, Interlagos e Campo dos Alemães - SJC "

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 13h53
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DIA 27 DE SETEMBRO - COMEMORAÇÃO DAS FALANGES DAS CRIANÇAS ! FESTA DO CONGÁ SAGRADO DE PAI SERAFIM DO CONGO 2010

 

 

PARABÉNS    TODOS    ERÊS  !!

 

 

SALVE  COSME DAMIÃO E DOUN !    SALVE  SÃO CRISPIM,  CRISPINIANO !

SALVE TUPÃ,  TUPANZINHO !

SALVE TODOS ESPÍRITOS QUE COMPÕEM E ATUAM NA VIBRAÇÃO DE CRIANÇAS !

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 12h33
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

24/09/2010


ELEMENTAIS ( 1a. Parte )

ELEMENTAIS

Sábio é aquele que se esforça para purificar seu próprio mundo e para fazer amizade com os Seres da Natureza, derramando Amor, Gratidão e Bênçãos sobre aqueles que delicada e incessantemente servirão a humanidade, se ela desejar proteção em tempo de crise (Serapis Bey)

O Reino Elemental está na base da corrente evolutiva da Terra e trabalha em estreita colaboração com o reino dévico que, sob certos aspectos intermedeia o seu relacionamento com todo a vida planetária. O éter está intimamente ligado a esse reino, que se constitui de forças inerentes à substância mesma dos níveis de consciência e por isso está presente em todo o cosmos , nas diferentes etapas da sua manifestação, embora tenha maior relevo nas fases de materialização, no arco descendente do processo evolutivo. Quando estimuladas para o cumprimento das tarefas, essas forças tomam a forma de seres. Devido à atual densidade da terra, a humanidade pouco sabe a respeito desse reino, apesar de ter alguma notícia acerca dos elementais da terra, da água, do fogo e do ar. No ciclo vindouro lhe será dado maior conhecimento sobre ele.

ELEMENTAIS -  Forças das substância-vida dos planos de existência do universo. Esses seres elementais são gerados dos elementos da Natureza: terra, água, fogo, ar e éter, mas quanto mais próximos dos mundos abstratos, de modo mais límpido refletem o que lhes é imanente.

 

A hierarquia cósmica é similar à hierarquia atômica. Os seres cósmicos de luz se manifestam pela primeira vez na Ordem dos Elohim, na forma de elementais do fogo, do ar, da água, e da terra. São eles :

Do fogo, as Salamandras que guardam os mistérios e segredos do elemento fogo, que correspondem ao plano ou corpo etérico.  Precisamente a que ponto o fogo físico, indefinido e difícil de controlar, se transforma em fogo sagrado do plano etérico, é ensinado pelo Espírito Santo de Deus, observado pelo coração sagrado dos santos, levemente tocado por cientistas nucleares, mas firmemente seguro nas mãos das Salamandras.

 

 


Do ar, as Sílfides que servem o domínio dos céus, da purificação do ar, e do sistema de pressão do ar. Isto tudo é percebido nas mudanças alquímicas do tempo e ciclos de fotossíntese e precipitação.  Estes elementais do ar, são mestres, que expandem e contraem seus corpos de ar de níveis microcósmicos a macrocósmicos, sempre mantendo a chama para o reino da mente, que corresponde ao plano ou corpo do ar.

 

 


Da água, as Ondinas que fazem um trabalho sério com os oceanos, rios, lagos e pingos de chuva, que fazem sua parte na reformação do corpo físico da terra e do ser humano. As Ondinas governam os ciclos da fertilidade e do elemento ou corpo da água. 

 

 


Da terra, os Gnomos que servem no plano físico, bem atrás do véu ou espectro da visão comum, sendo possível vê-los de relance, e pensar que tem certeza de ter visto algo. Os Gnomos governam e preservam o corpo da terra ou físico, mantêm o equilíbrio das forças naturais do planeta e vêem que todas as necessidades diárias de todos os seres vivos sejam atendidas. É o Gnomo que faz com que um animal que está com sede no deserto caminhe em direção à água que procura; mesmo que morra na busca, o animal sempre está na direção certa. O animal que esta com sede só pensa na água. "Eu quero água, eu quero água, eu quero água, eu quero água,....." ele não questiona se está em um deserto ou não, sendo assim levado pelo gnomo para a água. O homem é que questiona tanto que acaba  por ir na direção oposta, levado por seres sem luz que vem para sugar toda a sua energia. 

Após a educação e vivência, como elementais do fogo, do ar, da água e da terra, os seres de luz, assim como os seres atômicos, tem uma evolução natural de sua consciência, evoluem para seres angelicais, onde poderão continuar seu crescimento na hierarquia cósmica.   

 

Deus, por interferência amorosa de Seres de Luz que trabalham de forma a unificar os universos em nome do Amor Divino, concedeu a três Reinos, paralelamente, a oportunidade de evolução. Estes três Reinos são: Elemental, Angélico e Humano.
Elementais são os dinamizadores das energias das formas na Natureza.
O Reino elemental aprende a controlar a energia através do pensamento, mantendo um determinado padrão ou molde/matriz.

(CONTINUA....)

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 22h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

ELEMENTAIS ( Continuação 2a. Parte )

OS  ELEMENTAIS ( Continuação 2a. Parte ) 

 

Os elementais evoluem desde os seres microscópios a Construtores das formas. Eles exteriorizam toda forma, incluindo os corpos humanos, montanhas, rios, etc.; eventualmente alcançam o estado de um poderoso Elohim ou uma Veladora Silenciosa.

Os seres dos Elementos foram criados para servir à humanidade, através de seu próprio trabalho específico. É pelo esforço e pelo uso de sua vida que esses seres nos suprem com as vestes de carne que usamos, com a água que bebemos, com o alimento tão abundantemente fornecido; com o ar que respiramos e com todas as coisas de que necessitamos para sustentar-nos na Terra. O Plano Divino de Vida providencia para que o homem seja servido com AMOR e, em troca, retorne AMOR, GRATIDÃO e BÊNÇÃOS aos Seres Elementais.

São os pensamentos e sentimentos ruinosos da própria humanidade os causadores de todas as expressões destruidoras apresentadas por esses elementais em forma de furacões, vendavais, ressacas, terremotos. Todas as avalanches da Natureza são, meramente, uma tentativa dos seres elementais de projetar PARA FORA, a impureza e discórdia que o homem tem imposto ou depositado sobre eles-esses abnegados seres que vos vem servindo por milhões de séculos.
A matéria usada, que é depositada dentro da terra e das águas, a energia impura que se espalha no ar, causam uma pressão de criações humanas, não somente no próprio homem, como também no Reino Elemental.

Em geral esses entes são desfeitos ao concluírem sua tarefa, mas alguns subsistem até que, por não estarem vivificados pelo impulso que os criou, se “dissolvam” em sua substância  de origem. Há seres elementais constituídos artificialmente pelo homem (encarnado ou não), ou por outras entidades autoconscientes, por meio da força do pensamento ou do desejo. Chegam a atuar no plano físico-etérico, às vezes interferindo positiva ou negativamente no trabalho dos devas. Essas criações do psiquismo humano serão dissolvidas pela lei da purificação e, no próximo ciclo planetário, os membros desta humanidade, por estarem em contato com a própria mônada,(
"solitário") poderão colaborar de modo mais efetivo com o Plano Evolutivo. A maior parte dos seres elementais com que o homem se relacionou até hoje foram os da terra e os da água. Estes respondem a estímulos do plano astral, ao passo que os do ar e do fogo tem maior sintonia com a energia elétrica mental. Como os seres elementais são corporificações da substâncias dos mundos das formas, estão sujeitos a impulsos involutivos, devido às forças caóticas profundamente infiltradas nos planos materiais na presente fase da Terra. Sua participação em trabalhos de magia engendrados pelo homem evidencia esse fato. A elevação da consciência humana dissipará as ilusões que em grande parte tem caracterizado o seu contacto com os elementais. Assim, o relacionamento com esses seres, ainda misteriosos para a maioria, advirá do conhecimento espiritual e perderá a conotação fantasiosa e em certos casos utilitarista que lhe foi atribuída. As leis que ordenam as combinações de átomos e moléculas são reflexos das que regem as inter-relações das forças elementais. Uma das implicações negativas das experiências com energia atômica empreendidas pela ciência moderna é o desequilíbrio do reino elemental, base da manifestação deste universo planetário. Todavia, em geral, os que insistem nessas ações destruidoras consideram a vida dinâmica e pulsante do reino elemental produto da imaginação. O contato consciente da humanidade futura com os elementais deve dar-se por intermédio do reino dévico, e não diretamente. 

A história nos conta sobre esses seres, desde a mais remota antiguidade. E, os antepassados de toda a humanidade legaram inúmeros relatos a respeito dos mesmos.
No início, nos primórdios da humanidade, os seres da natureza, encarregados de cada elemento, cuidaram para que tudo fosse feito com exatidão e ordem:

a)- A Terra ainda numa massa de gases de matéria incandescente radioativa, coube aos elementais do fogo executarem seu trabalho;

b)- Na época dos grandes ventos, os elementais do ar, zelaram pela evolução desses gases de modo a tornar o ambiente apto a receber formas de vida:

c)- Quando esses gases se precipitaram sobre a água, os elementais da água modificaram o aspecto denso desse líquido;

d)- Então, iniciou-se a solidificação, surgindo aos poucos os continentes que foram fertilizados pelos elementais da terra.

Como vemos, a criação representa um todo inseparável, formando uma corrente cujos elos não podem ser rompidos, se não quisermos provocar uma catástrofe de caráter irremediável.

Fonte: w w w.caminhosdeluz.org

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 22h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

ORAÇÃO AOS ELEMENTAIS

ORAÇÃO AOS ELEMENTAIS

Pequeninos guardiões 
Seres de luz infinita
De dia me tragam a paz 
De noite os dons da magia 
Invisíveis guardiões
Protejam os quatro cantos da minha alma 
Os quatro cantos da minha casa 
Os quatro cantos do meu coração.

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 22h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

ORAÇÃO DE FORÇA E MAGIA PARA A GRANDE MÃE

ORAÇÃO DE FORÇA E MAGIA PARA A GRANDE MÃE

 (para ser pronunciada ao dormir e ao acordar)


Que eu tenha hoje e a cada dia, 
A força dos Céus, 
A luz do Sol 
O resplendor do Fogo, 
O brilho da Lua, 
A presteza do Vento, 
A profundidade do Mar, 
A estabilidade da Terra, 
A firmeza da Rocha.

Que assim seja! 
E assim se faça!

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 22h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

AGNI, O FOGO SAGRADO

AGNI, O FOGO SAGRADO

                                                                                                  

As salamandras que vivem nas chamas, são elementais superiores aos gnomos, ondinas e sílfides, porque estas últimas vivem no âmbito terrestre, enquanto que as primeiras possuem consciência superior.

Porfírio diz: "Existe na Divindade uma insondável profundeza ardente. O coração humano jamais deverá temer o contato desse Fogo adorável, porquanto não será por Ele destruído."

Ele é o doce Fogo, cujo feliz e tranqüilo calor determina o encadeamento das causas, a Harmonia e vital continuidade do mundo. Nada existe que não seja por Ele alimentado pois é Ele a própria Essência Divina. Ninguém o gerou. É sem Pai nem Mãe... nem causa alguma. Mas, tudo sabe e Nada lhe pode ser ensinado. É imutável nos seus desígnios e seu Nome é inefável. Eis aqui o que é Deus. Nós, míseros mensageiros seus, nada mais somos do que uma partícula Sua.
A antiguidade sábia, por sua vez, já nos ensinava: do mesmo modo que um fogo violento queima até as árvores verdes, o homem que estuda, compreende os livros santos, apaga em si toda mácula nascida do pecado. E aquele que conhece perfeitamente o sentido de Veda-Shastra - os ensinamentos da Lei, qualquer que seja sua condição, prepara-se, durante o seu estudo neste mundo, para a identificação com BRAHMÃ (liberação). Os que muito estudaram, valem mais do que os que pouco leram. Os que possuem tudo quanto leram, são preferíveis aos que leram e logo esqueceram. Os que compreenderam, possuem mais mérito do que aqueles que sabem simplesmente o que decoraram. Os que cumprem com o dever, uma vez este conhecido, são preferíveis aos que simplesmente o conhecem, mas não o praticam. O conhecimento da Alma Suprema e a devoção para com Ela, são os melhores métodos para se chegar à Felicidade Suprema da liberação. Com a devoção, resgata as suas faltas; com o Conhecimento de Brahmã, consegue a Imortalidade. Aquele que procura adquirir conhecimento efetivo de seus deveres, possui três categorias de provas: a evidência intuitiva, o raciocínio discursivo e a autoridade dos diferentes livros deduzidos das Santas Escrituras.
Ainda mais: o discípulo concentrando a atenção em tudo isso, alcança o "perceber" a Alma Divina em todas as coisas, visíveis e invisiveis. Pois, considerando a Alma Divina em tudo, e reciprocamente, tudo na Alma Divina, não entrega o espírito à iniquidade. A Alma Suprema, é, com efeito, a SÍNTESE de todos os deuses e aquilo que pulsa no íntimo de quantos atos realizaram todos os seres animados. Que o discípulo contemple, em suas meditações, o éter sutil que inunda todas as cavidades de seu coração; o ar que atua em seus músculos e nervos, a Suprema Luz do Sol e do Fogo, em seu calor digestivo e em seus órgãos visuais; a Água, nos fluídos de seu corpo; a Terra, em todo seu corpo. Veja, também, a Lua (Indu) em seu coração; os Gênios das 8 regiões do Espaço, no órgão de seu ouvido; Hara, em sua força muscular, Agni, em sua palavra, Mitra em sua faculdade excretória, Pradjápati, em seu poder gerador. Acima de tudo, porém, deve representar ao Grande Ser (Para-Purusha) como o Soberano Animador do Universo. Mais sutil do que o Átomo, mais brilhante que o ouro, mais puro e único capaz de ser concebido pelo Espírito, no Sono da mais abstrata contemplação. Uns adoram a Para-Purusha, no Fogo Elemental. Outros, no Manu, senhor de todas as criaturas; outros, em Indra; outros em Vayu e Tejas; outros, no eterno Brahmã. Porém, este Soberano Senhor é aquele que, ao desenvolver todos os seres com um corpo formado de cinco elementos, os faz, sucessivamente, passar do nascimento ao crescimento; do crescimento à dissolução, com movimento semelhante ao de uma Roda que gira. Por isso o homem que reconhece a sua própria Alma na Suprema Alma Universal, presente em tudo e em todos, mostra-se igual perante todos e tudo, e alcança a mais feliz das sortes: a de ser finalmente absorvido no Seio de Brahmã.

Por mais difícil que isso tudo vos pareça, o fato é que não é impossível. Como nos antigos Códigos Iniciáticos, no nosso, o método é posto em execução. Mesmo porque, sendo a sua Missão a de preparar uma Nova Civilização portadora de melhores dias para o mundo, é seu dever formar o Homem Integral, que desde já sirva de Arauto àquela Civilização.
Quanto aos ideais que vedes por toda parte, e que são causadores da luta fratricida que se desencadeia no mundo inteiro, não são mais do que demonstrações palpáveis do fim de um ciclo apodrecido e gasto, ao qual se seguirá o dealbar do glorioso dia da raça que prenunciamos. Por baixo de todas essas formas grosseiras de "salvação", se notam os anseios espirituais do verdadeiro Ideal da Fraternidade Humana.

Daí o dique tutelar, por nós e poucos mais, construído, para reter as águas invasoras do materialismo bravio, que ameaça tragar todos os seres da Terra.

Fonte:   Prof. Henrique José de Souza

http://www.cienciadavida.com/agni4.htm

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 22h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

ELEMENTAIS DO FOGO E AS SALAMANDRAS

ELEMENTAIS DO FOGO  E  AS  SALAMANDRAS

O elemento do Fogo é o mais importante, pois ele é uma expressão do Fogo Sagrado, de onde procedem a Chama Violeta e suas congêneres. Uma de suas atividades construtivas, no plano físico, é purificar através da incineração de detritos e de corpos humanos, a qual permite o retorno dos respectivos elementos ao Sol, para uma repolarização. A atividade destrutiva do fogo é demonstrada na queima de construções e florestas e também em relâmpagos, na tempestade e no uso de armas de fogo, bombas etc..

"Fogo, meu espírito..."

No Sol, nas estrelas, nas fogueiras ou nas brasas, no nosso coração... sentimos a luz da vida. O fogo é o elemento das transmutações, da transformações. Sua força luminosa indica o caminho que deve ser seguido por aquele que conhece os ensinamentos do Universo. O fogo é a chama que, acesa dentro de nós, faz brilhar nossa aura e nossos olhos, revelando a força de nosso espírito. Ele conduza cada um à sabedoria interior.

Os Xamãs pedem ajuda ao Avô Fogo, como é chamado pelos índios, quando é hora de trabalhar as mudanças. O fogo auxilia no processo de limpeza também, o velho cedendo lugar ao novo. A Sauna Sagrada é um dos lugares usados, pelos Xamãs, nos processos de cura pelo fogo

As Salamandras, ou  Espíritos do fogo, vivem no éter atenuado e espiritual que é O invisível  elemento do fogo.  Sem elas, o fogo material não pode existir.

Elas reinam no fogo com o poder de transformar e desencadear tanto emoções positivas quanto negativas. As Salamandras, segundo os especialistas, parecem bolas de fogo e que podem atingir até seis metros de altura. Suas expressões, quando percebidas, são rígidas e severas. Dentro de todas as formas energéticas (o fogo, a água e o mineral), estes seres adquirem formas capazes de desenvolver pensamentos e emoções. Esta capacidade derivou do contato direto com o homem e da presença deles em seu cotidiano. Por tal motivo, as Salamandras desenvolveram forças positivas, capazes de bloquear vibrações negativas ou não produtivas, permitindo um clima de bem estar ao homem.

O homem é incapaz de se comunicar adequadamente com as Salamandras, pois elas reduzem a cinzas tudo aquilo de que se aproximem. Muitos místicos antigos, preparavam incensos especiais de ervas e perfumes, para que quando queimados, pudessem provocar um vapor especial e assim formar em seus rolos a figura de uma Salamandra, podendo assim sentirem sua presença. Paracelso afirma que muitas Salamandras são vistas na forma de bolas ou línguas de fogo correndo através dos campos ou irrompendo nas casas. Para muitos aqui no Brasil, costuma- se chamar estas aparições de "fogo - santelmo". Mas, a maioria dos místicos, afirma que as Salamandras são Seres gigantes, imponentes e flamejantes em roupas fluidas, com uma armadura de fogo. Elas são as mais poderosas dos elementais e têm como seu regente um magnífico espírito flamejante chamado Djim,terrível e aterrorizante na sua aparência. Os antigos sábios sempre foram advertidos para manter- se à distância delas, pois os benefícios derivados do seu estudo freqüentemente não eram proporcionais ao preço que se pagava por eles. Elas possuem especial influência sobre as criaturas de temperamento ígneo e tempestuoso. Tanto nos animais como no homem, as Salamandras trabalham através da natureza emocional por meio do calor corpóreo,do fígado e da corrente sanguínea. Sem sua assistência,não haveria calor.

INVOCAÇÃO ÀS SALAMANDRAS

Eu vos saúdo, Salamandras,
Que constituís a representação do elemento fogo.
Peço, que com vosso trabalho,
Forneçais a mim poder de resolver tudo,
De acordo com vossa vontade,
Alimentando meu fogo interno,
Aumentando minha chama trina do coração
E assim formar um novo universo.
Mestres do fogo, Eu vos saúdo fraternalmente.
Amém.

 

Invocar nas primeiras luzes do sol. Caso isto não seja possível, é necessário que o elemento fogo esteja presente. O mais indicado é o uso da vela. Esta invocação é feita para se ter mais força de vontade, coragem, vigor, entusiasmo e bons empreendimentos. Atua no trabalho e na espiritualidade.

 

 

ORAÇÃO DAS SALAMANDRAS.

No Templo de Delfos, uma salamandra se punha em comunicação com os Iniciados. Porfírio, discípulo de Plotino, que conhecia bastante o Oculto, revelou aos homens a seguinte prece da Salamandras, que não é propriamente a elas dirigida, mas ao próprio Fogo Criador, mesmo porque os elementais ou Espíritos da Natureza não conhecem outra linguagem senão a que lhes é própria:

"Ó Imortal, Eterno, Inefável e  Pai Criador de todas as coisas, conduzido no carro que desliza sem cessar pelos mundos que dão sempiternas voltas; dominador das imensidades etéreas, onde está ereto o trono do teu poder, sobre o qual teus olhos formidáveis descobrem tudo e teus  belos e santos ouvidos escutam tudo, atende aos teus filhos, que amaste desde o nascimento dos séculos; porque a  tua dourada, grande e eterna majestade resplandece acima do mundo e do céu das estrelas; estás elevado acima delas, ó fogo faiscante; aí, tu te acendes e te conservas a ti mesmo pelo teu próprio esplendor, e saem da tua essência regatos inesgotáveis de luz, que nutrem teu espírito infinito. Este espírito infinito alimenta todas as coisas e faz tesouro inesgotável de substância pronta à geração que elabora e que se apropria das formas de que a impregnaste desde o princípio. Deste espírito tiram também sua origem estes reis mui santos que estão ao redor do teu trono e que compõem a tua corte, ó Pai universal! ó único! ó Pai dos felizes mortais e imortais."


"Criaste, em particular, potências que são maravilhosamente semelhantes ao teu eterno pensamento e à tua essência adorável; tu as estabeleceste superiores aos anjos, que anunciam ao mundo as tuas vontades; enfim, nos criaste na terceira ordem no nosso império elementar. Aqui, o nosso contínuo exercício é louvar e adorar os teu desejos; aqui, ardemos incessantemente aspirando possuir-te. Ó pai! ó mãe! ó mais terna das mães! ó arquétipo admirável da maternidade e do puro amor! ó filho, flor dos filhos! ó forma de todas as formas, alma, espírito, harmonia e número de todas as coisas!

Amém."

Fonte:  http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:xacnQCbhJxwJ:www.caminhosdeluz.org

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 22h17
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

AS CRIANÇAS NA UMBANDA

AS CRIANÇAS NA UMBANDA  

 

A linha das crianças, cujos membros baixam nos centros de Umbanda, é de todas a mais misteriosa.
Esses espíritos infantis nos surpre­en­dem pela ternura, inocência, argúcia, carinho e amor que vibram quando baixam em seus médiuns.
O arquétipo não foi fornecido pelo lado material da vida, pois uma criança com seus 7, 8 ou 9 anos de idade, por mais inteligente que seja, não está apta intelectualmente a orientar adultos ator­mentados por profundos desequi­líbrios no espírito ou na vida material.

Quem forneceu o arquétipo foram os seres que de­nominamos "encanta­dos da natureza".

Não foi baseado em espíritos de crian­ças que desencarnaram que essa linha foi fundamentada, e sim nas cri­an­­ças encan­tadas da natureza, que os aco­lhem em seus vastos reinos na na­tureza em seu lado espiritual e os am­param até que cresçam e alcancem um novo estágio evo­lu­tivo, já como espí­ri­tos naturais.

Os espíritos que se manifestam na li­nha das crianças atendem pessoas e auxiliam-nas com seus passes, seus ben­zi­mentos e suas magias elementais, tudo isso feito com alegria e simpli­cidade enquanto brincam com seus carrinhos, apitos, bonecas e outros brin­­quedos bem caracterizadores do seu arqué­tipo.  Ele é tão forte que adul­tos encar­na­dos sisudos se transfiguram e se tornam irreconhecíveis quando incor­poram sua criança.
A presença desses espíritos infantis é tão marcante que mudam o ambiente em pouco tempo, descontraindo todos os que estiverem à volta deles.
Todo arquétipo só é verdadeiro se for fundamentado em algo pré-exis­tente. O arquétipo "Caboclo" funda­men­­tou-se no índio brasileiro e no sertanejo mestiço. O arquétipo "Preto-Velho" funda­men­tou-se no negro já an­cião, rezador, mandingueiro e curador.
O arquétipo "Criança" fundamen­tou-se na inocência, na franqueza e na ingenuidade dos seres encantados ainda na primeira idade: a infantil.
E, caso não saibam, há dimensões inteiras habitadas só por espíritos nesse estágio evolutivo conhecido, no lado ocul­to da vida, como "estágio encan­tado". Nessas dimensões da vida há eles e suas mães encantadas, todas elas devotadas à educação moral, cons­ciencial e emocional, contendo seus excessos e direcionando-os à senda evolucionista natu­ral, pois eles não serão en­viados à dimensão hu­mana para encar­na­rem.
A elas compe­te supri-los com o indis­pensável para que não entrem em de­pressão e caiam no autismo ou regres­são emocional, muito comum nessas dimensões.
Nelas há reinos encantados muito mais belos do que os "contos de fadas" do imaginário popular foi capaz de des­crever ou criar.
Cada reino tem uma senhora, uma mãe encantada a regê-lo. E há toda uma hierarquia a auxiliá-la na manu­tenção do equilíbrio para que os milha­res de espíritos infantis sob suas guar­das não regridam, e sim, amadureçam lentamente até que possam ser condu­zidos ao estágio evolutivo posterior.
O arquétipo é forte e poderoso porque por trás dele estão as mães Orixás, sustentando-os, e também es­tão os pais Orixás, guardando-os e ze­lan­do pela integridade desses espíritos infantis.
A literatura existen­te sobre esse estágio se restringe a alguns livros de nossa auto­ria que abordam o está­gio encantado da evolução dos espíritos.
Mas que ninguém duvide da exis­tên­cia dele porque ele realmente existe e não seriam "crianças" humanas recém-desencarnadas e que nada sabiam da magia que iriam realizar os prodígios que os "Erês" realizam em benefício dos frequentadores das suas sessões de trabalhos ou com forças da natureza quando oferendados em jardins, à beira-mar, nas cachoeiras ou em bosques frutíferos.
Há algo muito forte por trás do arquétipo e esse algo são os Orixás encantados, os regentes da evolução dos espíritos ainda na "primeira idade".
Para conhecerem melhor o estágio encantado da evolução, recomenda­mos a leitura do livro de nossa autoria A Evolução dos Espíritos, editado pela Madras.
 

Fonte: Sacerdote Rubens Saraceni

  W W W.COLEGIODEUMBANDA.COM.BR

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 14h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

23/09/2010


VAMOS BEBER ÁGUA, ELA É VIDA !

 

VAMOS BEBER  ÁGUA, ELA É VIDA !

 

Você sabia que ... beber água na hora correta maximiza a efetividade no Corpo humano?

 

O Ser Humano deve consumir pelo menos 02 Litros de Água ao dia e tomando nesses horários abaixo, ainda garantirá mais saúde.

 

 

2 Copos de água depois de acordar, 30 minutos antes do café, ajuda a ativar os órgãos internos.

 

2 Copos de água 30 minutos antes das refeições além de ajudar a digestão, estudos mostram que ajuda emagrecer.

 

1 Copo de água antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão sanguínea.

 

1 Copo de água antes de dormir evita ataques de coração.

 

 

*******************************************

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 10h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

22/09/2010


SEJAM SEMPRE BEM VINDOS IRMÃOS E AMIGOS !

 

SEJAM  SEMPRE  BEM  VINDOS  IRMÃOS  E  AMIGOS !

ISAIAS   PINTTO

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 14h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O Silêncio de covardia

 

'O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética.



O que mais preocupa é o silêncio dos bons.'



Martin Luther King

********************

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 14h13
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

ORAÇÃO AO CACIQUE PENA BRANCA

ORAÇÃO  AO  CACIQUE  PENA  BRANCA

 

Em nome de Deus Todo Poderoso,

Invocamos o Grande Pena Branca,

Fiel espírito índio, grande herói,

Zelador de meu altar e morada.

Ao Senhor que nos guia e conhece nossas necessidades,

Pedimos vossa proteção e luz.

Livrai-nos de toda má intenção e inimigos, ocultos ou manifestados.

Vigia nossos caminhos e que nenhum feiticeiro,  bruxo malvado, ou mau espírito possa cruzar conosco.

Grande espírito, abençoado pelo Alto, nos auxilie quanto a nosso crescimento e evolução.

Venha a nós e engrandeça nossos Trabalhos.

Amém !

Autoria: Isaias Pintto Hernanndes - SJC - Médium Dirigente

"Congá Sagrado Pai Serafim do Congo - Cacique Pena Branca e Ogum de Ronda”

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 01h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Oração de Ogum de Ronda

Oração de Ogum de Ronda

 

Ogunhê Orixá Ogum!

 

Salve meu Pai Ogum.  Salve meu Amado Ogum de Ronda!

Eu te rogo senhor das guerras, vencedor das batalhas e das causas difíceis.

Eu vos imploro neste instante, para que me auxilie nesta minha necessidade.

Ajuda-me, nesta minha caminhada,  tenho sempre que lutar para evoluir, e sempre serei vencedor tendo comigo a sua ajuda meu Pai.

Assim, hoje mais uma vez venho diante de ti rogar tua misericórdia e ajuda,  para que eu seja vitorioso nessa minha caminhada. 

Pois nas tuas batalhas nunca temeste a ninguém, e eu, imbuído de coragem e fé, estarei confiante que armado com teu escudo estarei em proteção, com tua espada avançarei, com sua lança vencerei  todos os obstáculos que houver na minha vida material e espiritual.

Tirai  todos os empecilhos do meu caminho, que venham retardar minha evolução.

 

Salve meu Pai Ogum !     Salve meu Amado Ogum de Ronda!

Patacorí  meu  Pai Ogum !      Patacorí Ogum de Ronda  !

 

Autoria: Isaias Pintto Hernanndes - SJC - Médium Dirigente

"Congá Sagrado Pai Serafim do Congo - Cacique Pena Branca e Ogum de Ronda”

Umbanda - SJC - São josé dos Campos

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 01h08
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Tristeza

 

 

Tristeza

 

 

Quando a tristeza" se apossa da alma preenchendo-a com amargura e desgosto, não lhe permite orar com o fervor necessário, atrapalha a atenção necessária para a leitura espiritual, priva-a da humildade e benignidade no tratamento com o próximo e faz nascer aversão a qualquer aproximação com o Alto.

A alma repleta de tristeza, tornando-se como que insensata e frenética, não consegue aceitar com tranqüilidade um bom conselho e nem responder com doçura as perguntas. Ela foge das pessoas como se fugisse dos culpados de seu embaraço, não compreendendo que a causa de sua enfermidade - está dentro dela.

A tristeza é o verme do coração, roendo a mãe que deu-lhe a luz.

Aquele que venceu as paixões, venceu também a tristeza. Mas aquele que foi vencido pelas paixões não escapará das algemas da tristeza. Assim como um enfermo é identificado pela cor de seu rosto, assim também o possuído pela paixão, distingue-se pela tristeza.

Àquele que ama as as mazelas e ilusões do mundo torna-se impossível não se entristecer.

Mas quem menospreza as mazelas do mundo está sempre alegre.

 

 

 

 

.

 

.

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 00h32
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Pureza do Coração

 

 

Pureza  do  Coração

 

Continuamente nós devemos proteger nosso coração dos pensamentos impuros e impressões,  "Guarda teu coração acima de todas as outras coisas, porque dele brotam todas as fontes da vida" (Prov. 4:23).

 

Da extensa proteção do coração nasce a pureza, pela qual é possível vislumbrar o Senhor, pela convicção da Verdade eterna: "Bem-aventurados os corações puros, porque verão a Deus" (Mat. 5:8).

 

Não devemos revelar sem necessidade o que existe de melhor dentro de nossos corações. Aquilo que foi acumulado só permanecerá a salvo dos inimigos visíveis e invisíveis, quando for mantido como um tesouro nas profundezas do coração. Não abra os segredos de seu coração a todos.

 

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 00h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Paz Espiritual

 

 

Paz  Espiritual

 

A paz espiritual é adquirida através das aflições. As Escrituras dizem: "Passamos pelo fogo e pela água; mas por fim, nos destes alívio" (Sal. 65:12).

 

Nada contribui tanto para adquirir a paz interior, como o silêncio, e, o quanto for possível, a discussão contínua consigo mesmo, e rara com os outros.

 

Um indício da vida espiritual é a imersão da pessoa para dentro de si e das obras ocultas em seu coração.

 

Esta paz, como um tesouro de valor inestimável, foi deixada pelo Senhor Jesus Cristo aos seus discípulos antes de Sua morte dizendo: "Deixo-vos a paz, dou-vos a Minha paz" (Jo. 14:27).

 

Os apóstolos também falavam a esse respeito: "E a paz de Deus, que excede toda a inteligência, haverá de guardar vossos corações e vossos pensamentos, em Cristo Jesus" (Fp. 4:7); "Procurai a paz com todos e ao mesmo tempo a santidade, sem a qual ninguém pode ver o Senhor" (Heb. 12:14).

 

Assim sendo, devemos voltar todos nossos pensamentos, desejos e ações em direção ao recebimento da paz de Deus, "Senhor, proporcionai-nos a paz!" (Isa.26:12).

 

É necessário tentar com todas as forças conservar a paz espiritual e não se exaltar pelas ofensas dos outros. Para isto é preciso se controlar sempre e de todas as maneiras do sentimento de raiva, e através da atenção cuidadosa, proteger o intelecto e o coração das divagações impuras.

 

As ofensas dos outros devem ser suportadas com indiferença; devemos ir nos habituando para esta predisposição, como se os insultos não fossem dirigidos a nós. Este treinamento poderá proporcionar tranqüilidade ao nosso coração e fazer com que ele seja a morada de Deus.

 

Caso seja impossível não se perturbar então ao menos é preciso conter a língua,  "Estou perturbado, falta-me a palavra" (Sal. 76:5).

 

 

Para conservar a paz espiritual, é necessário afugentar o desânimo e esforçar-se para ter um espírito alegre.

 

Para conservar a paz espiritual é necessário também por todos os meios evitar julgar os outros. A condescendência para com o irmão e o silêncio conservam a paz espiritual. Quando uma pessoa se encontra neste estado, ela recebe revelações divinas.

 

Para não incidir em julgamento ao próximo, é preciso ficar atento, não aceitar informações maldosas e manter-se como morto para os fatos que nos cabe o julgamento.

 

Para conservar a paz espiritual é necessário mergulhar para dentro de si com mais freqüência e perguntar: Onde estou?

Diante disto é preciso observar para que os cinco sentidos, principalmente a visão, sirvam ao ser interno e não distraiam a alma com assuntos mundanos, pois os dons da graça são recebidos apenas por aqueles que trabalham ao seu interior e que cuidam de suas almas.

 

.

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 00h19
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O Não-Julgamento e o Perdão das Ofensas.

 

O Não-Julgamento e o Perdão das Ofensas.

 

Não é correto julgar ninguém. Mesmo que você tenha visto, com seus próprios olhos, alguém pecando e se enlameando, violando os mandamentos de Deus, conforme está escrito na palavra de Deus: "Não julgueis, e não sereis julgados" (Mat.7:1). "Quem és tu, para julgares o servo de outros? Que esteja firme ou caia, isto é lá com o seu Senhor. Mas ele estará firme, porque poderoso é Deus para o sustentar" (Rom. 14:4). É muito melhor trazer à sua mente as palavras dos apóstolos: "Portanto, quem pensa estar de pé, veja que não caia" (1 Cor. 10:12).

Não devemos alimentar rancor ou ódio pela pessoa que nos hostiliza. Pelo contrário, devemos amá-la, e fazer o bem a esta pessoa, tanto quanto possível seguindo os ensinamentos do nosso Senhor Jesus Cristo: "Amai vossos inimigos, fazei o bem aos que vos odeiam" (Mat. 5:44). Assim sendo, se nós nos esforçarmos, na dimensão de nossas forças, em cumprir tudo isso, poderemos ter a esperança de que a luz Divina começará a brilhar em nossos corações, iluminando nosso caminho para a dimensão celeste.

Por que criticamos nosso próximo? Criticamos porque não nos empenhamos em conhecer a nós mesmos. Aquele que está ocupado em conhecer a si próprio, não tem tempo para perceber as falhas dos outros. Julgue a si próprio e com isto você deixará de criticar os outros. Julgue a má ação, mas não julgue quem a estiver fazendo. Devemos considerar a nós mesmos os maiores pecadores e perdoar qualquer má ação dos outros;  Pode acontecer de alguém estar fazendo o que para nós parece mal, mas que por causa de suas boas intenções, é na realidade uma boa ação. Além disso a porta do arrependimento está aberta para todos, e não se sabe quem irá passar por ela primeiro - você, o juiz, ou aquele que foi julgado por você.

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 00h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Caridade.

 

Caridade.

 

É necessário ser caridoso com os pobres e errantes. Os grandes iluminados e sérios Sacerdotes de diversas religiões se preocupavam muito com isto. Em relação a esta virtude devemos nos esforçar por todos os meios disponíveis para cumprir os seguintes mandamentos de Deus: "Sede misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso"e "Eu quero misericórdia e não o sacrifício" (Luc. 6:36; Mat. 9:13). Estas palavras de salvação os sábios observam e os insensatos não.

Por esta razão a recompensa não será igual, conforme está dito: "Aquele que semeia pouco, pouco ceifará. Aquele que semeia em profusão, em profusão ceifará" (2 Cor. 9:6).

O exemplo de Pedro Doador-de-pão, o qual por um pedaço de pão dado a um mendigo, recebeu o perdão de todos seus pecados (conforme lhe foi revelado em uma visão), nos estimula a sermos caridosos com o próximo, - mesmo uma pequena esmola contribui muito para a obtenção do Reino Celestial.

A esmola deve ser dada com o espírito benevolente, de acordo com os ensinamentos de S. Isaac, o Sírio: "Se você dá qualquer coisa a quem pede, que a alegria de seu rosto preceda sua esmola, e com palavras carinhosas console a aflição dele."

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 00h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

21/09/2010


Amor ao Próximo.

 

Amor ao Próximo.

 

Devemos tratar o próximo com carinho, não demonstrando nem mesmo um pingo de agressividade. Quando nos desviamos de uma pessoa ou ofendemos alguém, é como se uma pedra se instalasse em nosso coração. O espírito perturbado ou desanimado de uma pessoa deve ser animado com palavras de amor.

Quando você vê um irmão cometendo pecado, cubra-o, conforme aconselha São Isaac o Sírio: "Estenda sua vestimenta sobre o pecador e cubra-o."

Em nossos relacionamentos com o próximo, devemos ser igualmente puros na palavra assim como no pensamento; caso contrário faremos nossa vida inútil. Devemos amar nosso próximo como amamos a nós mesmos, de acordo com os mandamentos do Senhor: "Amarás a teu próximo como a ti mesmo" (Luc. 10:27). Porém não tanto que nosso amor ao próximo, ultrapassando os limites da moderação, nos desvie do cumprimento do primeiro e mais importante mandamento do amor a Deus, como nosso Senhor Jesus Cristo ensina: "Quem ama seu pai ou sua mãe mais que a Mim, não é digno de Mim" (Mat. 10:37).

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 23h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Esperança.

 

 

Esperança.

 

Todos aqueles que têm firme esperança em Deus, elevam-se a Ele e são iluminados pelo esplendor da luz eterna.

Se uma pessoa não tem cuidados supérfluos consigo mesmo por causa de seu amor a Deus e das boas ações, e sabe que Deus tomará conta dela, então esta esperança é verdadeira e sábia. Mas, se uma pessoa coloca toda sua esperança apenas em suas obras, e dirige-se a Deus em oração apenas quando ocorrem desgraças imprevistas, então ela, percebendo que não dispõe dos meios para superar as dificuldades com suas próprias habilidades, começa a ter esperanças na ajuda de Deus, então essa esperança é tumultuada e falsa. A verdadeira esperança procura a Deus e tem certeza de que tudo o que é necessário para sua vida encarnada, seguramente lhe será dado, conforme seu merecimento.  O coração não consegue ter paz enquanto, não adquirir esta esperança. É ela que consegue apaziguá-lo e introduzir nele a alegria. Os santíssimos lábios do Senhor falaram a respeito dessa esperança: "Vinde a Mim vós todos que estais aflitos sob o fardo, e Eu vos aliviarei" (Mat. 11:28).

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 23h51
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

"A fé sem obras - é morta" (Tiago 2:26).

"A fé sem obras - é morta" (Tiago 2:26).

 

As obras da fé são: amor, paz, resignação, caridade, humildade, carregar nossas cruzes e nossas vidas de forma de evoliir o espírito.

A verdadeira fé não pode permanecer sem obras. Aquele que crê verdadeiramente, com certeza faz boas ações.

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 23h43
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Razões da Vinda de Cristo.

Razões da Vinda de Cristo.

 

Cristo veio ao mundo por:

1 O amor de Deus pela raça humana: "De tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu Seu Filho Único" (Jo. 3:16).

2 A restauração da imagem e semelhança de Deus no homem decaído.

3 A salvação das almas humanas: "Pois Deus não enviou o Filho ao mundo para condená-lo mas para que o mundo seja salvo por Ele" (Jo. 3:17).

Assim sendo, nós, seguindo os objetivos do nosso Salvador, o Senhor Jesus Cristo, devemos levar nossa vida de acordo com Seus ensinamentos Divinos, para podermos evoluir nossas almas através desses ensinamentos.

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 23h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

19/09/2010


CRISTAIS E PEDRAS ( 1ª Parte )

CRISTAIS   E   PEDRAS

 

 

 

 

No nível esotérico, pedras e cristais são utilizados em meditações para desenvolver a intuição e a aprendizagem através dos sentidos mais elevados, pode ser usado para estabilizar emoções, acalmar as mentes perturbadas, ajuda a sanar desequilíbrios corporais.

Pode-se colocar embaixo do travesseiro, ao redor de plantas, espalhar por vários ambientes.

Quando comprar um cristal, esteja ciente que ele quem escolheu você e não você quem o escolheu.

Em casa com calma, observe tudo atentamente descubra tudo o que há dentro do seu cristal, você encontrará várias formas interessantes dentro dele.

 

CUIDANDO DAS ENERGIAS DO LAR:

É bom ter um aquário com vários tipos de pedras ou fontes com pedras, pois o movimento da água com a energia da pedra causa efeito muito gostoso na energia do lar. Na entrada da casa é bom ter uma ametista, pois sua cor lilás gera alegria e paz, ela transforma energia negativa em energia positiva, é uma excelente pedra para pessoas de baixo astral. Recomenda-se colocar pedras na terra dos vasos de plantas espalhados pela casa, são ótimas para proteger todos os ambientes.

 

LIMPEZA DAS PEDRAS:

Colocar as pedras em uma bacia com um punhado de sal grosso. Deixar mais ou menos 1 hora. Depois colocar em água corrente e deixar mais ou menos 1 hora. Em seguida colocar no sol, lua ou na chuva por cerca de 2 horas. Repetir o processo de limpeza 1 vez por mês.

PROGRAMAÇÃO DE REGRAS:

Concentre-se, faça uma oração, coloque a pedra na palma da Mao e mentalize o que você quiser.

 

PROTEÇÃO DA CASA:

Na entrada da casa é recomendável colocar um copo de sal grosso, água e 1 cristal de várias pontas. Assim, todas as energias negativas ficam no copo e não se espalham pela casa. Trocar o sal e limpar o cristal 1 vez por mês.

 

PARA PROTEÇÃO:

Andar junto: 1 Turmalina, 1 Cristal Bruto, 1 Ametista e 1 Citrino.

PARA PROSPERIDADE:

3 Citrinos, 2 Piritas e 1 Cristal.

 

 

PARA O AMOR:

2 Quartzo Rosa, ficando 1 para você e outro presenteie a pessoa amada. Sendo assim um elo de energias. Para o amor entre vocês dois.

 

 

 

 

CONTINUA......

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 15h32
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

CRISTAIS E PEDRAS ( Continuação 2ª Parte )

 

CRISTAIS  E  PEDRAS ( Continuação 2ª Parte ) 

 

 

SONO TRANQUILO:

 

Na cabeceira da cama recomenda-se ter 1 Cristal, 1 Quartzo Rosa e 1 Lápis Azul. São pedras que harmonizam e acalmam.

 

ÁGATA: Ajuda a obter o equilíbrio físico e mental, nos dá auto confiança, ajuda o sistema digestivo, promove impulsos criativos, aflora nossa personalidade. É boa para infecções com febre, próstata e gravidez.

 

ÁGATA ROSA: Gera amor e compreensão.

 

ÁGATA VERDE: Boa para saúde e bem estar.

 

ÁGATA AZUL: Gera harmonia, calma e paz.

 

ÁGATA VEMELHA: Nos dá força e determinação.

 

ÁGATA ROXA: Elimina medos e inseguranças.

 

ÁGUA MARINHA: Capacidade de estabilizar e harmonizar ambientes intranqüilos, protege a fidelidade, acalma problemas emocionais, desbloqueia a comunicação. Boa para dores musculares, garganta.

 

ALBITA: Alivia dores na alma, ajuda superar sofrimentos, desperta sentimentos de carinho e amor contidas na alma. É boa para o tino, falta de memória.

 

AMAZONITA: Acalma o sistema nervoso, gera alegria e ajuda a nos expressar com mais criatividade. Ótima para pessoas retraídas.

 

AMBAR: Não é uma pedra, mas uma resina fossilizada proveniente de antigos pinheiros. Ajuda contra perda de memória e pessoas com dificuldades para tomar decisões. Boa para intestino. Limpa e ativa o organismo.

 

AMETRINO: É uma fusão da Ametista com o Citrino, proporciona sabedoria e poder, ajuda a perder maus hábitos antigos para enfrentar novas situações. Traz paz e iluminação para a as pessoas intranquilas. É boa para estomago, nervos e dor de cabeça.

 

AMETISTA: É uma das melhores pedras para meditação, acalma o sistema nervoso, ameniza o stress e a tensão interior. Elimina a raiva, o medo e a ansiedade. Para o tratamento de alcoolismo e enxaqueca, usada também para harmonizar ambientes, transforma energia negativa em energias positivas. Ótima para dor de cabeça, gripe e vícios.

 

ALABRASTO: Energiza a aura, ajuda no tratamento terapêutico e psiquiátrico.

 

APATITA AZUL: Ajuda a receber harmonia interna, recupera clareza de pensamentos, libera nossos sonhos. Ajuda no tratamento de doenças de pele e estress emocional.

 

AXINITA: Aumenta a empatia, fortalece a espiritualidade, atrai bons fluidos, facilita a volta a realidade em pessoas desligadas. Boas para eptaxe (sangramento no nariz), dores na nuca e vesícula.

 

AZURITA: Ajuda a nos libertar do passado, é ótima para pessoas intelectuais, ativa o 3º olho para intuição. É boa para artrite e dores lombares.

 

CALCITA: amplia a memória, reforça a mente. Boa para osteoporose, osso e artrites.

 

CITRINO: Pedra da prosperidade, atrai as riqueza da terra, favorece o poder mental. Traz boa sorte aos negócios e ao trabalho. Ela faz surgir recursos de onde menos esperamos, quando mais necessitamos. Boa para má digestão, bexiga e prisão de ventre.

 

CIANITA AZUL: Gera alegria, entusiasmo pela vida, promove boas amizades, nos ajuda a perdoar. Boa para pressão.

 

CALCEDONIA: Ajuda a tornar as pessoas mais abertas com perpectivas positivas, alivio para pesadelos. É boa para feridas abertas, baço.

 

CRIZOPRAZIO: Acalma as pessoas e as torna menos egoístas. Esta pedra ajuda pessoas que se torturam com complexos de culpa ou de inferioridade. Boa para glândulas e histerismo.

 

CIANITA PRETA: Protege a família. Ajuda no tratamento de órgãos internos.

 

CRISTAL COM RUTILOS: É ótima para soldar bloqueios fortes, ajuda a tomar decisões importantes. É boa para pressão, queimaduras e gastrites.

 

CRISTAL JACARÉ: Esta pedra ajuda a tornar as pessoas mais fortes e confiantes em si mesma, ela tira o pessimismo. É ótima pra reciclar pensamentos.

 

CRISOCOLA (Silica-Gema): Alivia a dor da tristeza e da raiva, substituindo por amor e perdão. Paz, limpeza do subconsciente. Ajuda no trabalho de parto, úlcera e cólicas.

 

CRISTAL FUMÊ: É indicado para limpeza espiritual, colocando junto com as outras pedras, ela faz a limpeza energética das pedras. Ótima para pele, anemia e fortalece o coração.

 

CRISTAL DE ROCHA: É o maior presente da natureza, possui Grande força curativa, libera nossas energias, recebe, ativa, abastece, transmite, e amplia energia e criadora, agente purificador, desbloqueia os chakras, equilibra e harmoniza a áurea do corpo. É a pedra da sorte. Pode programá-la para cura.

 

CORNALINA: Desperta desconfiança nas pessoas ingênuas e as torna mais seletiva em seus relacionamentos amorosos ou amigáveis. É boa para feridas, doenças de pele.

 

DIOPSIDIO: É uma pedra de cura ambiental, onde viverem pessoas estressadas, preocupadas, nervosas, agitadas, ajuda abrir nosso coração para a natureza, ativa o organismo acalma a sinusite.

 

 

 

CONTINUA...

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 15h32
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

CRISTAIS E PEDRAS ( Continuação 3ª Parte )

CRISTAIS  E  PEDRAS ( Continuação 3ª Parte )

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DOLOMITA: Ajuda a quebrar barreiras, nos estimula a lutar por nossos interesses. É rica em cálcio e magnésio. Ótima para dentes e ossos.

 

ESMERALDA: É boa para o relaxamento, cura mental e espiritual, recicla pensamentos. Ajuda a revitalizar o físico e no tratamento de reumatismo e pressão.

 

EPIDOTO: Ativa o apetite sexual, ajuda na impotência. Ajuda a estabilizar a pressão, dores de cabeça.

 

FELDSPATO: Acalma pessoas ciumentas e inseguras, aumenta auto estima, é boa para dor muscular, próstata.

 

FUCHISITA: Promove a diplomacia, a verdade, torna as pessoas mais sinceras. Ajuda no desenvolvimento mental. É boa para desintoxicação, fígado, rins.

 

FLUORITA: É a pedra da sabedoria, ajuda a assumir nossas responsabilidades. Ativa o apetite sexual, espalha felicidade no ambiente, fortalece o tecido ósseo. Boa para pneumonia.

 

GALENA: Esta pedra é ótima para ajudar pessoas deprimidas, boa para hemorragias.

 

GEODO DE ÁGATA: Para harmonização dos casais, gera diplomacia, equilíbrio e compreensão.

 

GIPSITA: Controla impulsos, alivia a tensão da raiva, atrai as pessoas para a espiritualidade. É boa para o útero, testículos e gravidez.

 

GRANADA: Reciclar sentimentos, renovar paixões e esquecer mágoas. Eleva disposição para trabalhar e realizações. Estimula os amantes. Boa para o sangue, infecções.

 

HAWLITA: Para pessoas indecisas e inseguras, ajuda a confiar em si mesmo. Boa para articulação, desidratação, dentes.

 

HIDENITA: Promove compreensão, calma, dedicação, purifica as energias do ambiente, esta pedra ajuda na impotência sexual.

 

HEMATITA: Dá força interior para conseguir nosso objetivos e eficaz na regeneração dos tecidos. Ótima para anemia e sangue.

 

JASPE: Nos dá força e segurança para superar problemas, fortalece pessoas sensíveis, alivia a depressão, combate o stress. Boa para o sangue.

 

JADEITA: É conhecida como a pedra humilde, influencia a justiça, misericórdia e modéstia. Ela nos ajuda a sermos consciente. É boa para histeridade, rins.

 

KUNZITA: Gera equilíbrio entre a mente e o espírito, trazendo paz e amor, alivia mágoas. Esta pedra é ótima para crianças com dificuldades de adaptação.

 

LÁPIS LAZULI: É um poderoso amplificador de pensamentos, é ótima pedra para conseguir a iluminação. É boa para bronquite e pulmão.

 

MAGNETITA: Abre o Chakra cardíaco para recepção e transmissão de energia, amor. É ótima para pessoas ambiciosas. Ajuda na dor das costas e derrame.

 

MICA: Ajuda pessoas que tem dificuldades de lidar com finanças. Boa para digestão e problemas sexuais.

 

MUSCOVITA: Ajuda a tornar a pessoas menos possessivas, ajuda na telepatia. É boa para diabetes e veias.

 

 

 

CONTINUA....

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 15h29
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

CRISTAIS E PEDRAS ( Continuação 4ª Parte )

 

 

CRISTAIS  E  PEDRAS  ( Continuação 4ª  Parte )

 

 

 

MALAQUITA: Alivia problemas emocionais, ajuda a superar decepções e reanima o espírito. Traz vitalidade e agilidade. Ajuda no tratamento de esclerose, cólera e Parkinson.

 

OBSIDIANA: Ajuda a afastar a negatividade e protege em especial as pessoas sensíveis. Seu principal trabalho é liberar o desenvolvimento espiritual. É uma poderosa pedra.

 

OLHO DE GATO: Nos traz cautela, tranquilidade, equilíbrio mental, contam impulsos. Nos faz agir com mais sabedoria.

 

OLHO DE TIGRE: Ajuda a reconhecer nossos recursos internos, nos dá segurança, suaviza nossos sentimentos. Boa para asma.

 

OLHO DE FALCÃO: Nos dá garra para buscar nossos objetivos. Nos impulsiona para realizações de nossos sonhos. Ótima para pessoas carentes.

 

OLHO DE LEOPARDO: Ajuda pessoas sensíveis e choronas, desperta interesse material. É boa para tratamento de úlceras, trompas e bexiga.

 

OPALA: Intensifica e equilibra o estado emocional, promove a tolerância, paciência e compreensão. Boa para vícios e circulação.

 

ONIX: É uma pedra poderosa em todos os sentidos, bom para proteção, traz talentos desconhecidos a tona, acalma dores musculares e nervos.

 

PEDRA DA LUA: Favorece o crescimento espiritual, ajuda a acalmar e equilibrar emoções, suaviza pessoas irritadas. Estimula a fertilidade.

 

PEDRA DA CRUZ: (Estaurolita ou Quiastolita) – É uma pedra sagrada, tem um poder místico muito forte, estimula a fé, protege contra maldades, ajuda nos momentos de tristeza, fortifica a nossa alma. Ajuda em casos de envenenamento, doenças de medula e esquisofrenia.

 

PIRITA: Atrai dinheiro, facilita na realização de bons negócios. É tão boa quanto o Citrino. Ajuda no aparelho respiratório, estômago, tosse.

 

QUARTZO AZUL: É a pedra da amizade, ela proporciona bom relacionamento. Age como anti-inflamatório, regula hormônios.

 

QUARTZO ROSA: É a pedra da saúde, ela retira impurezas, cura, por sua cor verde, transmite suaves vibrações de bem estar.

 

QUARTZO VERDE: É a pedra da saúde, ela retira impurezas, cura, por sua cor verde, transmite suaves vibrações de bem estar.

 

RODOCROSITA: Beneficia para o amor, ajuda a reconhecer nossas capacidades, desperta o amor universal. Boa para o coração, gastrite e fígado.

 

RODONITA: É uma pedra que traz amor à vida, ajuda a aceitar mudanças na vida, aumenta a percepção e concentração. É boa para nervos, coração, má digestão.

 

SELENITA: Ajuda no desenvolvimento mental, ativa a comunicação e tomar atitudes. Ótima para pessoas tímidas. Boa para pressão, coração, convulsão.

 

SODALITA: É a pedra da coragem e auto confiança, ajuda a concretizar nossos sonhos, ativa a nossa voz interna, fortalece a clareza e a verdade interior.

 

SUGILITA: Ajuda no começo de uma nova vida, abre portas para o amor, nos dá satisfação e controle próprio. É boa para ovário e azias.

 

TOPÁZIO IMPERIAL: (Amarelo) – Nos dá influencia superior para alcançar a iluminação, ajuda em traumas nervosas, age contra inveja e intrigas, da capacidade para realizações com finanças. Boa para cansaço e digestão.

 

TOPÁZIO AZUL: Previne contra falsos amigos, é usada contra o mal. Ótima para criatividade e clareza de pensamentos. Boa para tireóide e varizes.

 

TRIFANIO: Desperta compaixão pelo próximo, provoca sensibilidade nas pessoas insensíveis. Ótima para bronquites e tosses.

 

TURMALINA PRETA: É uma pedra de muito forte, contra inveja mau olhado, falsidades, energias negativas, etc. É a melhor pedra de proteção.

 

TURMALINA ROSA: Suaviza as emoções, usada para problemas cardíacos. Ajuda a aceitar e amar a si mesma.

 

TURMALINA VERDE: É considerada a pedra de maior poder de cura.

 

TURMALINA AZUL: Transmite paz, tranqüilidade, criatividade. É ótima para pessoas tensas ou nervosas.

 

TURQUESA:Tem capacidade de afastar sentimentos mesquinhos que poderiam vir a seu portador. Gera entusiasmo pelo trabalho, acalma pessoas ambiciosas, limpa a aura. Ajuda nos problemas pulmonares e alergias.

 

UNIQUITE: Devolve auto estima, protege pessoas fracas, ajuda pessoas injustiçadas. Boa pra sonâmbulos, transpiração.

 

Fonte: Folheto O Cristal Brasil Oficina

Gentilmente digitado e formatado por Srª Francine - SJC

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 15h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

QUEM ACREDITA EM DEUS.... VIVE !

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 00h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DROGAS - ( Início 1ª Parte )

As Drogas

 

 

 

 

As drogas estão mais próximas e acessíveis, mas os jovens se mostram mais esclarecidos quanto aos efeitos negativos do uso de tóxicos, classificando o usuário como alguém preguiçoso, chato e sem futuro. Essas são algumas das revelações da recente pesquisa encomendada ao Ibope pela Associação Parceria Contra Drogas, em comemoração do primeiro ano de campanha na mídia.

Nesta segunda rodada da pesquisa - a primeira aconteceu em abril de 96, antes do início da campanha "Drogas nem morto", foram ouvidas 700 pessoas, entre 9 e 21 anos, residentes em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador e Campo Grande. O objetivo do estudo é orientar as próximas ações da APCD e avaliar o que foi feito até agora. De acordo com os dados coletados, tudo indica que a Parceria está no caminho certo. As campanhas tiveram alto índice de aceitação: dos 84% de entrevistados que declararam ter visto alguma propaganda de prevenção ao uso de drogas, 44% lembram-se de mensagens da Parceria.

A pesquisa indicou um aumento significativo no grau de exposição às drogas na faixa dos 9 aos 12 anos, com um aumento de 6 pontos percentuais em relação à pesquisa anterior.

E a ausência do assunto "drogas" na família também apareceu na pesquisa. 29% dos jovens declararam que ainda não mantêm diálogo sobre drogas com os pais. A expectativa do presidente da APCD, Paulo Heise, é de que esse número caia: "Os comerciais da campanha podem servir também como pretexto para a conversa entre pais e filhos que estão na mesma sala assistindo à televisão; um comentário sobre o filme pode quebrar a barreira e indicar o início de um papo informal, mas que ainda é tabu nas famílias brasileiras."

 

Gírias usadas ao se falar em drogas:


Maconha:

·     Preto, beck, erva, arnaldo, mato, marola, fumo, dar um dois, dar um pega.

Cocaína:

·     Branco, branca, arroz, dar um tiro, cheirar brilho, pó, poeira, ratata, karatê boliviano.

·     Quando está com coriza, gripe boliviana, vai tomar um back, jogar nos canos, tuim.

Crack:

·     Pedra, tijolo, casca.

Comprimido:

·     Rebite, piulha, bolinha, tabolada.

 

Perguntas Freqüentes

A maconha é droga?

A maconha é uma droga de ação mista, que perturba a atividade do cérebro sem acelerá-la ou diminuí-la. Seu princípio ativo, D -9-tetrahidrocanabinol (THC), pode provocar distúrbios variados no sistema nervoso, como alucinações e outras alterações da percepção.


Uma revista publicou que a maconha faz menos mal que o cigarro. Isto é verdade?

Além da nicotina, a queima do tabaco libera partículas de benzopireno principal agente cancerígeno do fumo, alcatrão, amônia, monóxido de carbono, metais como cádmio, arsênico e ouro, e mais centenas de substâncias nocivas ao organismo.

O fumante tem maiores probabilidades de apresentar doenças do aparelho respiratório como asma, bronquite crônica, enfisema pulmonar; cardiovasculares, como aterosclerose, trombose coronária, ataque cardíaco, problemas circulatórios e gangrena; psicológicos como a ansiedade, insônia e depressão; males como diminuição do desempenho sexual, da fertilidade, câncer de laringe, pulmão, boca, esôfago, bexiga e pâncreas; e na gravidez, pode causar danos ao feto.

A maconha provoca alterações no contorno das terminações nervosas. É a droga mais desmotivante que existe, e o usuário rapidamente se desinteressa por todas as suas atividades, não consegue assistir às aulas, trabalhar ou levantar da cama, fica "desencanado". Logo nas primeiras semanas já se percebe um déficit na capacidade de ouvir e compreender o que está sendo falado, dando a impressão de que ele ouve mas não ouve. Compromete as funções necessárias ao aprendizado, como a percepção, memória, atenção, capacidade de concentração e abstração, aumentando o número de reprovações escolares. Também provoca diminuição do apetite sexual, que às vezes é substituído pela droga sem que o usuário perceba, e esterilidade temporária. Pode provocar surtos psicóticos.

Portanto, achar que uma dessas drogas faz mais ou menos mal que a outra é questão de opinião pessoal. Na verdade, as duas fazem muito mal.

 

A maconha é droga leve?

A maconha não é a droga "leve" que os seus defensores pretendem que seja. Provoca alterações no contorno das terminações nervosas. É a droga mais desmotivante que existe, e o usuário rapidamente se desinteressa das suas atividades esportivas, não consegue assistir às aulas, trabalhar ou levantar da cama, fica "desencanado". A maconha compromete as funções necessárias ao aprendizado, como a percepção, memória, atenção, capacidade de concentração e abstração, causando um aumento da defasagem da relação série/idade escolar, devido às reprovações, e um aumento do índice de abandono escolar. Também provoca diminuição do apetite sexual, que às vezes é substituído pela droga sem que o usuário perceba, e esterilidade temporária. Pode provocar surtos psicóticos.


A pessoa pode ficar viciada em maconha?

Quem experimenta uma droga e gosta da sensação que a droga lhe proporciona poderá sentir vontade de experimentar mais vezes e viciar-se. Não são todas as pessoas que sentem sensações prazerosas quando experimentam drogas; nesse caso, não se tornam dependentes.


A maconha é a porta de entrada para as outras drogas?

A maconha, assim como qualquer droga, pode ser a porta de entrada para as outras drogas. Quem não aceita experimentar qualquer droga que lhe é oferecida pela primeira vez tem possibilidades maiores de rejeitar as outras drogas que lhe venham a ser oferecidas. Mas o jovem que é receptivo à idéia de experimentar alguma droga, seja álcool, cigarro ou maconha, terá mais receptividade para experimentar outras drogas que venham a lhe oferecer.


O que é adicção?

Originária do latim "addictu", que significa "escravo", "submisso", adicção é uma palavra de uso corrente entre os pacientes e profissionais da área. A adicção pode se desenvolver para alimentos, jogo, leitura, sexo e drogas. Neste caso, é sinônimo de dependência química (inclusive dependência de álcool).


O que é dependência de drogas?

É a necessidade, física e/ou psicológica, da droga. A necessidade pode se manifestar através do desejo de tomar a droga para sentir seus efeitos ou através da incapacidade de sentir prazer (aedonia) sem o seu uso, o que impõe o uso para alívio da insatisfação e faz com que o jovem só consiga se divertir freqüentando barzinhos e danceterias onde são servidas bebidas e só consiga ter amigos que bebem ou usam drogas.

CONTINUA....

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 00h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DROGAS - ( Continuação 2ª Parte )




O que é dependência psicológica?

Ocorre nas dependências de todas as drogas de abuso, exceto nos alucinógenos. É a necessidade de atingir um máximo de sensação de bem-estar. Os critérios de quantificação são subjetivos, ou seja, é uma falsa sensação de bem-estar, e muitas vezes o dependente está visivelmente incapacitado fazer tarefas ou se sociabilizar.


O que é dependência física?

Reflete a adaptação fisiológica do organismo ao uso crônico da substância, de modo que a supressão da mesma provoca o aparecimento de certos sinais e sintomas, chamados síndrome de abstinência.


O que é overdose?

É uma quantidade de droga acima da que o organismo pode tolerar. A velocidade com que uma droga pode ser metabolizada (destruída e eliminada) pelo corpo humano tem um certo limite para cada pessoa, ainda que esta já tenha adaptado o seu corpo à presença da droga (tolerância). O órgão responsável pela maior parte dessa eliminação é o fígado. Quando a quantidade de droga ingerida é maior do que a capacidade de eliminação do organismo, existe um acúmulo, e o excesso de droga pode provocar crises convulsivas repetidas, inchaço do cérebro, estado de coma, parada cardíaca ou parada respiratória. Diz-se então que aquele usuário teve uma ou morreu de uma overdose.

 

O que é tolerância?

É uma adaptação do organismo a doses cada vez maiores da substância, que precisam ser aumentadas para a obtenção dos efeitos desejados. O organismo pode desenvolver tolerância a elevadas doses de algumas substâncias, como álcool e maconha, mas outras, como cocaína e heroína, permitem apenas um certo limite de tolerância. Algumas substâncias podem desenvolver tolerância para outras, é a chamada tolerância cruzada. Por ex.: álcool e tranqüilizantes.


O que é tolerância cruzada?

A adaptação do organismo a doses maiores de uma determinada droga pelo uso da mesma pode torná-lo adaptado a doses maiores de outra droga que tenha a mesma via metabólica. Esse fenômeno é chamado tolerância cruzada.

 

O que é dependência cruzada?

O correto é falar múltipla dependência ou polidependência. Significa que o dependente faz uso de duas ou mais drogas diferentes, lícitas ou ilícitas, indiferentemente.


O que é droga de escolha?

É aquela preferida de um polidependente entre todas as outras que ele usa.


Qual é a droga mais forte?

O conceito de droga forte e droga fraca precisa ser visto com uma certa reserva. Ele é aceitável no que se refere à possibilidade de uma droga matar de overdose, pelo fato de permitir o desenvolvimento de um limite baixo de tolerância ou desta droga comprometer muito acentuadamente a saúde física do usuário. Assim, a heroína o fentanil e o crack podem ser considerados drogas muito fortes.

Mas, se levarmos em consideração a capacidade para o estudo e para o trabalho, a coordenação motora, o vínculo afetivo das relações humanas e muitos outros indicadores de qualidade de vida, vamos ver que algumas drogas inicialmente consideradas leves, como a maconha e o álcool, causam danos pesados aos seus consumidores.


 

O que é o santo-daime?

O santo-daime (ayahuasca) é uma bebida feita de cipó de mariri e da folha de chacrona. É um psicotrópico perturbador da atividade cerebral. A substância ativa dessa bebida é a dimetiltriptamina, que provoca alucinações individuais ou coletivas (percepção de mensagens do espaço sideral ou de seres do centro da Terra), chamadas mirações, e delírios messiânicos no usuário (acredita que é um enviado especial de Deus, ou que tem uma missão superior no universo, ou que harmoniza espiritualmente com a natureza). Há casos de permanência dos efeitos, que, crônicos são a tradução das psicoses.

 

 

 

 

 

 

CONTINUA......

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 00h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DROGAS - ( Continuação 3ª Parte )

 

Por que os jovens usam drogas?

Uma multiplicidade de fatores relevantes para o uso de droga são estudados. A cultura química abraçada pela sociedade faz com que desde pequeno o jovem aprenda com a sua própria família que deverá usar drogas quando crescer. Ele presencia o consumo de bebidas alcoólicas e cigarros que seus familiares usam para se divertir nas reuniões festivas, o uso indiscriminado de analgésicos para tirar dores triviais, de tranqüilizantes para resolver os problemas ou tirar a tristeza e de anfetaminas para emagrecer e ficar bonito. A informação que recebe é de que ainda é muito pequeno para experimentar essas coisas.

Na adolescência, passa por transformações físicas, lida com responsabilidades que antes não lhe eram atribuídas, incorpora as mudanças hormonais e o surgimento da sexualidade adulta, sente o desejo e o medo dos relacionamentos amorosos, inicia-se a luta entre a dependência e a independência, começa o afastamento da família e uma maior aproximação do grupo, sofre influência e pressão dos amigos, tem dificuldade de dizer não e tende a seguir as regras do grupo.

Além desses, existem outros fatores relevantes para o experimento e continuidade do uso de drogas, como: hereditariedade, aceitação, necessidade de novas descobertas, curiosidade, desafio aos perigos, contestação, depressão, insatisfação, frustração, rejeição, solidão e insegurança.

 

Quanto tempo precisa usar droga para ficar viciado?

Isto é variável pela própria natureza da pessoa e pelo o grau de afinidade que o ser humano tem com cada droga. Se a afinidade for elevada, como na heroína e no crack, o poder viciante da droga é alto e somente uma dose já pode viciar. A maconha também pode viciar em poucas semanas. O álcool, apesar de levar rapidamente a mudanças de comportamento e ao comprometimento da qualidade de vida, demora anos para viciar.


O que posso fazer para ajudar um amigo que usa drogas?

As maneiras de ajudar vão desde assumirmos uma ética distante das drogas, deixando claro que não as consumimos e nem pretendemos fazê-lo, até convencê-lo de que deve procurar ajuda de seus pais.

Podemos ouvi-lo para saber se ele tem algum problema que possamos ajudar a resolver.

Podemos, com o auxílio de outros amigos que não usem drogas (lícitas ou ilícitas), tentar mantê-lo por perto, convidando-o para os programas e divertimentos da turma, estimulando para esportes, teatro, cinema, etc.

Quando ele estiver fora do efeito das drogas, podemos falar sobre as situações inconvenientes que ele cria quando consome e como é difícil relacionar-se com ele nessas horas.

Podemos sugerir que ele procure grupos de apoio de jovens que já consumiram drogas e pararam, do tipo Narcóticos Anônimos, para que ele aprenda um pouco mais sobre o problema.

Tudo isto deve ser feito sem que estejamos muito expostos aos riscos que as drogas do nosso amigo trazem para ele e para todos nós. Nesse caso, devemos nos aconselhar com outras pessoas mais maduras e conhecedoras do problema.


Não é preconceito dizer que alguém que usa drogas acaba roubando?

Nem sempre o usuário de drogas vai terminar roubando, mesmo porque alguns deles são herdeiros de grandes fortunas e já têm acesso a elas. Porém, é compreensível que as pessoas pensem desta maneira porque é reconhecido mundialmente o fato de que o consumo de drogas aumenta a criminalidade.

É comum em nossas vidas e em nosso trabalho convivermos com jovens pertencentes a famílias ricas que acabam entrando no crime após iniciarem o uso de drogas.

Sistematicamente, a mídia vem divulgando ocorrências de assaltos em casas de condomínios com famílias de altíssimo poder aquisitivo e com fortes sistemas de segurança, cujos autores são os usuários de drogas filhos de moradores do próprio condomínio, que se aproveitam do conhecimento que têm sobre a rotina de seus vizinhos para executá-los.

 

Não é preconceito dizer que alguém que usa drogas é mais agressivo?

O consumo de drogas e o aumento da criminalidade e da violência são diretamente proporcionais. Há relatos de que o risco de sofrer algum tipo de violência é 14 vezes maior para os que moram com usuários de drogas (lícitas ou ilícitas) do que para aqueles que moram somente com não usuários. Assim, também é compreensível que este tipo de associação seja feito por algumas pessoas.

Eles ficam agressivos tanto pelo efeito de algumas drogas quanto pela falta que sentem quando não as têm.

 

Se a gestante usa drogas durante a gravidez, pode causar problemas para a criança?

Muito mais que a mãe, o feto está sujeito às conseqüências do consumo de drogas (lícitas ou ilícitas) durante a gravidez. Muitas vezes a mãe já desenvolveu tolerância, mas o feto que não teve nenhum contato anterior com a droga, não está acostumado e é muito mais vulnerável ao contato.

Até mesmo as pequenas doses podem ser lesivas, já que a relação entre o tamanho e peso da mãe e do feto são proporcionalmente desfavoráveis a ele.

Os problemas começam por diminuição do peso e altura do feto em relação à idade gestacional, queda da resistência a doenças e, no caso de drogas que causam dependência física, pode chegar à morte da criança por síndrome de abstinência fetal, após o parto.

Logo após o nascimento, observa-se um aumento da inquietação, irritabilidade, choro excessivo é descoordenação motora entre os filhos de mães consumidoras de drogas.

Ocorre uma incidência maior de casos de retardo no desenvolvimento motor e mental desses filhos.

Há relatos de maior dificuldade no aprendizado dos filhos de mães consumidoras por comprometimento das funções psíquicas necessárias ao mesmo.


Como posso saber se meu filho usa drogas?

De repente ele começa a ter uma vida conturbada por problemas emocionais, escolares, profissionais ou financeiros. Esses são indicadores que merecem ser analisados. Também podemos observar outros sinais sugestivos de consumo de drogas.

·                     Olhos vermelhos - o álcool, a maconha, a cocaína, a cola e o éter provocam vermelhidão nos olhos.

·                     Dedos amarelos - provocado pelo cigarro de maconha que o jovem fuma até o final.

·                     Irritação e agressividade - qualquer observação dos pais desencadeia nele uma crise de agressividade.

·                     Afastamento - não convive mais com os familiares, entra em casa e vai direto para o quarto.

·                     Amigos esquisitos - deixa de andar com os velhos amigos e arruma amigos que usam drogas, bebem e se vestem de forma extravagante.

·                     Venda de objetos estimados - vende o tênis preferido, o casaco, o skate, o som, etc., tudo para poder pagar a droga.

·                     Mudanças de horário - chega cada vez mais tarde e acorda tarde também.

·                     Desmotivação - quer dormir durante o dia, começa a faltar nas aulas, pára os cursos paralelos e de praticar esportes, se desinteressa de tudo.

·                     Furto de pequenos objetos - jóias da mãe, dinheiro, aparelhos domésticos, etc.

·                     Problemas com a polícia - podem ocorrer prisões, detenções e processos.

·                     O jovem deve ser melhor observado quando apresentar esses sinais para que se tenha certeza. Isto tanto pode ser uma rápida crise de adolescência como também pode significar o desenvolvimento de alguma doença psiquiátrica.

 

CONTINUA.....

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 00h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DROGAS - ( Continuação 4ª Parte )

O que devo fazer se o meu filho estiver usando drogas?

 

Inicialmente você deve conversar muito com ele. Se puder, pare uns dias para ouvi-lo, dar-lhe mais atenção e reverem juntos os valores familiares e o seu posicionamento em relação às drogas.

Acompanhe de perto as suas atividades escolares, esportivas e sociais. Verifique se estão se mantendo em alta. Caso contrário, procure saber sobre seus amigos e estreite os contatos com a escola para manter-se informado em relação à sua freqüência e aproveitamento.

 

Deve-se controlar melhor o dinheiro, onde e com o que ele o gasta?

Procure ajuda de outros pais que estão passando pelo mesmo problema através de grupos de apoio para pais e familiares de dependentes de drogas, como os grupos de Amorexigente e Naranon. Nesses grupos você poderá conhecer as diversas alternativas já adotadas por eles e sobre os possíveis resultados de cada escolha.

Procure ajuda de profissionais especializados em tratamento de dependentes de drogas, sempre buscando saber antecipadamente se a abordagem adotada pelo profissional e o modelo de tratamento proposto estão de acordo com as suas expectativas.

A ajuda dos profissionais pode ser tanto para o seu filho dependente de drogas quanto para você mesmo.


Como posso saber se meu filho já é um dependente?

A dependência está estabelecida quando o seu filho começa a apresentar problemas de saúde relacionados com o consumo, ou a comprometer as suas atividades escolares, profissionais, esportivas, sociais e sentimentais, ou a apresentar alterações de comportamento e, ainda assim, insistir em consumir drogas, defender o seu "direito" de fazê-lo ou ainda tentar parar e experimentar sucessivos fracassos.

A ajuda dos profissionais pode ser tanto para o seu filho dependente de drogas quanto para você mesmo.

 

Podemos internar um usuário de drogas mesmo que ele seja contra o tratamento?

Os usuários de drogas raramente acham que precisam de ajuda, eles pensam que têm pleno controle sobre a droga e suas conseqüências, ainda que às vezes os problemas estejam incontroláveis. Nesta situação, quando há risco de vida para ele ou para os que convivem com ele, ou risco de prisão devido a comportamento anti-social ou delinqüente, a internação compulsória pode ser ultimada.

Os recursos disponíveis para essas internações estão na rede privada de hospitais e clínicas psiquiátricas. É necessário um estudo dos preços das clínicas preparadas para esse tipo de atendimento e também da equipe terapêutica que o acompanhará.

É importantíssimo o conhecimento prévio do especialista responsável pelo atendimento, do modelo de atendimento, previsão do tempo de duração do tratamento e quais as expectativas de resultados.

Preferivelmente, durante a internação psiquiátrica, deve ser feito um trabalho de persuasão para que o paciente dê continuidade ao tratamento em comunidade especializada no tratamento de farmacodependentes ou conforme o especialista responsável determinar.

 

Qual é o percentual de pessoas que se recuperam com um tratamento?

Os percentuais de recuperação são variáveis de acordo com o grau de evolução da doença, com o nível sociocultural do paciente, com o modelo de tratamento ou associação de modelos utilizados. Todas essas circunstâncias fazem os índices de recuperação variarem desde números elevados até muito baixos. De qualquer forma, todos os tratamentos são válidos para que o farmacodependente não seja deixado à própria sorte.

Consultoria técnica científica do Dr. Jorge Cesar Gomes de Figueiredo, psiquiatra, diretor da Clínica Vitória, Centro de Recuperação de Farmacodependências, Embu/SP

 

Álcool


Sensações provocadas pelo álcool

Pela sua ação depressora sobre os centros inibitórios do cérebro, o álcool é um desinibidor por excelência. Algumas pessoas relatam que, quando bebem têm a sensação de que são mais cultas, inteligentes, simpáticas, bonitas, ricas e sensuais, uma ou várias sensações combinadas. Se a pessoa tem tendência para desenvolver alcoolismo, sem perceber, passará a buscar mais vezes essas sensações.

Danos causados pelo álcool

O álcool é a mais consumida de todas as drogas. Atinge todos os tecidos do organismo e provoca 350 desordens físicas e psíquicas. O desenvolvimento da doença é lento, quando comparado com as outras drogas. Nos estágios iniciais, as perdas são mais sutis e não são associadas ao consumo de bebidas, que aparenta ser social. Normalmente se restringem a comprometimento dos mecanismos de aprendizado, como a percepção, memória, atenção e capacidade de concentração, com queda do aproveitamento escolar, e a alterações de comportamento que podem ser entendidas como coisas da juventude. As perdas, assim como com as outras drogas, vão se intensificando com a evolução das fases e comprometem o relacionamento familiar e a atividade escolar ou profissional. Surgem os problemas financeiros, clínicos, psicológicos, psiquiátricos, sociais, morais e legais.

 

Chá de lírio


Sensações provocadas pelo chá de lírio

Provoca alucinações visuais.

 

Cogumelos


Sensações provocadas pelos cogumelos

Cogumelos (chá de cogumelo - Psilocibina) retirado dos cogumelos selvagens que no Brasil crescem no estrume fresco do gado em noites úmidas, colhidos pela manhã. São ingeridos ao natural ou após fervura, formando-se uma beberagem, ou ainda com sucos de fruta ou com bebidas alcoólicas. Provocam alucinações visuais.

Ecstasy


A droga foi sintetizada pela Merck alemã no início do século e foi usada como moderador de apetite durante várias décadas. Chegou recentemente ao Brasil, quando já estava proibida nos EUA, por causar forte dependência. É uma associação de anfetamina, LSD e cafeína, MetileneDioxiMetAnfetamina (MDMA).

Sensações provocadas pelo ecstasy

É usado em discotecas, e a sensação descrita pelos usuários é de que a droga é estimulante e afrodisíaca, causa erotização e provoca alucinações. Eles se sentem leves, soltos e dispostos a dançar a noite toda.

Danos causados pelo ecstasy

Provoca aumento da temperatura, que pode chegar a 42 graus, com abundante sudorese, que provoca distúrbios hídricos e minerais e necessidade de ingerir líquidos. São freqüentes os casos de morte. Diminui a potência sexual no homem.

LSD


Sensações provocadas pelo LSD

LSD (Lyserg Sarue Diethylamid) provoca alucinações. As alterações da percepção ocorrem nos níveis visual, auditivo, gustativo e táctil. As alucinações visuais podem ter as cores e formas psicodélicas.

Danos causados pelos alucinógenos

Reações de pânico com sensação de deformação do corpo e de objetos. As alucinações manifestas durante a "viagem" podem se repetir em fragmentos até anos após o experimento: são os chamados "flash backs". As alucinações podem perdurar durante semanas, num quadro similar ao psicótico. Pode ocorrer distúrbio psicótico crônico.

Mescalina


Sensações provocadas pela mescalina

A mescalina é obtida a partir do cáctus peyote, encontrado no México e no sul dos EUA. Efeitos bem parecidos com os do LSD.

Santo Daime


Sensações provocadas pelo Santo-daime

Provoca alucinações visuais auditivas e tácteis, que podem ter um caráter místico de comunicação transcendental, que a seita chama de "mirações". O usuário pode ter a sensação de estar levitando.

Danos causados pelo Santo-daime

Permanência de delírios místicos messiânicos. Pode ocorrer distúrbio psicótico crônico.

Barbitúricos

Sensações provocadas pelos barbitúricos

O usuário sente sonolência, desligamento e um amortecimento, como se estivesse anestesiado. Pode ocorrer reação paradoxal, com excitação psicomotora.

Danos causados pelos barbitúricos

Pode ocorrer depressão do sistema nervoso central a ponto de haver parada cardíaca e respiratória. Causam dependência física e síndrome de abstinência com convulsões, quando retirados.

 

 

CONTINUA.....

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 00h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

18/09/2010


DROGAS - ( Continuação 5ª Parte )

 

Cigarro


Sensações provocadas pelo cigarro

O fumante tem uma sensação de aumento da capacidade de aprendizado. O significado da nicotina para o fumante é sutil e imperativo, está ligado a uma necessidade de segurança e manutenção da auto-estima. É a nicotina que causa a dependência.

Danos causados pelo cigarro

Além da nicotina, a queima do tabaco libera partículas de benzopireno (que é o principal agente cancerígeno do fumo), alcatrão, amônia, monóxido de carbono, metais (como cádmio, arsênico e ouro) e mais centenas de substâncias nocivas ao organismo. O fumante tem maiores probabilidades de apresentar doenças do aparelho respiratório como asma, bronquite crônica e enfisema pulmonar; cardiovasculares, como a aterosclerose, trombose coronária, ataque cardíaco, problemas circulatórios e gangrena; psicológicos como a ansiedade, insônia e depressão; males como diminuição do desempenho sexual e da fertilidade; câncer de laringe, pulmão, boca, esôfago, bexiga e pâncreas. Na gravidez, pode causar danos ao feto.

Cocaína


Sensações provocadas pela cocaína

A cocaína provoca excitação psíquica, e o usuário tem a sensação de que é forte, poderoso, invulnerável, influente e importante, de que pode tudo. Depois de algum tempo de uso, começa a achar que está sendo perseguido e espionado.

Danos causados pela cocaína

A cocaína é um poderoso psico-estimulante. Provoca insônia, excitação psico motora constante, acentuada perda de autocrítica e agressividade. Quando injetada ou fumada, as conseqüências psicológicas são mais acentuadas. A cocaína é uma substância vasoconstritora e, freqüentemente, causa problemas arteriais e venosos, como tromboses. O mais comum é a necrose de tecidos do septo nasal e do palato, devido à vasoconstrição local, formando uma cavidade única no nariz. Às vezes, nariz e boca formam uma só cavidade. A overdose provoca convulsões, coma e morte.

Crack


Sensações provocadas pelo crack

Por atingir o cérebro em questão de segundos, provoca as alterações bioquímicas e os efeitos da cocaína mais rapidamente.
O nome "crack" surgiu do som que é produzido quando a pedra de coca está sendo queimada.
A cocaína fumável surgiu na Colômbia, no final da década de 70, quando os usuários começaram a fumar o bazuco, isto é, os restos do refino, que contêm substâncias corrosivas, como ácido sulfúrico e acetona. Depois, a pasta de cocaína começou ser fumada misturada com maconha, nos EUA e na Amazônia. Mais tarde começaram a ser produzidas as pedras de crack, um precipitado de cocaína com bicarbonato aquecidos em água.
A droga é introduzida no organismo através da absorção em toda a mucosa respiratória, fumada com tabaco ou cachimbos improvisados com caneta esferográfica, embalagens de produtos alimentícios, isqueiros de plástico, etc. Ao se fumar uma pedra de crack, a cocaína se volatiliza e entra no organismo sob a forma de vapor, ganhando a circulação sangüínea.
Quando a cocaína é introduzida no organismo através da mucosa do nariz, sua absorção se faz por uma superfície de 2 ou 3 centímetros quadrados. Sendo a mucosa do aparelho respiratório muito mais extensa que a mucosa nasal, a absorção é muito rápida e uma grande quantidade de droga atinge o cérebro em questão de segundos, como ocorre no uso por injeção endovenosa, e o usuário fica dependente mais rapidamente. Além disso, são mais freqüentes as overdoses. A cocaína fumada, o crack, assim como a injetada, é muito mais potente que a cocaína aspirada, atingindo o máximo em 15 segundos, enquanto a aspirada leva cerca de 15 minutos, além de desaparecer mais rápido, deixando uma forte vontade de usar mais, fazendo com que uma pessoa fique até vários dias seguidos usando a droga.


Danos causados pelo crack

O crack provoca os mesmos danos que a cocaína aspirada, porém, devido ao seu avassalador poder desestruturador da personalidade, age em prazo muito curto e em maior intensidade. Insônia, agitação psicomotora, agressividade, emagrecimento, perda da autocrítica e da moral, dificuldades para estabelecer relações afetivas, psicoses, comportamento excessivamente anti-social marginalidade e prostituição. Lesões do tracto respiratório.

Maconha/Hashish


Sensações provocadas pela maconha/haxixe

A maconha tem um efeito relaxante, causando uma sensação de liberdade total. Provoca uma sensação de falsa sabedoria, dando a impressão de que só o usuário e sua turma sabem sobre todas as coisas do mundo. Pode gerar euforia e hilaridade, fazendo com que se ache qualquer coisa engraçada e além de perda do sentido de tempo, despersonalização e pânico. (OMS, 1997)

Danos provocados pela maconha/haxixe

Estudos em animais mostraram alterações morfológicas nas sinapses, além de perda neuronal no hipocampo. É a droga mais desmotivante que existe, e o usuário não consegue assistir às aulas, trabalhar ou levantar da cama, ficando "desencanado". Provoca um déficit na atenção auditiva, isto é, tem-se a impressão de que o usuário ouve mas não ouve. Compromete as funções necessárias ao aprendizado, como a percepção, memória, atenção, capacidade de concentração e os processos associativos, com danos sutis à organização e integração de informação complexa. Pode provocar surtos psicóticos e aumento do risco de acidentes. Também provoca diminuição do apetite sexual (que às vezes é substituído pela droga sem que o usuário perceba) e esterilidade temporária. Danos na traquéia e brônquios. (OMS, 1997)

 

Moderadores de apetite


Sensações provocadas pelos moderadores de apetite

Além do emagrecimento que já é esperado, os usuários têm sensações semelhantes às provocadas pela cocaína: excitação psíquica, euforia, insônia e coragem para enfrentar os obstáculos.

Danos causados pelos moderadores de apetite

Os usuários podem apresentar inquietação, surtos de depressão, angústia e psicoses. Aceleração persistente dos batimentos cardíacos e aumento do volume do coração.

Inalantes

Sensações provocadas pelos inalantes

O usuário sente euforia em cerca de 30 minutos, excitação psíquica, aumento da coragem e hilaridade.

Danos causados pelos inalantes

O uso contínuo pode levar à intoxicação grave, arritmias, morte por parada cardíaca, e sintomas como zumbido nos ouvidos, irritação ocular, visão dupla, espirros, tosse, vômitos, diarréia, lesões neurológicas e queda das condições intelectuais.

Tranqüilizantes

Sensações provocadas pelos tranqüilizantes

Sensação de leveza, paz e tranqüilidade, de que todos os problemas estão resolvidos e sob controle.

Danos causados pelos tranqüilizantes

O usuário pode ter diminuição da vigília e da capacidade de discernimento, euforia, memória prejudicada, comportamento bizarro, lentidão de reflexos e desinteresse sexual. A intoxicação aguda pode culminar com choque, coma, depressão respiratória e morte. Causam forte dependência, e os sintomas de abstinência são severos e prolongados. A retirada de tranqüilizantes pode provocar irritabilidade, ansiedade, agitação, mudanças bruscas de humor, contrações musculares, vômitos, suores, cólicas abdominais, insônia, timidez, tremores, convulsões e delírios.

Xaropes

Sensações provocadas pelos xaropes

Os xaropes contêm codeína (derivado do ópio) ou ziprepol, que é de alta toxicidade e proibido no Brasil. São narcóticos sintetizados que provocam uma sonolência em que a pessoa se sente meio aérea e flutuando, relaxamento e sensação de analgesia e amortecimento.

Danos causados pelos xaropes

Causam náuseas e convulsões, pode ocorrer morte por overdose. Causam dependência física e psíquica.

Depoimento De Um Pai

"Se no passado, antes do problema acontecer, nós tivéssemos um relacionamento mais aberto, talvez fosse uma forma dele não ter usado, talvez tivesse tomado conhecimento sem experimentar, sem usar.
O importante é os pais terem conversas muito abertas com os filhos, sobre qualquer assunto: sobre sexo, sobre drogas, doenças venéreas, etc., coisas com que convivemos todos os dias. Se nos privarmos de conversarmos com nossos filhos sobre essas coisas em casa, onde eles receberiam uma orientação sadia, eles vão ter essa orientação na rua, só que distorcida. As feridas nos ajudam a evoluir um pouco, a crescer. Se eu também tivesse um pouco mais de conhecimento sobre a droga, sobre os efeitos e as reações que a droga provoca, talvez eu estivesse muito mais próximo dele não ter entrado na droga como ele entrou. Em relação ao comportamento, hoje eu posso dizer que estava vendo e não percebia, porque, como nós não temos conhecimento sobre o uso de drogas, sobre os efeitos, nós não percebemos como as drogas funcionam nos jovens.
Depois do tratamento dele, do acompanhamento que nós fizemos durante todo o processo de tratamento e da convivência com profissionais da área é que nós conhecemos o que é a droga, como ela funciona no adolescente, que deixa todas as suas atividades de lado, passa a ser tranqüilo, não discordar e não questionar nada, havendo um acomodamento da família para que não se chegue aonde está o problema real dele."

 

 

DIGA   NÃO  AS  DROGAS  !

NÃO  PERMITA QUE  SEU  FILHO SEJA ADOTADO POR UM TRAFICANTE !

Fonte: http://grupoaugusto.sites.uol.com.br

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 23h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O que são Pontos Cantados

O que são Pontos Cantados

 

Pontos Cantados

 

OS PONTOS CANTADOS SÃO PRECES OU INVOCAÇÕES DAS FALANGES, SÃO USADOS PARA CHAMAR AS FALANGES, PARA QUE PARTICIPEM DAS ACTIVIDADES RITUALÍSTICAS NO TERREIRO. A HARMONIA DOS SONS É EXTREMAMENTE IMPORTANTE, POIS DESTA FORMA É GERADA UMA VIBRAÇÃO QUE VAI FACILITAR A VINDA DAS ENTIDADES, PARA QUE ESTAS VENHAM DAR A LUZ QUE É NECESSÁRIA PARA OS TRABALHOS ALI REALIZADOS.

 

POR ISSO MESMO OS PONTOS CANTADOS SÃO CONSIDERADOS UMAS DAS MAIORES FORÇAS MÁGICAS DA UMBANDA.

 

Tipos de Pontos:

 

·         Pontos de Louvação

Geralmente no inicio da sessão quando são homenageados todos os Orixás e linhas auxiliares que trabalham, em geral são os do Pai ou Mãe no Santo.

 

·         Pontos de Segurança

Geralmente logo após a abertura seguem-se os pontos de Firmeza e de Segurança. Ex: Santo António de batalha, faz de mim batalhador, corre gira a Pomba Gira, Tranca e Marabô (Bis) lá na Porteira coloquei meu Sentinela, coloquei Exú…., tomando conta da Cancela.

 

·         Pontos de Chamada

São aqueles que iniciam logo depois da Firmeza e Segurança, é a Chamada da Falange que vai trabalhar naquela Gira, Ex.: Tambor, tambor, vai buscar quem mora longe, (Bis)

Xangô lá na pedreira, Ogum no Humaitá, Oxóssi lá na mata e Iemanjá no fundo do mar.

 

·         Pontos de Trabalho

São pontos especiais cantados durante a sessão, mais usados em Trabalhos específicos, como por exemplo o Descarrego.

 

·         Pontos de Partida

São os Pontos que após os Trabalhos, chamam a falange que trabalhou para partir. Ex; Cambono, Olha que Exú vai ao ló

Ele vai, ele vai, Ele vai numa gira só.

 

·         Pontos de Encerramento da Gira

São os Pontos de agradecimento a Jesus, a Deus e aos Protetores do Terreiro, pela sua proteção nos Trabalhos decorridos enquanto regressam as suas residências.




Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 14h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

História do Hino da Umbanda Original

História do Hino da Umbanda Original

 

Reflectiu a luz divina

Com todo seu esplendor

É do reino de Oxalá

Onde há paz e amor.

Luz que reflectiu na terra

Luz que reflectiu no mar

Luz que veio, de Aruanda

Para tudo iluminar.

A Umbanda é paz e amor

É um mundo cheio de luz

É a força que nos dá vida

E a grandeza nos conduz.

Avante filhos de fé,

Como a nossa lei não há,

Levando ao mundo inteiro

A Bandeira de Oxalá !

Levando ao mundo inteiro

A Bandeira de Oxalá !

 

 

Muitos já ouviram ou cantaram o Hino da Umbanda, um hino que fala de Paz e de Amor, este Hino faz com que todos nós fiquemos arrepiados de emoção sempre que é cantado.

Agora o que muitos Umbandistas não sabem, é que o Hino da Umbanda foi composto na década de 60, por um cego, que em busca da sua cura foi procurar a ajuda do Caboclo das Sete Encruzilhadas. Embora não tenha conseguido a cura por ser sua cegueira cármica, apaixonou-se pela religião e criou o hino da Umbanda, foi a sua forma de mostrar que poderia ver o mundo e nossa religião de outra maneira. Apresentou o hino ao Caboclo das Sete Encruzilhadas que gostou tanto que resolveu apresenta-lo como Hino da Umbanda, o qual em 1961, no 2º Congresso de Umbanda, presidido pelo Sr. Henrique Landi, foi oficializado para todo Brasil.


SOBRE O COMPOSITOR
José Manuel Alves

J. M. Alves o compositor do Hino, nasceu em 05/08/1907 em Monção, Portugal, dos 12 aos 22 anos tocou clarinete na Banda Tangilense, na sua cidade natal. Em 1929, veio para o Brasil, residindo no interior do estado de São Paulo. No mesmo ano, mudou-se para a capital Paulista, ingressando na Banda da Força Pública, onde ocupou vários postos, aposentando-se como capitão. Ao longo da sua carreira compôs diversas músicas, as quais foram gravadas por grandes interpretes da música brasileira como: Irmãs Galvão, Osni Silva, Ênio Santos, Grupo Piratininga, Carlos Antunes, Carlos Gonzaga e até a Banda da Força Pública de São Paulo que gravou a marcha “Pela Pátria”.

Para a Umbanda, e para vários Terreiros compôs diversos pontos gravados por diversos intérpretes, como por exemplo, “Saravá Banda” gravado em 1961 por Otávio de Barros,Prece a Mamãe Oxum” gravado em 1962 pela cantora Maria do Carmo. Alguns pontos cantados compostos por J.M. Alves: “Pombinha branca” (com Reinaldo Santos), “Ponto de Abertura” (com Terezinha de Souza e Vera Dias), “Ponto dos Caboclos”,Prata da Casa”, “Prece a Mamãe Oxum”, “Xangô Rolou a Pedra”, “Xangô, Rei da Pedreira”,São Jorge Guerreiro”, “Saravá Oxóssi”, “Homenagem à Mãe Menininha” (c/ Ariovaldo Pires), Saudação aos Orixás, além do Hino da Umbanda.

  

IMPORTANTE SABER:

DEVEMOS ESTAR COM A MÃO DIREITA NO PEITO ENQUANTO CANTAMOS O HINO

Pois é o sinal de amor e respeito que devemos ter pela religião.

 

 

 

 

de http://umbandaxe.blogspot.com Paulo de Ogum

 



Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 14h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

" UMBANDA E ESPIRITISMO "

"U M B A N D A 

E

E S P I R I T I S M O" ......



"E S P I R I T I S M O 



UMBANDA" !!


" U N I Ã O    S E M    F U S Ã O ""




" D I S T I N Ç Ã O     S E M     S E P A R A Ç Ã O ''


Isaias Pintto Hernanndes - Médium Dirigente

Congá Sagrado Pai Serafim do Congo - 

Cacique Pena Branca e Ogum de Ronda

*****************************

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 13h51
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

17/09/2010


POVO CIGANO NA UMBANDA

 

   

Isaias Pintto Hernanndes - 

Espírito Cigano


POVO  CIGANO  NA  UMBANDA



Esta linha de trabalhos espirituais já é muito antiga dentro da Umbanda, e “carregam as falanges ciganas juntamente com as falanges orientais uma importância muito elevada, sendo cultuadas por todo um seguimento espírita e que se explica por suas próprias razões, elegendo a prioridade de trabalho dentro da ordem natural das coisas em suas próprias tendências e especialidades.

Assim, numerosas correntes ciganas estão a serviço do mundo imaterial e carregam como seus sustentadores e dirigentes aqueles espíritos mais evoluídos e antigos dentro da ordem de aprendizado, confundindo-se muitas vezes pela repetição dos nomes comuns apresentados para melhor reconhecimento, preservando os costumes como forma de trabalho e respeito, facilitando a possibilidade de ampliar suas correntes com seus companheiros desencarnados e que buscam no universo astral seu paradeiro, como ocorre com todas as outras correntes do espaço.

O povo cigano designado ao encarne na Terra, através dos tempos e de todo o trabalho desenvolvido até então, conseguiu conquistar um lugar de razoável importância dentro deste contexto espiritual, tendo muitos deles alçado a graça de seguirem para outros espaços de maior evolução espiritual, juntamente com outros grupos de espíritos, também de longa data de reencarnações repetidas na Terra e de grande contribuição, caridade e aprendizado no plano imaterial.

A argumentação de que espíritos ciganos não deveriam falar por não ciganos ou por médiuns não ciganos e que se assim o fizessem deveriam faze-lo no idioma próprio de seu povo, é totalmente descabida e está em desarranjo total com os ensinamentos da espiritualidade sua doutrina evangélica, até as impossíveis limitações que se pretende implantar com essa afirmação na evolução do espírito humano e na lei de causa e efeito, pretendendo alterar a obra divina do Criador e da justiça divina como se possível fosse, pretendendo questionar os desígnios da criação e carregar para o universo espiritual nossas diminutas limitações e desinformação, fato que nos levaria a inviabilização doutrinária. Bem como a eleger nossa estada na Terra como mera passagem e de grande prepotência discriminatória, destituindo lamentavelmente de legitimidade as obras divinas.

Outrossim, mantêm-se as falanges ciganas, tanto quanto todas as outras, organizadas dentro dos quadros ocidentais e dos mistérios que não nos é possível relatar. Obras existem, que dão conta de suas atuações dentro de seu plano de trabalho, chegando mesmo a divulgar passagens de suas encarnações terrenas. Agem no plano da saúde, do amor e do conhecimento, suportam princípios magísticos e tem um tratamento todo especial e diferenciado de outras correntes e falanges.

Ao contrário do que se pensa os espíritos ciganos reinam em suas correntes preferencialmente dentro do plano da luz e positivo, não trabalhando a serviço do mau e trazendo uma contribuição inesgotável aos homens e aos seus pares, claro que dentro do critério de merecimento, tanto quanto qualquer outro espírito teremos aqueles que não agem dentro desse contexto e se encontram espalhados pela escuridão e a seus serviços, por não serem diferentes de nenhum outro espírito humano.

Trabalham preferencialmente na vibração da direita e aqueles que trabalham na vibração da esquerda, não são os mesmo espíritos de ex ciganos, que mantêm-se na direita, como não poderia deixar de ser, e, ostentam a condição de Guardiões e Guardiãs. O que existe são os Exus ciganos e as Moças ciganas, que são verdadeiros Guardiões à serviço da luz nas trevas, como todo Guardião e Guardiã dentro de seus reinos de atuação, cada um com seu próprio nome de identificação dentro do nome de força coletivo, trabalhando na atuação do plano negativo à serviço da justiça divina, com suas falanges e trabalhadores, levando seus nomes de mistérios coletivos e individuais de identificação, assunto este que levaria uma obra inteira para se abordar e não se esgotaria.

Contudo, encontramos no plano positivo falanges diversas chefiadas por ciganos diversos em planos de atuação diversos, porém, o tratamento religioso não se difere muito e se mantêm dentro de algumas características gerais. Imenso é o número de espíritos ciganos que alcançaram lugar de destaque no plano espiritual e são responsáveis pela regência e atuação em mistérios do plano de luz e seus serviços, carregando a mística de seu povo como característica e identificação.

Dentro os mais conhecidos, podemos citar os ciganos Pablo, Wlademir, Ramirez, Juan, Pedrovick, Artemio, Hiago, Igor, Vitor e tantos outros, da mesma forma as ciganas, como Esmeralda, Carme, Salomé, Carmensita, Rosita, Madalena, Yasmin, Maria Dolores, Zaira, Sunakana, Sulamita, Wlavira, Iiarin, Sarita e muitas outras também. É imprescindível que se afirme que na ordem elencada dos nomes não existe hierarquia, apenas lembrança e critério de notoriedade, sem contudo, contrariar a notoriedade de todos os outros ciganos e ciganas, que são muitos e com o mesmo valor e importância.

Por sua própria razão diferenciada, também diferenciado como dissemos é a forma de cultuá-los, sem pretender em tempo algum estabelecer regras ou esgotar o assunto, o que jamais foi nossa pretensão, mesmo porque não possuímos conhecimento de para tanto. A razão é que a respeito sofremos de uma carência muito grande de informação sobre o assunto e a intenção é dividir o que conseguimos aprender a respeito deste seguimento e tratamento. Somos sabedores que muitas outras forças também existem e o que passamos neste trabalho são maneiras simples a respeito, sem entrar em fundamentos mais aprofundados, o que é bom deixar induvidosamente claro.

É importante que se esclareça, que a vinculação vibratória é de axé dos espíritos ciganos, tem relação estreita com as cores estilizadas no culto e também com os incensos, pratica muito utilizada entre ciganos. Os ciganos usam muitas cores em seus trabalhos, mas cada cigano tem sua cor de vibração no plano espiritual e uma outra cor de identificação é utilizada para velas em seu louvor. Uma das cores, a de vinculação raramente se torna conhecida, mas a de trabalho deve sempre ser conhecida para prática votiva das velas, roupas, etc.

Os incensos são sempre utilizados em seus trabalhos e de acordo com o que se pretende fazer ou alcançar.

Para o cigano de trabalho se possível deve-se manter um altar separado do altar geral, o que não quer dizer que não se possa cultua-lo no altar normal. Devendo esse altar manter sua imagem, o incenso apropriado, uma taça com água e outra com vinho, mantendo a pedra da cor de preferencia do cigano em um suporte de alumínio, fazendo oferendas periódicas para ciganos, mantendo-o iluminado sempre com vela branca e outra da cor referenciada. Da mesma forma quando se tratar de ciganas, apenas alterando a bebida para licor doce. E sempre que possível derramar algumas gotas de azeite doce na pedra, deixando por três dias e depois limpá-la.

Os espíritos ciganos gostam muito de festas e todas elas devem acontecer com bastante fruta, todas que não levem espinhos de qualquer espécie, podendo se encher jarras de vinho tinto com um pouco de mel. Podendo ainda fatiar pães do tipo broa, passando em um de seus lados molho de tomate com algumas pitadas de sal e leva-los ao forno, por alguns minutos, muitas flores silvestres, rosas, velas de todas as cores e se possível incenso de lótus.

As saias das ciganas são sempre muito coloridas e o baralho, o espelho, o punhal, os dados, os cristais, a dança e a música, moedas, medalhas, são sempre instrumentos magísticos de trabalho dos ciganos em geral. Os ciganos trabalham com seus encantamentos e magias e os fazem por força de seus próprios mistérios, olhando por dentro das pessoas e dos seus olhos.

Uma das lendas ciganas, diz que existia um povo que vivia nas profundezas da terra, com a obrigação de estar na escuridão, sem conhecer a liberdade e a beleza. Um dia alguém resolveu sair e ousou subir às alturas

e descobriu o mundo da luz e suas belezas. Feliz, festejou, mas ao mesmo tempo ficou atormentado e preocupado em dar conta de sua lealdade para com seu povo, retornou à escuridão e contou o que aconteceu. Foi então reprovado e orientado que lá era o lugar do seu povo e dele também. Contudo, aquele fato gerou um inconformismo em todos eles e acreditando merecerem a luz e viver bem, foram aos pés de Deus e pediram a subida ao mundo dos livres, da beleza e da natureza. Deus então, preocupado em atende-los, concedeu e concordou com o pedido, determinando então, que poderiam subir à luz e viver com toda liberdade, mas não possuiriam terra e nem poder e em troca concedia-lhes o Dom da adivinhação, para que pudessem ver o futuro das pessoas e aconselhá-las para o bem.

É muito comum usar-se em trabalhos ciganos moedas antigas, fitas de todas as cores, folha de sândalo, punhal, raiz de violeta, cristal, lenços coloridos, folha de tabaco, tacho de cobre, de alumínio, cestas de vime, pedras coloridas, areia de rio, vinho, perfumes e escolher datas certas em dias especiais sob a regência das diversas fases da Lua…”

Assim como muitos grupos e massas coletivas são colocados em várias dimensões galácticas e destinados ao encarne, dentro de um critério divino de avaliação e evolução, a exemplo de Capela e outros, os Espíritos Ciganos que hoje levam esse nome e que foram trazidos para reencarne em massa em nosso planeta Terra de outra galáxia, imigrando por designação divina de outras dimensões planetárias, carregam consigo a sabedoria, os costumes e o conhecimento. Por milênios vêm reencarnando e seguindo a ordem natural da evolução, conseguindo através dos tempos conquistar seu próprio espaço entre os demais, produzindo e conseguindo seus próprios gráficos universais de força no Plano espiritual.

Acreditamos que, em razão também da união que os abençoa, acabaram por socorrer seus próprios pares que agrupando-se em plena evolução, se tornaram uma das mais prestigiadas correntes de trabalho no Plano espiritual, motivo pelo qual, a par de seus já concebidos conhecimentos e magística, ocupam hoje o lugar de destaque nesta dimensão astral, bem como se justifica, a cada passo, ao longo do tempo, a trajetória admirável que vêm travando junto às Falanges da Umbanda Sagrada e toda espiritualidade, explicando-se dessa maneira a importância do trabalho que vêm desenvolvendo neste plano.

Carregam a denominação de Corrente Cigana, tanto quanto as outras tantas correntes de trabalho que conhecemos, com uma tendência natural de torna-se cada vez mais conhecida.

Carregam as Falanges Ciganas, juntamente com as Falanges Orientais, uma importância muito elevada, sendo cultuadas por todo um segmento, e que se explica por suas próprias razões, elegendo a prioridade de trabalho dentro da ordem natural das coisas em suas próprias tendências e especialidades.

Assim, numerosas Correntes Ciganas estão a serviço do mundo imaterial e carregam como seus sustentadores e dirigentes aqueles Espíritos mais evoluídos e antigos dentro da ordem e aprendizado, confundindo-se muitas vezes pela repetição dos nomes comuns apresentados para melhor conhecimento, preservando os costumes como forma de trabalho e respeito, facilitando a possibilidade de ampliar suas correntes com seus companheiros desencarnados e que buscam no universo Astral seu paradeiro, como ocorre em todas outras correntes do Espaço.

O Povo Cigano designado ao encarne na Terra, através dos tempos e de todo o trabalho desenvolvido até então, conseguiu conquistar um lugar de razoável importância dentro deste contexto espiritual, tendo muitos deles alcançado a graça de seguirem para outros espaços de maior evolução espiritual, juntamente com outros grupos de Espíritos, também de longa data de reencarnações repetidas na Terra e de grande contribuição, caridade e aprendizado no plano imaterial.

A argumentação de que Espíritos de Ciganos não deveriam falar por meio de não-ciganos, ou por médiuns não-ciganos, ou que deveriam fazê-lo no idioma próprio de seu povo, é totalmente e está em desarranjo total com os ensinamentos da espiritualidade e sua doutrina evangélica.

Os Espíritos Ciganos agem no plano da saúde, do amor e do conhecimento, suportam princípios magísticos e têm um tratamento todo especial e diferenciado de outras correntes e Falanges. Ao contrário do que se pensa, os Ciganos reinam em suas correntes preferencialmente dentro do plano da luz e positivo, não trabalhando a serviço do mal e trazendo uma contribuição inesgotável aos homens e aos seus pares. Trabalham preferencialmente na Vibração de Direita, e aqueles que trabalham na Vibração da Esquerda não são os mesmos Espíritos de ex-ciganos que se mantêm na Direita ostentando a condição de Guardiões e Guardiãs.

O que existem são os Exus Ciganos e as Moças Ciganas, que são verdadeiros Guardiões a serviço da Lei nas trevas.

Encontramos no Plano Positivo Falanges diversas chefiadas por Ciganos diversos, em planos de atuação diversos. Dentre os mais conhecidos, podemos citar os Ciganos Pablo,Wlademir, Ramires, Juan, Pedrovick, Artemio, Hiago, Igor,Vitor e tanto outros, e, da mesma forma, as Ciganas como Esmeralda, Carmem, Salomé, Carmensita, Rosita, Madalena, Yasmin, Maria Dolores, Zaria, Sunakana, Sulamita, Wlavira, Liarin, Sarita e muitas outras também.

É importante que se esclareça que a vinculação vibratória e de Axé dos Espíritos Ciganos tem relação estreita com as cores utilizadas no culto e também com os incensos. Para o Cigano de trabalho, se possível, deve ser mantido um altar separado do altar geral, o que não quer dizer que não se possa cultuá-lo no altar normal. Esse altar deve manter sua imagem, o incenso apropriado, uma taça com água e outra com vinho, mantendo a pedra da cor de preferência do Cigano em um suporte de alumínio. É importante fazer-lhe oferendas periódicas e mantê-lo iluminado sempre com vela branca e outra da cor referida. No caso das Ciganas, apenas alterar a bebida para licor doce. Sempre que possível, deve-se derramar algumas gotas de azeite doce na pedra, deixando por três dias para depois limpa-la.

Os Espíritos Ciganos gostam muito de festas, e todas devem acontecer com bastante fruta, todas que não levem espinhos de qualquer espécie, podendo-se encher uma jarra de vinho tinto com um pouco de mel. As saias das Ciganas são sempre muito coloridas e o baralho, o espelho, o punhal, os dados, os cristais, a dança e a música, moedas e medalhas são sempre instrumentos magísticos de trabalho dos Ciganos em geral. Os Ciganos trabalham com seus encantamentos e magias e o fazem por força de seus próprios mistérios, olhando por dentro das pessoas e dos seus olhos.

É muito comum usar-se em trabalhos Ciganos moedas antigas, fitas de todas as cores, folha de sândalo, punhal, raiz de violeta, cristal, lenços coloridos, folha de tabaco, tacho de cobre, de alumínio, cestas de vime, pedras coloridas, areia de rio, vinho, perfumes e escolher datas certas em dias especiais sob a regência das diversas fases da Lua.

Muitas vezes se formam no Espaço agrupamentos de Espíritos que conviveram em um mesmo clã e percorrem a caminhada da luz e dos trabalhos de caridade juntos, engrossando fileiras nas Correntes Ciganas. As Consagrações Ciganas devem ter sempre comidas nos ritual próprio, isto é, no Ritual Cigano.

“Eu vi um formoso cigano
Sentado na beira do Rio
Com seus cabelos negros
E os olhos cor de anil...."
.



Fonte: Povo de Aruanda  -  Revista Espiritual de Umbanda – Nº 8 – Editora Escala

Baseado no Livro Ciganos-Rom um Povo sem fronteiras de Nelson Pires Filho , Editora Madras

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 19h25
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

15/09/2010


LEGBARÁ - ORIXÁ EXU

 

 LEGBARÁ – Sr. ORIXÁ  EXU 

 

Èsù é um Orixá africano, também conhecido como: Elegbará, Esu, Eshu, Bara, Ibarabo, Legbá, Elegbara, Eleggua, Akésan, Igèlù, Yangí, Ònan, Lállú, Tiriri, Ijèlú,. Algumas cidades onde se cultua o Exu são: Ondo, Ilesa, Ijebu, Abeokuta, Ekiti, Lagos.

 



Exu é o orixá da comunicação. É o guardião das aldeias, cidades, casas e do axé, das coisas que são feitas e do comportamento humano. A palavra Èsù em yorubá significa “esfera” e, na verdade, Exu é o orixá do movimento.

 

Brasil

No Brasil, no candomblé, Elegbará é um dos mais importantes Orixás e sempre é o primeiro a receber as oferendas, as cantigas, as rezas, é saudado antes de todos os Orixás, antes de qualquer cerimônia ou evento. O Elegbará Orixá não incorpora em ninguém para dar consultas como fazem os Exus de Umbanda, eles são assentados na entrada das casas de candomblé como guardiões, e em toda casa de candomblé tem um quarto para Elegbará, sempre separado dos outros Orixás, onde ficam todos os assentamentos dos exus da casa e dos filhos de santo que tenham exu assentado.



É astucioso, vaidoso, culto e dono de grande sabedoria, grande conhecedor da natureza humana e dos assuntos mundanos daí a assimilação com o diabo pelos primeiros missionários que, assustados, dele fizeram o símbolo da maldade e do ódio. Porém “... nem completamente mau, nem completamente bom...”, na visão de Pierre Verger no texto de sua autoria "Iniciação" - contido no documentário "Iconografia dos Deuses Africanos no Candomblé da Bahia", Elegbará reage favoravelmente quando tratado convenientemente, identificado no jogo do merindilogun pelo odu okaran.



Elegbará recebe diversos nomes, de acordo com a função que exerce ou com suas qualidades: Elegbá ou Elegbará, Bará ou Ibará, Alaketu, Agbô, Odara, Akessan, Lalu, Ijelu (aquele que rege o nascimento e o crescimento de tudo o que existe), Ibarabo, Yangi, Baraketu (guardião das porteiras), Lonan (guardião dos caminhos), Iná (reverenciado na cerimônia do padê).



A segunda-feira é o dia da semana consagrado a Elegbará. Suas cores são o vermelho e o preto; seu símbolo é o ogó (bastão com cabaças que representa o falo); suas contas e cores são o preto e o vermelho; as oferendas são bodes e galos, pretos de preferência, e aguardente, acompanhado de comidas feitas no azeite de dendê. Aconselha-se nunca lhe oferecer certo tipo de azeite, o Adí, por ser extraído do caroço e não da polpa do dendê e portar a violência e a cólera. Sua saudação é "Larôye!" que significa o bem falante e comunicador.

Cuba

 

Em Cuba é chamado de Elegua ou Elegguá ou Eleggua é uma das deidades da religião yorùbá. Na Santeria é sincretizado com o Santo Niño de Atocha ou com Santo Antônio de Pádua. É o porteiro de todos os caminhos, da montanha e da savana, é o primeiro dos quatro guerreiros junto à Ogún, Osun e Oshosi. Tem 201 caminhos e suas cores são o vermelho e o preto .   

 

 

 

África

 

Esù dos Yorubás, Elegbara dos Mahí, Legba ou PambuJila dos Angoleiro, encerra aspectos múltiplos e contraditórios que dificultam uma apresentação e uma definição coerentes. Vamos enumerar rapidamente suas principais características:

 

Elegbará é o mensageiro dos outros Òrìsà e nada se pode fazer sem ele.



É o guardião dos templos, das casas e das cidades.



É a cólera dos Òrìsà e das pessoas.



Tem um caráter suscetível, violento, irascível, astucioso, grosseiro, vaidoso, indecente.



Os primeiros missionários, espantados com tal conjunto, assimilaram-no ao diabo e fizeram dele o símbolo de tudo que é maldade, perversidade, abjeção e ódio, em oposição a bondade, pureza, elevação e amor a Deus. Mas Elegbará de provocar acidentes e calamidades públicas e privadas, desencadear brigas, dissensões e mal-entendidos, se ele é o companheiro oculto das pessoas e as leva a fazer coisas insensatas, se excita e atiça os maus instintos, tem igualmente seu lado bom e, nisso, Elegbará revela-se e, talvez, o mais humano dos Òrìsà, nem completamente bom, nem completamente mal. Trabalha tanto para o bem como para o mal, é o fiel mensageiro daqueles que o enviam e que lhe fazem oferendas. Elegbará tem as qualidades de seus defeitos, é dinâmico e jovial. Foi ele também quem revelou a arte da adivinhação aos humanos. Seu lugar de origem é impreciso.



É a Elegbará que devem ser feitas as primeiras louvações e oferendas. A isso se chama, no Brasil, "despachar" Elegbará, com um duplo objetivo, o de despachá-lo como mensageiro para chamar e convidar os Òrìsà para a cerimônia e também de despachá-lo, enviá-lo para longe, afim de que ele não venha a perturbar a boa ordem da festa por meio de gracejos de mau gosto. Os fios de conta das pessoas protegidas por ele são vermelhos e pretos e a segunda-feira é o dia que lhe é consagrado. Dizem na Bahia que existem vinte e um Elegbará; outros falam de sete, ou de vinte e uma vez, mas ele é ao mesmo tempo múltiplo e uno. Eis os nomes de Esù, segundo um informante:






“Elegbará, Alaketu, Lalu, Jelu, Run Danto.”

 

 

 

Fonte: Por Huntó Douglas Ty Akueran http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:PFC0-iRiKT0J:huntodouglastyakueran.blogspot.com/2009/11/legbara-esu-e-um-orixa-africano-tambem.html

Q.A produções e Huntó Douglas Ty Akueran

E-mail: andrade-douglas@hotmail.com

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 23h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

13/09/2010


CONGÁ SAGRADO PAI SERAFIM DO CONGO - CACIQUE PENA BRANCA E OGUM DE RONDA - MÉDIUM DIRIGENTE: Isaias Pintto

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 16h50
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

ISAIAS PINTTO E ZÉ PILINTRA SÃO DOIS GRANDES COMPANHEIROS

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 16h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

12/09/2010


"SÁBIO É AQUELE QUE COMPARTILHA O CONHECIMENTO" Isaias Pintto Hernnandes

ISAIAS PINTTO 

AGRADECE SUA VISITA E LHE CONVIDA PARA CONHECER TODAS AS POSTAGENS.

"SÁBIO  É  AQUELE  QUE  COMPARTILHA  O  CONHECIMENTO" Isaias Pintto Hernnandes

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 12h14
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

A Mediunidade ( 1ª Parte)

A Mediunidade  ( 1ª Parte)

Pelo Grupo Espírita Bezerra de Menezes

Todos somos médiuns?

 

Todos somos portadores da mediunidade natural que é o canal psíquico pelo qual recebemos as influências boas ou ruins que estimulam as experiências do Espírito na vida terrena. Porém, nem todos somos médiuns, conforme denominou Allan Kardec.

Então o que é um médium?
Segundo Allan Kardec, médium é todo aquele que sente a presença ostensiva dos Espíritos, seria aquele que serviria de ponte entre o mundo visível e o invisível. A prática da mediunidade é o intercâmbio entre o mundo físico e o mundo espiritual. A faculdade mediúnica liga-se a uma disposição orgânica, porém o uso que se faz.

Como sabemos se somos médiuns? E se formos, o que devemos fazer?
Allan Kardec diz que todos somos mais ou menos médiuns, pois todos possuem a mediunidade natural, canal psíquico através do qual somos estimulados ao crescimento. Entretanto, médiuns propriamente ditos são aqueles que recebem manifestações ostensivas dos Espíritos. A única forma de sabermos se temos ou não mediunidade ostensiva é nos colocando como servidores sinceros da causa de Jesus. Ou seja, deveremos primeiro fazer parte da equipe de trabalhadores de uma casa espírita e lá, através dos estudos sérios e da disciplina interior, procurarmos entender antes as nuanças do contato com os Espíritos. Allan Kardec diz em O Livro dos Médiuns, que não se deve nunca iniciar um trabalho de intercâmbio espiritual sem estudar a mediunidade. Existem algumas pessoas que sentem influências dos Espíritos, em diversos graus de intensidade, e acham que, por isso, estão prontas para trabalhar nesse campo. Geralmente não aceitam a idéia de que precisam se instruir mais e mais. Vão às casas espíritas somente para trabalhar com mediunidade e se não a aceitam naquela, buscam outra, e assim permanecem por toda a vida.

Isto pode acarretar algum problema para as pessoas?
Sim, pode. Desde perturbações leves, até obsessões graves, o que infelizmente não é pouco freqüente, pela forma com que a mediunidade é tratada no Brasil. Todos somos suscetíveis às más influências devido às imperfeições próprias dos Espíritos que habitam os planetas de provas e expiações. Em muito maior escala são os médiuns que, se não cuidam do estudo e do preparo moral, funcionam como verdadeiras antenas e situam-se como focos freqüentes de perturbações espirituais. Se os médiuns não tiverem os cuidados necessários com a sua edificação e se colocarem a serviço do intercâmbio sem o devido preparo, poderão cair presas de Espíritos pouco adiantados de que está cheia a atmosfera.

Podemos nos comunicar com outros Espíritos?
Sim. Todos somos Espíritos vivendo em planos diferentes da vida e estamos mergulhados na atmosfera fluídica que nos rodeia e serve de elemento de contato. Portanto, podemos nos comunicar com o mundo espiritual freqüentemente, seja através da mediunidade ostensiva consciente, dos fenômenos inconscientes, das preces ou intuições que recebemos constantemente do mundo espiritual.

Existe a incorporação de Espíritos?
No sentido semântico do termo não existe incorporação, pois nenhum Espírito conseguiria tomar o corpo de outra pessoa, assumindo o lugar da sua Alma. O que ocorre é que o médium e o Espírito se comunicam de perispírito a perispírito, ou seja mente a mente, dando a impressão de que o médium está incorporado. Na mediunidade equilibrada, o médium tem um maior controle de sua faculdade e o fenômeno mediúnico acontece mais a nível mental. Nos processos obsessivos graves (doenças mórbidas causadas por Espíritos inferiores), onde a mediunidade está perturbada, podem ocorrer crises nervosas. Observadores de pouco conhecimento podem achar que um Espírito mau apoderou-se do corpo do enfermo. Foi esse fenômeno que deu origem às práticas de exorcismo.

Tenho bastante dificuldade para definir a diferença entre Clarividência, Vidência, Audiência, Clariaudiência, Dupla vista.
A vidência e a clarividência são essencialmente anímicas. Trata-se da visão que o próprio Espírito encarnado tem do mundo invisível. Não há interferência de Espíritos e por isso não deveria (segundo Allan Kardec), ser considerada mediunidade. Mas, para fins de classificação, ele é tida como sendo uma mediunidade. Mesmo nos casos em que um Espírito amigo mostra um quadro projetado no ambiente astral, ainda assim, é o médium quem vê. Há ajuda na formação do quadro, mas não na visão propriamente dita. Vidência é a faculdade superficial. Clarividência, a mesma faculdade, mas com alcance mais profundo, podendo estender-se no espaço e (em alguns casos) no tempo. A dupla-vista é a clarividência, acompanhada da projeção do Espírito no mundo astral. Trata-se do chamado "desdobramento". Entendemos a mediunidade de audiência como aquela em que a voz aparece na intimidade do ser. A clariaudiência é diferente, por tratar-se de uma voz clara, exterior.

O que é ideoplastia?
Ideoplastia é um fenômeno de transfiguração que pode acontecer durante as manifestações dos Espíritos. Quando a influência do desencarnado é muito intensa junto do campo psicossomático do médium ele poderá assumir algumas feições do comunicante.

Já que não existe a incorporação, como médiuns dão passividade a Espíritos menos esclarecidos, tomando formas físicas diferentes, falando com voz alterada. Isto seria charlatanismo?
O processo de incorporação tal qual essa palavra exprime não existe, pois ninguém pode "entrar" no corpo de outro. Mas o Espírito pode, e é isso o que normalmente faz, agir no campo mental através de sintonia (e por afinidade fluídica), assumindo a personalidade e a vontade do indivíduo. Nos casos de subjugação, por exemplo, o domínio é tão intenso que dá a impressão que o Espírito toma posse do corpo da pessoa. Na prática da mediunidade, quanto maior o esclarecimento do médium menor o domínio que o Espírito terá sobre ele. Se tem pouco esclarecimento sobre essa faculdade, certamente deixará que Espíritos pouco adiantados a usem da forma que bem entenderem. No que diz respeito a mudança de fisionomia, Allan Kardec instrui que trata-se do fenômeno da transfiguração, coisa mais comum nas manifestações dos Espíritos inferiores, podendo, sem dúvida acontecer também com os superiores.

Qual o conceito e as características de médiuns curadores e médiuns pneumatógrafos?
Os médiuns curadores são aqueles que têm o dom de curar com a imposição das mãos (em alguns casos com o olhar ou com fenômenos provocados à distância), secundados pelos Espíritos que trabalham na área de cura das enfermidades físicas. Allan Kardec diz que são pessoas que possuem um fluido humano especial, que potencializado pelos fluidos do mundo dos Espíritos, podem modificar a estrutura da matéria, promovendo as curas.
Os médiuns pneumatógrafos são aqueles que têm aptidão para obter a escrita direta dos Espíritos em papel guardado em gavetas ou recipientes fechados. Ou seja, o médium doa de seu fluido especial para que os Espíritos escrevam diretamente sobre o papel. É muito rara e limita-se aos casos de comprovação da existência das potências ocultas e sua influência no mundo material.

Gostaria de saber se existe algum método para aprofundar o dom da mediunidade, se existe algum meio de "exercitar" a mediunidade.
O melhor meio para exercitar a mediunidade é ingressando nas fileiras de trabalhadores de uma casa espírita idônea, que prime pelos estudos em todos os sentidos. Sem o estudo sério, disciplinado e consequentemente a necessidade da reforma interior, a possibilidade de cair sob a influência dos Espíritos enganadores é muito grande. O exercício da mediunidade deve ser feito dentro de um sentimento de dedicação, abnegação e sinceridade, a fim de que possa-se merecer a atenção dos bons Espíritos. Desconfie sempre de quem "descobre" sua mediunidade à primeira vista. A mediunidade é estudo e prática.

CONTINUA....

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 11h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

A Mediunidade (Continuação 2ª Parte)

A Mediunidade  (Continuação 2ª Parte)

Pelo Grupo Espírita Bezerra de Menezes

Todos somos médiuns?

 

 

Em que estado permanece o Espírito do médium quando este recebe uma entidade desencarnada? Seu Espírito continua em seu corpo ou fica à sua volta? A Codificação fala algo sobre este assunto?
O processo de influenciação do médium pelo Espírito se dá todo no campo mental. O médium é consciente de seu trabalho e quanto mais desenvolvido nas lides mediúnicas, mais consciente de sua capacidade permanece. Tudo se dá no sentido da afinidade fluídica, estimulando a mente do médium a transmitir as sensações do mundo invisível à sua volta. A influência será mais ou menos intensa, conforme o grau intensidade da faculdade. Mesmos nos casos de mediunidade sonambúlica, o médium jamais abandona seu corpo físico.

Devemos acreditar em tudo o que os Espíritos dizem?
Os Espíritos desencarnados são almas de homens que já viveram na Terra. Portanto podem ser portadores dos defeitos e qualidades que tinham quando encarnados. Podemos acreditar nas palavras dos homens bons, mas não devemos dar crédito aos conselhos daqueles de má índole. Da mesma forma deveremos proceder com o mundo dos Espíritos. Devemos analisar cada comunicação dada pelos Espíritos, qualquer que seja o nome que assinem. Os bons trazem mensagens edificantes e com algum fim útil e querem sempre o bem da humanidade. Os atrasados ou maus podem nos enganar com palavras belas e melífluas, podendo tomar emprestado nomes de pessoas conhecidas ou Espíritos iluminados para nos impressionar. Desses devemos nos precaver, conforme nos ensina Allan Kardec em O Livro dos Médiuns.

Alguém pode ser obrigado a desenvolver sua mediunidade?
Ninguém é obrigado a desenvolver a mediunidade. É errada a idéia de que a mediunidade é a causa de sofrimentos e desajustes das pessoas. Geralmente, sofre-se por ignorância e por falta de cuidados com a vida no plano material. Aqueles que quiserem dedicar-se à tarefa mediúnica deverão trabalhar para vencer suas imperfeições, além de ter que estudar a Doutrina Espírita com seriedade e disciplina. Um médium que não toma esses cuidados, poderá permanecer sob a influência dos Espíritos maus. Quem for médium e não quiser praticar sua mediunidade, deverá pelo menos esforçar-se para sua melhoria moral, procurando libertar-se dos vícios mais grosseiros (cigarro, bebida e drogas).

As cirurgias espirituais são realmente feitas por Espíritos? Nesse caso, como pode um Espírito elevado ser antiético, exercendo ilegalmente a medicina?
Sim, as cirurgias espirituais são feitas por Espíritos de médicos que atuam no corpo perispiritual, utilizando de técnicas ligadas à ciência médica, usando fluidos humanos e espirituais, nada fazendo nesse campo que fira as leis humanas. Um Espírito elevado jamais transgride qualquer lei. As curas realizadas em nome do Espiritismo praticado com seriedade, são feitas utilizando apenas a fluidoterapia. As cirurgias mediúnicas feitas com instrumentos cortantes, podem ser feitas por Espíritos superiores, mas não são consideradas trabalhos espíritas. Em alguns casos de cirurgias de corte, como os de José Pedro de Freitas (Arigó) e Edson Queiroz, existia uma missão a ser cumprida e visava chamar a atenção da comunidade científica para a realidade da vida espiritual. E parece que conseguiu, porém sem maiores conseqüências pelo próprio atraso do homem para a compreensão das coisas do Espírito. Pelo lado prático, no entanto, as cirurgias mediúnicas com instrumentos cortantes não devem ser praticadas em centros espíritas orientados pela doutrina de Allan Kardec, justamente por ferir a legislação vigente e não tratar-se de uma prática que possa ser exercitada por qualquer pessoa. As curas no Espiritismo são feitas exclusivamente com a imposição de mãos.

Gostaria de saber, se é possível uma pessoa que está estudando kardecismo não poder ajudar por não ter dons mediúnicos. E no caso, o que as pessoas devem fazer para saber se têm dons ou não?
Qualquer pessoa pode ajudar no centro espírita, desde que disponha de boa vontade e preparo moral e doutrinário adequados. Isso se consegue com estudo e boa dose de seriedade, dedicação, abnegação e disciplina. Não é necessário ter dons mediúnicos para servir. Existem inúmeras frentes de trabalho nas casas espíritas onde se pode desempenhar tarefas que não dependem da mediunidade. Para se saber dos possíveis dons mediúnicos, Allan Kardec nos diz que devemos testar as pessoas. Não existe uma fórmula e nem podemos adivinhar quem tem ou não. Os melhores servidores nesta área são aqueles formados dentro das casas espíritas que tratam o estudo da Doutrina Espírita com seriedade. Aqui entra a grande responsabilidade do dirigente que teoricamente deveria estar apto a conduzir as pessoas de forma equilibrada ao desenvolvimento e exercício desta nobre tarefa. Os médiuns ostensivos, que já demonstram algum dom desde cedo, devem ser submetidos igualmente ao estudo disciplinado e à orientação de alguém experiente dentro do centro espírita que possa dar-lhe direcionamento seguro de sua faculdade. Caso contrário, poderá desequilibrar-se.

É certo o procedimento que alguns centros espíritas têm de colocar pessoas, que estão indo pela primeira vez à casa, em trabalhos mediúnicos?
Allan Kardec diz que não se deve lidar com a mediunidade sem conhecê-la. O bom senso e a razão nos falam a mesma coisa. Em todos os departamentos da vida o homem busca aperfeiçoar-se para servir melhor. Sem conhecer o seu ofício não poderá desempenhar a tarefa a que se propõe com conhecimento de causa. Portanto, colocar pessoas para lidar com Espíritos sem se preparar para isso é o mesmo que realizar experiências químicas sem conhecer as leis da química, diz o Codificador. Seria uma insensatez. Os medianeiros devem ser preparados com muita cautela para servir nesse campo. Primeiro devem estar inseridos nos trabalhos habituais da casa, servindo com dedicação e seriedade, transformando-se em trabalhadores. Devem ser instruídos nas aulas sobre a Doutrina Espírita e depois, então, poderão ser experimentados no ministério da mediunidade. A pessoa que chega à casa espírita pela primeira vez com a intenção de servir apenas no campo da mediunidade, não entendeu ainda o papel do Espiritismo em sua vida, muito menos a oportunidade que está tendo de servir com equilíbrio no campo do Bem. Necessita de instrução nesse ponto. Se for sincero o seu desejo de servir, permanecerá no aprendizado. Se não, procurará outra casa que lhe dê o que deseja.

Há algum impedimento de mulheres grávidas participarem de reuniões mediúnicas?
Não é aconselhável. O processo reencarnatório do Espírito é uma experiência delicada que envolve muitos aspectos energéticos e psíquicos. Um deles é o estado psicológico da mãe que, sem sombra de dúvidas, se altera por alguns meses, enquanto aguarda a chegada do Espírito que lhe foi encaminhado como filho. Ela necessita de tranqüilidade, descanso e não deve se submeter a atividades que lhe exijam grandes perdas de energias de qualquer natureza. Sabe-se que, nas atividades de intercâmbio espiritual, há toda uma movimentação de fluidos energizados, podendo haver gastos que poderá ser prejudicial para a mulher em estado de gravidez. Além disso, há o aspecto do reencarnante. É sabido pela ciência oficial da extrema importância do equilíbrio e interação mãe-filho desde o ventre. Por conta disso é prudente que se isente a mulher grávida das tarefas da mediunidade. O melhor que ela poderá fazer será cuidar de ter seu bebê em paz. Ao fazê-lo, estará praticando a caridade maior, que é a de dar vida a um novo ser. Quando puder, retornará às suas atividades mediúnicas normalmente.

Pode o Espírito encarnado promover fenômenos físicos, tipo materialização ou transporte de objetos, sem o concurso dos Espíritos do mundo invisível?
O fenômeno de transporte, materialização, transcomunicação ou qualquer outro de efeitos físicos, necessita do concurso dos Espíritos desencarnados, pois segundo Allan Kardec, em o Livro dos Médiuns, capítulo IV, é necessária a união do fluido animalizado perispiritual (do médium) com o fluido universal do Espírito para que aconteçam esses os fenômenos. Não pode ser isolado, ou seja sem o concurso de ambas as partes. Alguns manipuladores desses fenômenos não acreditam em Espíritos, porém, mesmo assim, estão sempre secundados por eles.

Fonte :  http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:9sMDDcuysh0J:www.espirito.org.br/portal/perguntas/prg-004.html&hl=pt-BR&strip=1

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 10h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

11/09/2010


São Geraldo, um Médium Vidente além de abençoado religioso.

 

 

São Geraldo, um Santo da Igreja Católica,  possuía apenas estudos primários e mesmo assim vinham religiosos, padres, bispos, teólogos para ouvi-lo e tomar seus conselhos. Geraldo possuía o dom sobrenatural de ver as almas.

Leram acima?  Via Almas ou seja Espíritos, São Geraldo quando encarnado tinha a Mediunidade de Vidência. 

Inúmeros relatos da nossa Amada Igreja Católica nos apresentam, bem como a Bíblia mostra não só a existência dos Espíritos, mas também como a influência benéfica ou maléfica, dependendo do estado de crescimento espiritual que eles se encontrem.

Isaias Pintto Hernandes - Médium Dirigente, Pesquisador e Estudioso da Umbanda Sagrada - SJC

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 01h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

10/09/2010


Frases de Santo Antônio

Frases de  Santo Antônio

  • Deus é Pai de todas as coisas. Suas criaturas são irmãos e irmãs.
  • É viva a Palavra quando são as obras que falam.
  • Quando te sorriem prosperidade mundana e prazeres, não te deixes encantar; não te apegues a eles; brandamente entram em nós, mas quando os temos dentro de nós, nos mordem como serpentes.
  • Uma água turva e agitada não espelha a face de quem sobre ela se debruça. Se queres que a face de Cristo, que te protege, se espelhe em ti, sai do tumulto das coisas exteriores, seja tranqüila a tua alma.
  • A paciência é o baluarte da alma, ela a fortifica e defende de toda perturbação.
  • Ó meu Senhor Jesus, eu estou pronto a seguir-te mesmo no cárcere, mesmo até a morte, a imolar a minha vida por teu amor, porque sacrificaste a tua vida por nós.
  • Como os raios se desprendem das nuvens, assim também dos santos pregadores emanam obras maravilhosas. Disparam os raios, enquanto cintilam os milagres dos pregadores; retornam os raios, quando os pregadores não atribuem a si mesmos as grandes obras que fazem, mas à graça de Deus.
  • Ó Senhor, dá-me viver e morrer no pequeno ninho da pobreza e na fé dos teus Apóstolos e da tua Santa Igreja Católica.
  • Neste lugar tenebroso, os santos brilham como as estrelas do firmamento. E como os calçados nos defendem os pés, assim os exemplos dos santos defendem as nossas almas tornando-nos capazes de esmagar as sugestões do demônio e as seduções do mundo.
  • Quem não pode fazer grandes coisas, faça ao menos o que estiver na medida de suas forças; certamente não ficará sem recompensa

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 20h52
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

ORIXÁ OXUMARÉ - DATA COMEMORATIVA 24 DE AGOSTO - SINCRETIZADO POR SÃO BARTOLOMEU

 

ORIXÁ OXUMARÉ - DATA COMEMORATIVA 24 DE AGOSTO - SINCRETIZADO POR SÃO BARTOLOMEU

 

Oxumaré é o orixá que rege sobre a sexualidade e seu campo preferencial de atuação é o da renovação dos seres, em todos os aspectos.
Oxumaré é um dos orixás mais conhecidos, e no entanto é o mais desconhecido dos orixás dentro da Umbanda, pois os médiuns só cultuam a orixá Oxum, que na linha do Amor ou da Concepção forma com ele a segunda linha de Umbanda. O aspecto positivo de Oxumaré, que nos chega através das lendas dos orixás, é que ele simboliza a renovação. Isto é verdadeiro. E o aspecto mais negativo é que ele é andrógino, ou parte macho e parte fêmea. Mas isto não é verdade. É inadmissível que uma divindade planetária tenha essas qualidades bissexuais, que só acontecem em seres com disfunções genéticas que provocam má formação, ou dupla formação, dos órgãos sexuais, e em seres com desequilíbrios emocionais ou conscienciais que fazem com que, psiquicamente, eles troquem seus sinais mentais e invertam sua sexualidade.
Portanto, não tem sustentação alguns médiuns, com seus sinais sexuais trocados, alegarem que são homossexuais porque são filhos de Oxumaré e que ele é um orixá que por seis meses é macho e por seis meses é fêmea.
Seres humanos com má-formações emocionais, mentais, genéticas ou conscienciais, no afã de se justificarem, passam às divindades suas vicissitudes humanas e não atentam para um detalhe fundamental: com seus desequilíbrios, estão desfigurando divindades planetárias que existem no mundo desde que Deus o criou, que são imutáveis em sua natureza, seja ela masculina ou feminina, e que regem alguns sentidos dos seres humanos, mas também regem outras dimensões planetárias paralelas à dimensão humana da vida.
Logo, desumanizaram uma divindade que humanizou algumas de suas qualidades, atributos e atribuições somente para acelerar nossa evolução e nos conduzir pelo caminho reto. Bastará um pouco de bom senso para detectar, nesta caracterização negativa de Oxumaré, uma justificativa de seres com desequilíbrios emocionais, mentais, conscienciais ou genéticos, já que uma divindade é de natureza positiva ou negativa, ativa ou passiva e masculina ou feminina, mas nunca possui as duas em si mesma.
Logo, que cultue um Oxumaré andrógino aquele que é desprovido do bom senso, certo? “Quem não souber valorizar a religiosidade que o libertará da terra, então que pague caro pela religiosidade que o aprisionará num diletantismo materialista!” Saibam que é isto que tem feito, e muito bem, este nosso irmão cósmico encarnado que, após ser afastado da Umbanda, criou todo um culto cuja doutrina, ao invés de pregar os valores maiores de Jesus Cristo, tem pregado, religiosamente, os seus próprios valores da “mais valia”. E também tem cobrado de seus fiéis seguidores o justo preço que ele estipulou: tudo o que puder tirar deles para usar em seu próprio benefício, ou de sua “igreja. Que pague para cultuar Deus quem não aprendeu a amá-lo e adorá-lo de graça! Certo?
Oxumaré, tal como revela a lenda dos orixás , e a renovação continua, mas em todos os aspectos e em todos os sentidos da vida de um ser. Sua identificação com Dá, a Serpente do Arco-íris, não aconteceu por acaso, pois Oxumaré irradia as sete cores que caracterizam as sete irradiações divinas que dão origem às Sete Linhas de Umbanda. E ele atua nas sete irradiações como elemento renovador. Oxumaré é a renovação do amor na vida dos seres. E onde o amor cedeu lugar à paixão, ou foi substituído pelo ciúme, então cessa a irradiação de Oxum e inicia-se a dele, que é diluidora tanto da paixão como do ciúme.
Ele dilui a religiosidade já estabelecida na mente de um ser e o conduz, emocionalmente, a outra religião, cuja doutrina o auxiliará a evoluir no caminho reto. Ou não é comum os testemunhos dados pelos neo-convictos no púlpito dos pastores mercantilistas, que dizem quase todos isto:
“Irmãos, quando eu freqüentava a Umbanda, eu fornicava, traia minha esposa e irmãos, gastava meu ordenado no jogo e nas bebidas, mentia, mas desde que me converti e me entreguei a Jesus, tudo em minha vida mudou. Hoje vivo para minha esposa e filhos, e para Jesus!”. Sem dúvida, concordamos nós. Mas... porque o mesmo irmão não ouviu os conselhos recebidos nos centros de Umbanda, que, se seguidos corretamente, o teriam conduzido pelo caminho reto? Não, ele não só não deu ouvidos às orientações dos guias e dos pais e mães espirituais, como deu vazão ao seu emocional e deu início ao mau uso do que aprendia dentro de uma religião magística por excelência, quando solicitava aos exus que fechassem os caminhos de seus desafetos em todos os campos da vida, além de pedir outras coisas, tais como: mulher, dinheiro, posses, etc. E ele não diz que nasceu numa família católica e cristã, mas porque era um relapso para as coisas da fé, foi até a Umbanda para ver se nela se emendava. Como não conseguiu, logo acabou retomando ao reformatório religioso de Jesus Cristo.
Pois é isto o que são as igrejas evangélicas: reformatórios religiosos onde nosso amado mestre Jesus recolhe os que nasceram sob sua irradiação luminosa, mas não souberam captá-la da forma passiva como ela é passada pela Igreja Católica. Ele, que é bondade, amor e misericórdia, os conduz às divindades naturais (que são os orixás), os conduz ao espiritismo e a muitas outras doutrinas para ver se encontram uma onde suas naturezas ativas absorvam irradiações luminosas.
Mas, quando vê que eles não se adaptam em nenhuma delas, ativa seu pólo cósmico, e um de seus aspectos negativos logo os arrasta para um de seus reformatórios religiosos, para que eles voltem a trilhar o caminho reto. E se o aspecto negativo ativado não conseguir reconduzi-los ainda na carne, não desistirá, mesmo depois de desencarnar.
Renovação, eis a palavra chave que bem define o divino Oxumaré que, em seu aspecto negativo, tem um mistério escuro chamado por nós de “Sete Cobras” ou “Sete Caminhos Tortuosos”, que é por onde transitam todos os seres que saíram do caminho reto e entraram nos desvios da vida, que sempre conduzem aos caminhos da morte. Bem, já falamos sobre vários aspectos do nosso pai Oxumaré e de nossa amada mãe Oxum, que formam um par energético, magnético, vibratório que dá formação à segunda linha de Umbanda, que é a linha do Amor ou da Concepção.

 

Fonte: http://ceuesperanca.blogspot.com/2010/08/

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 18h03
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

09/09/2010


Oferendas e Agrados - O que são elas ?

Oferendas e Agrados

 


Muitas pessoas(principalmente sacerdotes) dizem que os espíritos e os Orixás comem as oferendas. Isso nada mais é do que uma forma de falar, uma gíria, digamos assim, pois os espíritos evoluidos não sentem fome, afinal não possuem mais corpo físico e tem conhecimento do seu estado. O que as entidades e Orixás no astral utilizam é a essencia, o aroma, por exemplo de uma comida oferecida para o Orixá, este não comerá, mas sim será utilizado a fragancia, a energia emanada dessa comida, o sentimento depositado nela. 

Quando se faz oferenda você está criando um laço de fortalecimento espiritual com aquele determinado Orixá ou aquela determinada entidade que esta agradando para usarem aquelas energias para ajudar quem faz o agrado.


A oferenda é um motivo de fortalecer essa ligação, não é prêmio.


Espírito que trabalha mediante recompensa é de ordem inferior.

A verdadeira recompensa por uma caridade prestada é o próprio ônus espiritual que ela produz, que será revertido para a entidade que a praticou e seu médium.


Quando uma entidade pede pra um consulente acender uma vela ou fazer tal agrado não é pra satisfazer a entidade que pediu e sim pra ajudar a propria pessoa que está necessitada.


Tudo no universo precisa de equilíbrio para existir, esse equilíbrio se faz com a existência de duas partes em algo, uma parte positiva e outra negativa, pois nada é totalmente ruim e nem totalmente bom. Os alimentos, como tudo que possui vida no universo, são feitos de energias, algumas delas conhecidas pelos espíritos encarnados e outras não. Por isso, são feitas as oferendas, para que a entidade que as estiver recebendo as absorvam através da deterioração do alimento e, não pela ingestão como alguns pouco esclarecidos pensam. Essas oferendas são usadas para o alívio e cura das pessoas.


Todos os seres vivos que habitam o universo, possuem uma energia vital, que muitos a chamam de aura. Essa energia, quando afetada, pode trazer diversos males ao corpo físico, pois a mesma pode ser enfraquecida ou até mesmo carregada de energias negativas, podendo causar até a morte da pessoa doente, pois, tratamentos médicos para males do espírito são completamente inúteis, pois se não for feito um tratamento espiritual adequado imediato, como dito anteriormente, pode haver a desencarnação do doente. As oferendas feitas às entidades e Orixás têm o propósito de fazer com que as mesmas renovem a aura do doente, restabelecendo assim, a sua saúde física, mental e espiritual.

As oferendas normalmente são compostas de frutas de todas as qualidades, legumes, vegetais, doces, flores em quantidade e velas de todas as cores.


Lembrando que as oferendas e agrados são rituais e como todo ritual deve ser feito com orientação e com responsabilidades e nunca de forma solitária, e sim de preferencia com a presença de medium experiente pra ajudar em qualquer eventualidade.

 

 

Fonte: http://maascs.blogspot.com/2009/09/oferendas-e-agrados-muitas.html

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 14h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

EM CONSTRUÇÃO ! CALENDÁRIO DOS ORIXÁS E OFERENDAS (1ª PARTE)

 

 

CALENDÁRIO  DOS  ORIXÁS   E  OFERENDAS  

(PRIMEIRA PARTE)

 

 

20 de Janeiro – OXOSSI
Esta data deve ser comemorada com muita festa, pois Oxossi, é o Orixá chefia a linha de caboclos. São servidas muitas caças, frutas de carne branca com mel, e suas entrega deverá acontecer ao amanhecer.

Saudação :  OKÊ CABOCLO!

 

 

 

 

02 de Fevereiro – IEMANJÁ     ( OBSERVAR QUE MUITOS IRMÃOS  SAUDAM DUAS VEZES NO ANO, ESSA AMADA ORIXÁ )
Esta data é muito comemorada em todo o Brasil, em todo o litoral, e, entregasse muitas flores, perfumes, espelhos, servindo um bom peixe cozido, manjar branco entre outras delícias, e como de costume, pulasse sete ondas fazendo os pedidos.

 

Saudação :    ODOIÁ, MAMÃE  !  -  ADOYÁ  MAMÃE  !  -    ADOCIABA MAMÃE !

 

 

23 de Abril – OGUM
Dia do grande guerreiro, as casas ficam muito enfeitadas com flores vermelhas, muita cantoria e muita comida. Serve-se muita feijoada, churrasco e carne de frango.

 

Saudação :   OGUNHÊ MEU PAI  !

 

 

 

 

13 de Maio – PRETOS VELHOS
Dia de muitas homenagens aos velhos e velhas, que não se cansam de atender aos filhos que os procuram. Festeja-se este dia com muito angu doce, pipoca, feijoada, bolo de milho, café, vinho, pão picado com vinho e muito cachimbo.

 

Saudação :  " SARAVÁ, MEUS VELHOS! "   -  " ADOREI AS ALMAS ! "

 

 

 

 

 

 

24 de Maio  – EGUNITÁ   - SINCRETIZADA POR  SANTA SARA DE KALI  ( PADROEIRA DO POVO CIGANO )

Toda oferenda para Egunitá, deve ser acompanhada  com oferenda para Srª Pombagira  do Fogo.

 Saudação :   Kaliyê! 

 

30  e  31 de Maio   -   OBÁ  -  SINCRETIZADO EM  SANTA LUZIA     E    SANTA  CATARINA

Oferenda :   Abará (massa de feijão fradinho cozido enrolado em folhas de bananeira), acarajé e amalá (quiabo picado)

Dia da Semana:   Quarta-feira

Saudação :    OBÁ XIRÊ  !

 

 

 

 

 

13 de Junho – SANTO ANTÔNIO.
Considerado Santo casamenteiro, constando na literatura com Lider na  chefia  das falanges de Exus, esses nosso valorosos Guardiões.  Também Orixá Exú é Sincretizado por Santo Antonio, devido este Santo conseguir quando encarnado estar presente em dois lugares ao mesmo tempo e ainda a sua Imagem mostra como Guardião do Menino Jesus.

Saudação :   SALVE, MEU PAI  !   -   " SALVE  A  FORÇA ! "

 

 

24 de Junho – XANGÔ  AGODÔ  -    COMERAÇÃO   DA    "LINHA  DO  ORIENTE "
Dia que se festeja o Orixá da justiça,  noite a dentro, sendo servido cerveja preta e carne bovina, do peito, a todos presentes.    

 

Saudação :   KAÔ CABECILÊ!

 

 

29 de Junho – XANGÔ
Dia que se festeja o Orixá da justiça,  noite a dentro, sendo servido cerveja preta e carne bovina, do peito, a todos presentes.  

Saudação:  KAÔ CABECILÊ!

 

 

26 de Julho -  NANÃ BURUKÊ (  Sincretizada por  Santa  Ana  )

 

Saudação :   SALUBÁ NANà!    -  SALÚBA  NANà !  -    SALUBÁ VOVÓ !

 

 

 

 CONTINUA......

 

 

 

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 01h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/09/2010


EM CONSTRUÇÃO ! CALENDÁRIO DOS ORIXÁS E OFERENDAS (CONTINUAÇÃO 2ª PARTE)

 

 

CALENDÁRIO  DOS  ORIXÁS   E  OFERENDAS

(Segunda Parte) 

15 de Agosto  -  OXUM    (  Sincretizada também por Nossa Senhora  da Glória, além de Nossa Senhora Aparecida )

 Saudação :   ORA, IEIÊ Ô!

 

 

24 de Agosto  -  OXUMARÉ    (  Sincretizado  por  São Bartolomeu ) 

Saudação :  ARROBOBOI  OXUMARÉ !

 

27 de Setembro – COSME E DAMIÃO
Esta data é normalmente comemorada num sábado, com muita festa, muitos doces, muito guaraná, cocada, balas, pirulitos, bolos, suspiros, bolas, brinquedos. Esta festa tem que ser supervisionada por um Preto Velho, se não vira bagunça.  

Saudação :  IBEJÍ BEIJADA!

 

 

 

02 de Novembro – OMULÚ
Festa muito simples, como o próprio orixá, serve-se costeleta de porco com pipoca.

Saudação : ATOTÔ, MEU PAI!

15 de  Novembro    -   DIA  DA  UMBANDA  -  (15/11/1908 Zélio Fernandino de Moraes incorpora pela primeira vez o Caboclo das Sete Encruzilhadas o que é considerado primeira manifestação pura de Umbanda)

 

 

 

04 de Dezembro – IANSÃ
Grande festa para a senhora dos ventos e raios. Serve-se acarajé, milho cozido e bobó   (  Sua feitura é muito simples. Pega-se o aipim (inhame) limpo e descascado. Leva-se ao fogo para cozinhar. Quando está mole amassa-se com um garfo. E deixa-se que a água vá secando, e junta-se camarões secos, descascados e moídos, cebola, salsa e cebolinha, e azeite de dendê. Obtém-se uma espécie de purê, e leva-se à travessa com enfeites de folhas de salsa e louro. verdinho. Serve-se. É uma delícia, mas deve ser servido em dia frio, pois faz suar qualquer mortal, até os negros mais resistentes. Uma boa bebida para acompanhar é champagne gelada (em caso de Incorporação, pois o Orixá, "Não bebe", extrai a energia e não a faz se a bebida estiver gelada ).)

Saudação :   EPARRÊI!

 

 

 

 

 

08 de Dezembro – OXUM   (  Sincretizada também por Nossa Senhora Aparecida, além de Nossa Senhora da Glória )

Grande dia para a Senhora dos rios e cachoeiras, servindo-se o Omulucum.

( Omulucun : Pega-se o feijão fradinho e depois de escolhido e lavado, deixa-se de molho para facilitar seu cozimento Deixa-se cozinhar, e quando estiver molinho tira-se do fogo. Tempera-se uma porção desse feijão. Numa outra panela ou mesmo frigideira coloca-se o tempero, composto de azeite, camarões e cebola ralados. Deixa-se refogar por algum tempo. Feito o refogado com a porção do fradinho que foi retirado, volta-se à panela e junta-se tudo. No fogo deixa-se tudo passar por fervura e depois de tomar gosto e cor, adiciona-se mais um pouco de dendê e deixa-se secar este caldo, com cuidado de não deixar queimar.

Para a Santa serve-se frio, em alguidar, e se coloca, caso queira, na cachoeira, numa pedra bem ao lado das águas, com velas, rosas e perfumes. Pode-se enfeitar o Omolucum com ovos cozidos por cima, o que é de muito agrado da Santa Menina brejeira, senhora do amor.  )

Saudação :  ORA, IEIÊ Ô!    -     "Aieieu, meiga e linda Oxum, minha Mãe ! "

 

 

 

31 de Dezembro – IEMANJÁ
Grande festa popular, realizada em toda orla marítima, entregando-se muitas flores, champanhe e muitos pedidos a Iemanjá.

Saudação :  ODOIÁ, MAMÃE  !  -  ADOYÁ  MAMÃE  !  -    ADOCIABA MAMÃE !

 

 

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 22h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

LEI DOS FENÔMENOS ESPÍRITAS – RESUMO 1ª PARTE

 LEI DOS FENÔMENOS ESPÍRITAS – RESUMO      

 ( 1ª PARTE  )  

 

 

 

                 

     Esta instrução é feita visando sobretudo pessoas que não possuem qualquer noção do Espiritismo e às quais se quer dar uma idéia sucinta em poucas palavras. Nos grupos ou reuniões espíritas onde se acham assistentes noviços, ela pode ser útil ao preâmbulo das sessões, conforme as necessidades.

 

     As pessoas estranhas ao Espiritismo, não compreendendo nem o seu fim nem os seus meios, quase sempre dele fazem uma idéia completamente falsa. Sobretudo o que lhes falta é o conhecimento do princípio, a primeira dos fenômenos, em falta disto, o que elas vêem  e  ouvem  sem  proveito,  e mesmo sem interesse. É fato adquirido pela experiência que a simples vista ou o relato dos fenômenos não basta para convencer. Aquele mesmo que testemunha fatos capazes de o confundir fica mais admirado que convencido; quanto mais extraordinário lhe parece o efeito, tanto mais o suspeita. Um sério estudo prévio é o único meio de levar à convicção; muitas vezes mesmo isto basta para mudar inteiramente o curso das idéias. Em todo o caso, ele é indispensável para a inteligência dos mais simples fenômenos. Em falta de uma instrução completa, que não pode ser dada em poucas palavras, um resumo sucinto da lei que rege as manifestações bastará para fazer encarar a coisa sob sua verdadeira luz pelas pessoas ainda não iniciadas. É a primeira baliza que damos na curta instrução que segue. Contudo, é necessária uma observação prévia.

 

     A propensão dos incrédulos geralmente é para suspeitar da boa-fé dos médiuns e supor o emprego de meios fraudulentos. Além de tal ponto de vista ser uma suposição injuriosa para certas pessoas, antes de tudo há que perguntar qual o interesse que estas poderiam ter em enganar e representar, ou fazer representar uma comédia. A melhor garantia de sinceridade está no desinteresse absoluto, pois onde há a ganhar, o charlatanismo não tem razão de ser.

 

     Quanto à realidade dos fenômenos, cada um pode constatá-la, se se colocar em condições favoráveis e se se trouxer à observação dos fatos paciência, perseverança e a imparcialidade necessárias.

 

     1. - O Espiritismo é, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, compreende todas as Conseqüências morais decorrentes dessas relações.

 

     2. - Os Espíritos não são, como por vezes os imaginam, seres à parte na criação; são as almas dos que viveram na terra e em outros mundos. As almas ou Espíritos são, pois, uma só e mesma coisa; de onde se segue que quem quer que creia na existência da alma, por isso mesmo crê na dos Espíritos.

 

 

     3. - Geralmente fazem uma idéia muito falsa do estado dos Espíritos; eles são, como alguns pensam, seres vagos e indefinidos, nem chamas, como fogos-fátuos, nem fantasmas, como nos contos de aparições. São seres semelhantes a nós, com um corpo como o nosso, mas invisível e fluídico em estado normal.

 

     4. - Quando a alma está unida ao corpo durante a vida, tem um envoltório duplo: um pesado, grosseiro e destrutível, que é o corpo; outro fluídico, leve e indestrutível, chamado perispírito. O perispírito é o elo que une a alma ao corpo. É por intermédio dele que a alma faz o corpo agir e que percebe as sensações experimentadas pelo corpo.

 

     5. - A morte é apenas a destruição do envoltório grosseiro; a alma abandona esse envoltório, como se deixa uma roupa servida, ou como a borboleta, que deixa a sua crisálida. Mas conserva o seu corpo fluídico, ou perispírito.

 

     A união da alma, do perispírito e do corpo material constitui o homem; a alma e o perispírito, separados do corpo, constituem o ser chamado Espírito.

 

 

 

 

CONTINUA....

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 21h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

LEI DOS FENÔMENOS ESPÍRITAS – RESUMO (CONTINUAÇÃO - 2ª PARTE )

 

 

 LEI DOS FENÔMENOS ESPÍRITAS – RESUMO      

 (CONTINUAÇÃO - 2ª PARTE  )  

 

 

 

     6. - A morte do corpo desembaraça o Espírito do envoltório que o ligava à terra e o fazia sofrer. Uma vez livre desse fardo, tem apenas o seu corpo etéreo, que lhe permite percorrer o espaço e transpor distâncias com a rapidez do pensamento.

 

 

     7. - O fluido que compõe o perispírito penetra todos os corpos e, como a luz, atravessa os corpos transparentes; nenhuma matéria lhe faz obstáculo. É por isso que os Espíritos penetram em toda a parte, nos lugares mais hermeticamente fechados. É uma idéia ridícula crer que entrem por uma pequena abertura, como o buraco de uma fechadura ou o tudo da chaminé.

 

 

     8. - Os Espíritos povoam o espaço; constituem o mundo invisível, que nos rodeia, em meio do qual vivemos, e com o qual estamos em contato incessante.

 

 

     9. - Os Espíritos têm todas as percepções que tinham na terra, mas em mais alto grau, porque suas faculdades não são amortecidas pela matéria; têm sensações que nos são desconhecidas; vêem e ouvem coisas que os nossos sentidos limitados não nos permitem ver nem ouvir. Para eles não há escuridão, salvo para aqueles cuja punição é ficarem temporariamente nas trevas. Todos os nossos pensamentos repercutem neles e aí lêem como num livro aberto; de sorte que aquilo que podemos ocultar a qualquer um, quando vivo, não o podemos mais, desde que ele é Espírito.

 

        10. - Os Espíritos conservam as afeições sérias que tinham na terra; pela visão, pela audição, pelo tato, pelos ruídos, movimentos dos corpos, escrita, desenho, música, etc. Manifestam-se por meio de pessoas dotadas de uma opinião especial para cada gênero de manifestações, e que se distinguem sob o nome de médiuns. É assim que se distinguem os médiuns videntes, falantes, auditivos, sensitivos, de efeitos físicos, desenhistas, tiptologistas, escreventes, etc. Entre os médiuns escreventes há numerosas variedades, conforme a natureza das comunicações que são aptos a receber.

 

 

     11. - Posto que invisível para nós em estado normal, o perispírito não deixa de ser matéria etérea. Em certos casos, o Espírito pode fazê-lo sofrer uma espécie de modificação molecular, que o torna visível e, até, tangível. É assim que se produzem as aparições. Esse fenômeno não é mais extraordinário que o do vapor, que é invisível, quando muito rarefeito, e que se torna visível, quando condensado.

 

     Os Espíritos que se tornam visíveis apresentam-se quase sempre sob a aparência que tinham em vida, e que os pode dar a conhecer.

 

 

     12. - É auxiliado por seu perispírito que o Espírito age sobre o seu corpo vivo. É ainda com esse mesmo fluido que se manifesta, agindo sobre a matéria inerte, produzindo ruídos, movimentos das mesas e outros objetos que ergue, derruba ou transporta. Esse fenômeno nada tem de surpreendente se se considerar que, entre nós, os mais poderosos motores se acham nos fluidos mais rarefeitos e, até, imponderáveis, como o ar, o vapor e eletricidade.

 

 

     É igualmente com o auxílio de seu perispírito que o Espírito faz os médiuns escrever, falar ou desenhar. Não tendo corpo tangível para agir ostensivamente, quando quer manifestar-se, serve-se do corpo do médium, cujos órgãos ocupa, fazendo-os agir como se fosse seu próprio corpo, e isto pelo eflúvio fluídico, que sobre ele derrama.

 

 

     13. - É pelo mesmo meio que o Espírito age sobre a mesa, quer para movê-la sem significação determinada, quer para fazê-la vibrar golpes inteligentes, indicando as letras do alfabeto, para formar palavras e frases, fenômeno designado sob o nome de tiptologia. Aí a mesa não passa de um instrumento de que ele se serve, como do lápis para escrever. Dá-lhe uma vitalidade momentânea, pelo fluido com que a penetra, mas não se identifica com ela.  As pessoas que,  emocionadas,  ao verem manifestar-se  um  ser que lhes é caro, beijam a mesa, praticam um ato ridículo, porque é absolutamente como se beijassem a bengala de que o amigo se serve para vibrar golpes. Dá-se o mesmo com as que dirigem a palavra à mesa, como se o Espírito estivesse encerrado na madeira, ou como se esta se tivesse tornado Espírito.

 

 

     Quando ocorrem comunicações por esse meio, é preciso imaginar o Espírito, não mesa, mas ao lado, como em vida e como seria visto, se no momento se tornasse visível. O mesmo ocorre nas comunicações pela escrita. Ver-se-ia o Espírito ao lado do médium, dirigindo-lhe a mão, ou lhe transmitindo o pensamento por uma corrente fluídica.

 

 

CONTINUA.....

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 21h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

LEI DOS FENÔMENOS ESPÍRITAS – RESUMO ( CONTINUAÇÃO - 3ª PARTE )

 

 LEI DOS FENÔMENOS ESPÍRITAS – RESUMO      

 ( CONTINUAÇÃO - 3ª PARTE  )              

 

 

 

     Quando a mesa se ergue do solo e flutua no espaço, sem ponto de apoio, o Espírito não a levanta pela força do braço, mas a envolve e a penetra de uma espécie de atmosfera fluídica, que neutraliza a ação da gravidade, como faz o ar com os balões e papagaios. O fluido de que é penetrada lhe dá momentaneamente uma maior leveza específica. Quando plantada ao solo, está no caso da campânula pneumática, sob a qual se faz o vácuo. São estas simples comparações, para mostrar a analogia dos efeitos, e não a similitude absoluta das causas.

 

     Depois disto, compreende-se que a um Espírito não é mais difícil levantar uma pessoa do que uma mesa, transportar um objeto de um a outro lugar, ou atirá-lo em qualquer parte. Esses fenômenos são produzidos pela mesma lei.

 

     Quando a mesa persegue alguém, não é o Espírito que corre, pois pode ficar tranqüilamente no mesmo lugar, mas lhe dá o impulso por uma corrente fluídica, com o auxílio da qual a faz mover-se à vontade.

 

     Quando os golpes são ouvidos na mesa ou noutro lugar, o Espírito não bate com a mão, nem com um objeto qualquer: ele dirige um jacto de fluido para o ponto de onde parte o ruído, produzindo o efeito de um choque elétrico. Modifica o ruído, como se pode produzir o som produzido pelo ar. (Allan Kardec)

 

14. - Por estas poucas palavras pode ver-se que as manifestações espíritas, sejam de que natureza foram, nada têm de sobrenatural ou maravilhoso. São fenômenos que se produzem em virtude da lei que rege as relações entre o mundo visível e o invisível, lei tão natural quanto as da eletricidade, das gravitações, etc. O Espiritismo é a ciência que nos dá a conhecer essa lei, como a mecânica nos dá a conhecer as do movimento e a ótica as da luz.

 

     Estando as manifestações espíritas na natureza, produziram-se em todas as épocas. Conhecida a lei que as rege, explica-nos uma porção de problemas olhados como insolúveis. É a chave de uma porção de fenômenos explorados e amplificados pela superstição.

 

 

     15. - Afastado completamente o maravilhoso, tais fenômenos nada mais têm que repugne à razão, porque vêm tomar lugar ao lado dos outros fenômenos naturais. Nos tempos de ignorância, todos os efeitos cujas causas não eram conhecidas eram reputados sobrenaturais. As descobertas científicas foram restringindo continuamente o círculo do maravilhoso. O conhecimento dessa nova lei vem reduzi-lo a nada. Assim, os que acusam o Espiritismo de ressuscitar o maravilhoso, provam, por isto mesmo, que falam do que não conhecem.

 

     16. - Uma idéia mais ou menos geral entre pessoas que não conhecem o Espiritismo é crer que os Espíritos,  apenas porque  são desprendidos  da matéria,  devem  saber  tudo e possuir a sabedoria suprema. Isto é um erro grave. Deixando seu envoltório corporal, não se despojam imediatamente de suas imperfeições: só com o tempo se depuram e se melhoram.

 

     Sendo os Espíritos as almas dos homens, como há homens de todos os graus de saber e de ignorância, de bondade e de maldade, o mesmo se encontra entre os Espíritos. Há-os que são levianos e brincalhões, outros mentirosos e trapaceiros, hipócritas, maus e vingativos; outros, ao contrário, possuem as mais sublimes virtudes e o saber em grau desconhecido na terra. Essa diversidade na qualidade dos Espíritos é um dos mais importantes pontos a considerar, pois explica a natureza boa ou má das comunicações que se recebem. É preciso aplicar-se em as distinguir.

 

     Disto resulta que não basta dirigir-se a um Espírito qualquer para ter uma resposta justa para cada pergunta. Porque o Espírito responderá conforme o que sabe e, muitas vezes, dará sua opinião pessoal, que pode estar certa ou errada. Se for prudente, confessará sua ignorância sobre o que não sabe; se leviano ou mentiroso, responderá a tudo, sem se preocupar com a verdade; se orgulhoso, dará sua idéia como verdade absoluta. É por isto que São João, o Evangelista, diz: “Não creiais a todo o Espírito, mas experimentais se os Espíritos são de Deus”. A experiência prova a sabedoria deste conselho. Seria, pois, imprudência e leviandade aceitar sem controle tudo o que vem dos Espíritos.

 

     Os Espíritos só podem responder sobre o que sabem e, ainda, sobre o que lhes é permitido dizer, porque há coisas que não devem revelar, porque ainda não é dado ao homem tudo conhecer.

 

 

CONTINUA.....

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 21h22
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

LEI DOS FENÔMENOS ESPÍRITAS – RESUMO ( CONTINUAÇÃO - 4ª PARTE - FINAL )

 

 

LEI DOS FENÔMENOS ESPÍRITAS – RESUMO

(CONTINUAÇÃO - 4ª PARTE - FINAL  )              

 

 

 

     17. -  A qualidade dos Espíritos é reconhecida pela linguagem. A dos Espíritos realmente bons e superiores é sempre digna, nobre, lógica, isenta de toda trivialidade, puerilidade ou contradição; respira sabedoria, benevolência e modéstia; é concisa, sem palavras inúteis. A dos Espíritos inferiores, ignorantes ou orgulhosa carece dessas qualidades; o vazio das idéias aí é quase sempre compensado pela abundância de palavras.

 

     18. - Outro ponto a considerar, igualmente essencial, é que os Espíritos são livres; comunicam-se quando querem e a quem lhes convém e, também, quando podem, pois têm as suas ocupações. Não estão às ordens e ao capricho de quem quer que seja,  e a ninguém é dado fazê-las rir mau grado seu, nem lhes fazer dizer o que querem calar. De sorte que ninguém pode afirmar que um certo Espírito virá a seu apelo em determinado momento ou responderá a esta ou àquela pergunta. Dizer o contrário é provar a absoluta ignorância dos princípios mais elementares do Espiritismo. Só o charlatanismo tem fontes infalíveis.

 

     19. - Os Espíritos são atraídos pela simpatia, pela similitude dos gostos e dos caracteres, pela intenção que faz desejada a sua presença. Os Espíritos superiores não vão a reuniões fúteis, do mesmo modo que um cientista da Terra não iria a uma reunião de jovens estúrdios. Diz o simples bom senso que não pode ser salutar, combater os vícios, tentar reconduzir ao bom caminho; se não forem escutados retiram-se. Seria fazer uma idéia completamente falsa pensar que Espíritos sérios se comprazem em responder a futilidades,  a perguntas  ociosas, que  nem provam interesse,  nem respeito por eles,  nem real desejo de instruir-se e ainda menos, que      possam vir dar espetáculo para divertir curiosos. Se não o fizeram em vida, não farão depois de mortos.

 

     20. - Do que precede resulta que toda reunião espírita, para ser proveitosa, deve, como primeira condição, ser séria e recolhida; que aí tudo deve passar-se respeitosamente, religiosamente, com dignidade, se quiser obter o concurso habitual dos bons Espíritos. É preciso não esquecer que se esses mesmos Espíritos aí se tivessem apresentado quando vivos, teriam tido por eles considerações às quais têm ainda mais direito depois de mortos.

 

 

 

 

     Em vão alegam a necessidade de certas experiências curiosas, frívolas e divertidas, para convencer os incrédulos; o que acontece é de resultado negativo. O incrédulo, já inclinado a troçar das mais sagradas crenças, não pode ver uma coisa séria naquilo de que fazem pilhérias; não pode ser levado a respeitar aquilo que lhe não é apresentado de modo respeitável. Assim, reuniões fúteis e levianas, dessas onde nem há ordem, nem seriedade, nem recolhimento, ele sempre leva uma impressão má. O que pode convencê-lo é sobretudo, a prova da presença de seres cuja memória lhe é cara; é diante de suas palavras graves e solenes, diante de revelações íntimas que o vemos empalidecer e comover-se. Mas, por isso mesmo que há mais respeito, veneração, apego à pessoa cuja alma se lhe apresenta, ele fica chocado de vê-la vir a uma assembléia irreverente, entre mesas que dançam e chocarrices de Espíritos levianos. Por mais incrédulo que seja, sua consciência repele essa aliança entre o sério e o frívolo, o religioso e o profano, razão por que taxa  tudo de palhaçada e, por vezes, sai menos convencido do que havia entrado.

 

     As reuniões desse gênero sempre fazem mais mal do que bem, porque afastam da doutrina mais gente do que atraem, sem contar que oferecem o flanco à crítica dos detratores, que aí acham fundados motivos para troça.

 

     21. - É erro fazer um divertimento com as manifestações físicas. Se elas não têm a importância do ensino filosófico, têm sua utilidade, do ponto de vista dos fenômenos, porque são o a, b, c, da ciência, do qual deram a chave. Posto que hoje menos necessárias, ainda a ajudam a convicção de certas pessoas. Mas não excluem, absolutamente, a ordem e a compostura nas reuniões onde se fazem experiências. Se fossem sempre praticadas de maneira conveniente, convenceriam mais facilmente e, sob todos os respeitos, produziriam muito melhores resultados.

 

     22. - Sem dúvida, estas explicações são muito incompletas e, necessariamente, podem provocar numerosas perguntas. Mas não se deve perder de vista que isto não é um curso de Espiritismo. Tais quais são, bastam para mostrar a base sobre que ele repousa, o caráter das manifestações e o grau de confiança que podem inspirar, conforme as circunstâncias.

 

     Quanto à utilidade das manifestações ela é imensa, por suas conseqüências. Mas, ainda que só tivessem como resultado dar a conhecer uma nova lei da natureza, demonstrar materialmente a existência da alma e a sua imortalidade, já seria muito, porque seria uma larga via aberta à filosofia. (R. E. abril 1864 - Allan Kardec).  

 

 

 

 

 

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 21h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

" SÁBIO É AQUELE QUE COMPARTILHA O POUCO QUE SABE " Isaias Pintto Hernanndes - São José dos Campos

" SÁBIO É AQUELE QUE COMPARTILHA O POUCO QUE SABE " Isaias Pintto Hernanndes - São José dos Campos

 

 

"CONHEÇA,  GOSTANDO DIVULGUE AOS SEUS AMIGOS E DEIXE SEU COMENTÁRIO "


Obrigado


Isaias Pintto Hernanndes -  Sacerdote Sagrada Umbanda  - São José dos Campos

 

 

CONHEÇA TAMBÉM: http://sagrada-umbanda.blogspot.com/

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 20h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DESTRALHE-SE

"DESTRALHE-SE".
Texto: Carlos Solano


-"-Bom dia, como tá a alegria"? Diz dona Francisca, minha faxineira rezadeira, que acaba de chegar.

-"-Antes de dar uma benzida na casa, deixa eu te dar um abraço que preste!" e ela me apertou.
Na matemática de dona Francisca, "quatro abraços por dia dão para sobreviver; oito ajudam a nos manter vivos; 12 fazem a vida prosperar".
Falando nisso, "vida nenhuma prospera se estiver pesada e intoxicada". Já ouviu falar em toxinas da casa? 
Pois são:
- objetos que você não usa,
- roupas que você não gosta ou não usa há um ano,
- coisas feias,
- coisas quebradas, lascadas ou rachadas,
- velhas cartas, bilhetes,
- plantas mortas ou doentes,
- recibos/jornais/revistas, antigos,
- remédios vencidos,
- meias velhas, furadas,
- sapatos estragados...


Ufa, que peso!
"O que está fora está dentro e isso afeta a saúde", aprendi com dona Francisca. "Saúde é o que interessa. O resto não tem pressa!", ela diz, enquanto me ajuda a 'destralhar', ou liberar as tralhas da casa...
O 'destralhamento' é a forma mais rápida de transformar a vida e ajuda as outras eventuais terapias.
Com o destralhamento:

- A saúde melhora;
- A criatividade cresce;
- Os relacionamentos se aprimoram...


É  comum  sentir-se cansado, deprimido, desanimado, em um ambiente cheio de entulho, pois "existem fios invisíveis que nos ligam à tudo aquilo que possuímos".

Outros possíveis efeitos do "acúmulo e da bagunça":
- sentir-se desorganizado;
- fracassado;
- limitado;
- aumento de peso;
- apegado ao passado...


No porão e no sótão, as tralhas viram sobrecarga;Na entrada, restringem o fluxo da vida;Empilhadas no chão, nos puxam para baixo;Acima de nós, são dores de cabeça;
"Sob a cama, poluem o sono".

"Oito horas, para trabalhar;Oito horas, para descansar; Oito horas, para se cuidar."

Perguntinhas úteis na hora de destralhar-se:

- Por que estou guardando isso?
- Será que tem a ver comigo hoje?
- O que vou sentir ao liberar isto?
 
...e vá fazendo pilhas separadas...
- Para doar!
- Para jogar fora!


Para destralhar mais:
- livre-se de barulhos,
- das luzes fortes,
- das cores berrantes,
- dos odores químicos,
- dos revestimentos sintéticos...

e também...
- libere mágoas,
- pare de fumar,
- diminua o uso da carne,
- termine projetos inacabados.


"Se deixas sair o que está em ti, o que deixas sair te salvará.. Se não deixas sair o que está em ti, o que não deixas sair te destruirá",  Arremata o mestre Jesus, no evangelho de Tomé.

"Acumular nos dá a sensação de permanência, apesar de a vida ser impermanente", diz a sabedoria oriental. O Ocidente resiste a essa idéia e, assim, perde contato com o sagrado instante presente.

Dona Francisca me conta que "as frutas nascem azedas e no pé, vão ficando docinhas com o tempo".. a gente deveria de ser assim, ela diz
"Destralhar ajuda a adocicar."

Se os sábios concordam, quem sou eu para discordar

"  O  DESAPEGO É O PRIMEIRO PASSO PARA ACEITAR  E  FACILITAR NOSSA ÚNICA CERTEZA... O MOMENTO QUE DEIXAREMOS À MATERIA AO DESENCARNARMOS.   ISAIAS PINTTO HERNANNDES - Médium Dirigente - SJC  "

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 16h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

FASES DO TRANSE MEDIÚNICO

FASES DO TRANSE MEDIÚNICO

*    PREPARAR O MÉDIUM INFORMANDO QUE O CORPO DELE É A RESIDENCIA DE SEUS ESPÍRITO.

*    ALERTAR PARA QUE ELE VAI RECEBER COMO UMA ANTENA A VIBRAÇÃO DE SUA ENTIDADE, SENDO SEU DEVER MANTER O EQUILÍBRIO CORPORAL, ATENTANDO PARA PERNAS, PÉS E MOVIMENTOS SEMPRE PROCURANDO AUXILIAR A ENTIDADE QUANTO AO EQUILÍBRIO.

INFORMA-LO QUE A IRRADIAÇÃO CHEGA ATÉ ELE PELOS CANAIS DE ENERGIAS – CHAKRAS. ENTÃO ELE DEVERÁ ABRIR ESSES CANAIS, PRINCIPALMENTE ALTO DA CABEÇA, REGIÃO DO TERCEIRO OLHO E REGIÃO ABDOMINAL E NA MESMA DIREÇÃO NAS COSTAS.  CHAKRAS: CORONÁRIO , FRONTAL E UMBILICAL / PLEXO SOLAR.

PEÇA PARA RELAXAR , CONTROLAR A RESPIRAÇÃO , TRABALHANDO O DIAFRAGMA E PROGETAR-SE PARA UMA MATA FECHADA, A BEIRA DE UM RIO, OU PRAIA, CACHOEIRA. ENFIM DESLIGAR-SE DOS PROBLEMAS E ATIVAR SEUS CANAIS ENERGÉTICOS E AGUÇAR A SENSIBILIDADE DE ENERGIAS.

                                                    

 

PROCEDIMENTO:

Relaxe... depois do relaxamento e da concentração, propor ao médium iniciante:

01 - Percepção dos fluidos, projetados pelos Espíritos;

02 - Aproximação da entidade espiritual;

03 - Contato perispiritual;

04 - Envolvimento do Espírito comunicante;

05 - Manifestação mediúnica.

06 - Procurando controlar o equilíbrio

07 – Procurar conhecer a essência da entidade, sua personalidade, estilo de atuação.

08 – Atentar para as orientações, pois sendo médium consciente , continuará ouvindo, vendo se abrir os olhos. Para controlar a ansiedade.

09 – Não focar as letras das curimbas         ( pontos cantados ) , mas sim o toque , as batidas dos atabaques e palmas.

10 - Respeitar as orientações de desligamento com a vibração da entidade, fechando seus canais de  energias ( Chakras ) através da atenção do sentir quando a mesma já está se desligando, o médium deve ser informando que a Entidade sempre acatará as orientações dos dirigentes e Guias Chefes do recinto.

 

·      APÓS O PROCESSO O MÉDIUM NÃO DEVE ABRIR MAIS SEUS CANAIS E NÃO CONCENTRAR, SEM  AUTORIZAÇÃO  DO RESPONSÁVEL PELO SEU DESENVOLVIMENTO.

·      LEMBRAR QUE A TODA MEDIUNIZAÇÃO O MÉDIUM TEM COMO DEVER AGRADECER A DEUS, AO ALTO E AS ENTIDADES .

 

 

Elaborado por   Isaias Pintto Hernanndes – Médium Estudioso e Pesquisador Sagrada Umbanda  –   

Médium Dirigente " Congá Sagrado Pai Serafim do Congo, Cacique Pena Branca e Ogum de Ronda " – São José dos Campos - SP

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 14h39
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

PRECONCEITO, DOENÇA DA ALMA. Isaias Pintto Hernanndes

"O preconceito é um fardo que confunde o passado, ameaça o futuro e torna o presente inacessível."
(
Maya Angelou)

 

"O preconceito é uma opinião não submetida a razão. "
(
Voltaire)

 

"Os homens são capazes de cometer roubo e adultério apenas com os olhos. "
(
Xenócrates)

 

"Eu não creio que Deus se importa onde nos graduamos e o que fizemos para ganhar a vida. Deus quer saber quem nós somos. Descobrir isso é o trabalho da alma - é o nosso verdadeiro trabalho da vida. "
(
Bernie Siegel)

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 11h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

EM CERTOS MOMENTOS TEMOS QUE TER CORAGEM ATÉ PARA AGRADECER. Isaias Pintto Hernanndes

 

"Quem tem a coragem de rir é senhor do mundo, quase tanto como quem está preparado para morrer."
(
Giacomo Leopardi)

 

"Obstáculos são aqueles perigos que você vê quando tira os olhos de seu objetivo."
(
Henry Ford)

 

"O impossível, em geral, é o que não se tentou."
(
Jim Goodwin)

 

AGRADECIMENTOS POR TODAS BENÇÃOS ADVINDAS DO CACIQUE PENA BRANCA E DE SUA FALANGE.    Isaias Pintto Hernanndes - Sacerdote Sagrada Umbanda - SJC

 

.

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 11h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

ORAÇÃO PARA CASAIS EM TURBULÊNCIAS CONJULGAIS

 

MOMENTO DE RELAXAMENTO E REFEXÕES.

ISAIAS PINTTO HERNANNDES - SJC  (Sacerdote Sagrada Umbanda)


 


Oração para os Casais em Turbulências Conjulgais.

Mestre Jesus Cristo, filho de Deus e filho na carne de um casal abençoado, restaura os laços matrimoniais dos casais que estão separados e que queiram ambos essa restauração !


Liberta, pel
o poder do teu sangue e pela intercessão de Nossa Mãe Virgem Maria , todos aqueles que estão sofrendo pelo adultério e pelo abandono dos seus cônjuges !

Visita o coração daquele esposo ou esposa que está distante , dos que já estão separados na mesma casa. Liberta os casais recém-casados que já estão pensando em separação, ou mesmo separados pela força dos papeis dos homens , ganancias de profissionais !

Liberta , senhor , de toda força negativa , que oprime , que divide , que semeia o ódio , o rancor , a mágoa, que usa do desequilíbrio de rendas como artifíciios para causar opressões e mágoas !

Liberta pelo poder de seu sangue , os casais que por fraqueza espiritual , foram atingidos por vibrações negativas de pessoas e se falsos amigos , lava com teu sangue redentor !

Cura as feridas de relacionamento : as marcas de palavras duras , humilhações , agressões diversas , adultério , mentiras , calúnias , mal entendidos e outras marcas!

Cura as feridas de infância e adolescência , que infuenciaram no relacionamento , levando a essa separação : os traumas , as feridas familiares que ele traz .

Cura os casais que estão separados por escolha errada dos seus cônjuges ! Casaram-se com pessoas com doenças psíquicas graves , com desvios de personalidade e sexualidade , e só descobriram depois do casamento .

Cura aqueles que se casaram prematuramente , sem maturidade afetiva e emocional para enfrentar uma relação a dois !

E direcione Senhor toda Mulher que sofra agressão física ou pisíquica, para o socorro e registro imediato de alguma autoridade policial. Pois aquela que propícia a chegada de um filho teu, não pode sofrer as mazelas da maldade de um homem ou de qualquer ser que se aproxime.

Rogamos em nome do Pai , do Filho e do Espírito Santo , amém !

Autor: Ysaias Pintto - Sacerdote da Sagrada Umbanda
Visite: http://sagrada-umbanda.blogspot.com/

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 10h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SEJA MELHOR.....

 

SEJA MELHOR SEMPRE


PROCURE SEMPRE TER ATOS NOBRES, COMO A VERDADE, A HONESTIDADE E AMOR A VIDA.


PROCURE DIZER MAIS : OBRIGADO.


DEIXE DE PROCURAR OS DEFEITOS DOS OUTROS E CORRIJA OS PRÓPRIOS.

 

ISAIAS PINTTO HERNANNDES - MÉDIUM PESQUISADOR E ESTUDIOSO- SACERDOTE SAGRADA UMBANDA - SJC

Escrito por Isaias Pinto/Médium Dirigente às 10h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

06/09/2010


O Povo Cigano na Umbanda

O Povo Cigano na Umbanda

 

Uma característica marcante do povo cigano é a liberdade, em relação às nacionalidades, aos padrões sociais e aos preconceitos que escravizam.

Os ciganos são poeticamente denominados “Filhos do Vento”, por sua liberdade, fluida mobilidade e errância, sempre ao sabor do vento, percorrendo os quatro cantos do mundo em sua mágica trajetória. Profundos conhecedores dos caminhos, em sua saga milenar vêm recolhendo conhecimentos iniciáticos de todas as culturas e tradições.

Outra característica marcante é o seu conhecimento magístico e curandeiro, principalmente nos campos da saúde e do amor.

É lendária a vidência de seus magos e sacerdotisas, que utilizam o elemento espelho, para refletir o Tempo, a memória ancestral, os conhecimentos, a arte da cura e dom da vidência. Por meio das cartas ou outros suportes materiais como bolas de cristal, estrelas do mar e simples copos de água, o futuro, o presente e o passado desdobram-se no vórtex temporal de suas visões.

Na Umbanda, a presença de ciganos tem sido cada vez mais constante, e em muitos terreiros, eles próprios já pedem para que seus médiuns trabalhem com a roupa branca, e ou outras cores claras, evitando sempre o preto que representa para eles a tristeza, e tenham apenas os seus elementos magísticos, como lenços, baralhos, espelhos, adagas, anéis, colares e outros.

Nos dias de suas festas, podem ser utilizados os violinos, a cítara, a viola, os pandeiros e outros instrumentos característicos.

Na Linha dos Ciganos encontramos espíritos que tiveram encarnações como ciganos e também espíritos que foram atraídos para essa linha por afinidade com a magia cigana.

Por isso, os ciganos na Umbanda não têm obrigatoriamente que falar espanhol ou romanês, ler cartas ou fazer advinhações. Há os espíritos ciganos que fazem isso porque já o faziam quando encarnados e outros não. Além disso, tiveram suas encarnações em variados paises, como os do Oriente, Europeus, Hispânicos, etc.

O “povo cigano" tem suas cerimônias próprias e tem seus rituais coletivos adaptados à Umbanda e suas sessões são muito apreciadas e muito concorridas, pois seus trabalhos estão voltados para as necessidades mais terrenas dos consulentes. É uma linha espiritual em franca expansão e temos até linhas de esquerda “ciganas”, tais como a do Senhor Exu Cigano e da Senhora Pomba-Gira Cigana, muito procurados pelos consulentes quando se manifestam nas sessões de trabalhos espirituais.” (Saraceni, Rubens – Umbanda Sagrada – Madras Ed.)

É uma linha espiritual especial, cujas entidades trabalham na irradiação dos diversos orixás, mas louvam sua padroeira, Santa Sara Kali-yê. Seus trabalhos também podem ser sustentados por Pai Ogum, ordenador dos caminhos – e por Pai Xangô (que rege a linha do Oriente) – o fogo, pois os ciganos sempre estão ao redor de suas fogueiras.

Na Umbanda, actuam como guias espirituais, de maneira extremamente respeitosa e sempre procuram mostrar o caráter fraterno do povo cigano, seu respeito com o alimento e a capacidade de repartir o pão.

Aceitam o ritual umbandista, como meio evolucionista, e retribuem com suas ricas orientações e com a alegria de seus cantos e de suas danças.

 

Fonte:http://paipedrodeogum.blogs.sapo.pt/28981.html

Escrito por isaiaspinto às 01h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

PLACA COMEMORATIVA DA FUNDAÇÃO DO CONGÁ SAGRADO PAI SERAFIM DO CONGO, CACIQUE PENA BRANCA E OGUM DE RONDA - SJC

Escrito por isaiaspinto às 00h55
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MENSAGENS DAS VELAS

MENSAGENS DAS VELAS

Ao acender uma vela, é possível identificar algumas mensagens:
  •  Vela que não acende prontamente:
Indica que o anjo pode estar tendo dificuldades para ancorar. O astral ao seu redor pode estar "poluído ou carregado".
  • Vela queimando com chama azulada:
O anjo demonstra que, devido às circunstancias, seu pedido terá algumas mudanças. Está lhe pedindo paciência, pois a realização de seu desejo já está à caminho.
  • Vela queimando com chama amarelada:
A sua felicidade está próxima.
  • Vela queimando com chama vermelha:
O seu pedido está sendo realizado.
  • Vela queimando com chama brilhante:
Você está tendo êxito no seu pedido.
  • Chama que levanta e abaixa:
Você está pensando em várias coisas ao mesmo tempo. Sua mente pode estar um pouco tumultuada. Alerta para firmar o seu pedido.
  • Chama que solta fagulhas no ar:
O anjo colocará alguém no seu caminho para comunicar o que você deseja. Poderá ter algum tipo de desapontamento antes do seu pedido ser realizado. Antes do seu pedido se realizar, você sofrerá algum pequeno aborrecimento.
  • Chama que parece uma espiral:
Seus pedidos serão alcançados, o anjo já está levando sua mensagem. Mas, cuidado, não faça comentários de seus desejos, pois tem gente por perto querendo atrapalhar os seus pedidos.
  • Pavio que se divide em dois:
Seu pedido foi feito de forma duvidosa, tente novamente.
  • Ponta de pavio brilhante:
Sorte e sucesso no seu pedido.
  • Vela que chora muito:
O anjo sente dificuldades em realizar o seu pedido. Pois, você está muito emotiva, e sem forças.
  • Sobra um pouco de pavio e a cera fica em volta:
O anjo pede mais oração.
  • Se a vela apaga, depois de acesa (sem vento por perto):
O anjo ajudará na parte mais difícil do pedido, o resto cabe à você resolver. Acenda mais duas velas, para reforçar o pedido.
  • Chama enfraquecida:
É preciso reforçar o seu pedido.
  • Chama que permanece baixa:
De tempo ao tempo, pois esta não é a hora certa para receber o que tanto deseja. Indica que você não está bem, e há necessidade de elevar rapidamente o seu astral.
  • Chama que vacila:
Indica que o pedido se realizará, mas antes ocorrerá alguma transformação necessária.
  • Quando se acende mais de uma vela e uma das chamas está mais brilhante do que as outras:
Indica boa sorte.
  • Quando se acende mais de uma vela e, todas as chamas ESTÃO altas e brilhantes:
Erga as mãos para o céu e agradeça pela benção que está recebendo em seu pedido.Quando a vela queima por inteiro: seu pedido foi plenamente aceito.
  • Quando a vela forma uma ESPÉCIE de escada ao lado:

Indica que seu pedido está se concretizando.

 

  • Quando a vela termina de queimar e sobra cera esparramada no prato, sem queimar:
É sinal que você precisa acender novamente o que sobrou, pois existe energias negativas atrapalhando. Quando terminar de queimar, então acenda outra e agradeça ao seu Anjo.


Escrito por isaiaspinto às 00h51
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

JOGO DE BÚZIOS - ORÁCULO EXCLUSIVO DO CANDOMBLÉ

JOGO DE BÚZIOS - ORÁCULO EXCLUSIVO DO CANDOMBLÉ
O que é o Jogo de Buzíos

Explicação sobre a forma de Jogo
O jogo de búzios tem por finalidade identificar nosso Orixá (Ori=Cabeça (física e astral) + Ixá=guardião); ou seja , problemas de plano astral, espiritual, material e suas soluções". O jogo de búzios é uma leitura divinatória e esotérica por excelência, utilizado como consulta, quer seja; para identificar nosso orixá (ori= cabeça + ixá=guardião), que é a mesma figura do anjo de guarda; a situação material, astral e espiritual, principalmente com relação a problemas e dificuldades.
Portanto de uma forma definitiva - ninguém "fala" ao nosso ouvido, nem Exú e tampouco Oxum, os quais tem forte influência sobre o jogo, mas não desta forma, se assim fosse, não seria necessário jogá-los.
A leitura esotérica divinatória está diretamente ligada à Òrúnmìlà, cujos babalorixás, são seus porta-vozes, outras lendas africanas, mostram a ligação do jogo de búzios com Exú, Oxum e Oxalá. No capítulo destinado à Ifá e Odù, consta essa estreita relação entre Exú e Ifá.
O jogo de búzios é exclusivo dos candomblecistas praticantes e reconhecidamente iniciados.
Os búzios são jogados em número de dezesseis, que correspondem aos dezesseis odús principais, quer sejam: Okaran (Exú), Ejioko (Ogum, Ibeji), etaogunda (Obaluayiê, Ogun), Iorosun (Yemanjá, Oya), Oxê (Oxum), Obara (Oxossi, Logunedé e Xangô), Odí (Omolu, Oxóssi e Oxalá), EgionilO (Oxaguian), Ossá (Oyá, Yewa e Yemanjá), Ofum (Oxalufan), Owarim (Oyá, Ogum e Exu), Egilexebora (Xangô, Oba, Iroko), Egioligibam (Nanã), Iká (Ossain e Oxumare), Obeogundá (Ogun, Ewá eOobá) e Alafia (Orixalá, isto é, todos os outros Orixás funfun). Duas formas são as mais utilizadas, sobre a urupema (peneira (totalmente abolido em ketu)), ou sobre erindilogun (fio de contas), que em alguns casos, nele constam os dezesseis orixás cultuados atualmente no Brasil; igualmente constam desta parafernália: uma otá, uma vela branca, um adjá (espécie de sineta) usado para saudar os orixás, abrir o jogo e convocar o eledá do consulente para que permita uma boa leitura; água; indispensável os fios de Oxalá e Oxum; um coco de ifá; moedas; favas; obi; orobô; um imã; uma fava (semente) especial que represente no jogo o eledá consultado, e fora isso um preparo do babalorixá, e os orôs (rezas) necessários.
A forma de jogo mais usual, é a da leitura por odú, feita pela quantidade de búzios "abertos" ou "fechados", em que o olhador, deverá efetuar várias jogadas para uma leitura mais completa, em alguns jogos, cada queda corresponde a um único odú-orixá.
O porque e para que se consultam os búzios ? Pelo mesmo princípio que se vai ao médico, só vai quem está doente ou para uma avaliação de rotina, da mesma forma, que só toma remédio quem está doente, só se deve fazer algo, se houver alguma necessidade.
O futuro - é grande questão dos consulentes, no jogo de búzios, pode-se fazer "perguntas", cujas respostas não são detalhadas, mas de uma maneira geral é sim ou não, provável e se não fosse assim não haveria babalorixá pobre neste mundo, o futuro a Deus pertence, esta é uma frase sábia que alguém com muita propriedade disse um dia.
O futuro depende muito dos nossos atos presentes, o exercício do nosso livre arbítrio é constante, nada está definitivamente marcado ou decidido, a partir do instante que exercemos nossa vontade, podemos modificar a todo instante nosso futuro; exemplos simples: se alguém fica doente e acha que é o destino, vai morrer, mas, se procurar um médico, vai se curar; o futuro foi alterado; assim alguém que perca seu emprego, se ficar em casa, vai passar fome, se sair e procurar um emprego, terá grande chance de conseguir e novamente alterar seu futuro; e assim com tudo na vida; uma grande questão é que muitas pessoas acham que seu orixá, anjo da guarda ou Deus, tem saber de tudo, das suas necessidades, dos seus problemas e simplesmente resolvê-los, antes assim fosse, porém, mais uma vez é necessário que o nosso livre arbítrio e o nosso querer, tem que ser constante em nosso dia a dia.
Não podemos esperar que as pessoas "adivinhem" ou saibam o que estamos querendo ou precisando, se não falarmos, se não nos comunicarmos, é evidente que se tem uma forma de fazê-lo, sempre podemos dizer o que pensamos e precisamos, mas de uma forma correta, não agressiva, coerente. Sempre temos duas chances em cada situação que nos apresenta, o de sim e o de não, se tentarmos, porém se não tentarmos, só resta o não.
O jogo de búzios, costumo dizer que é uma ciência exata, sabe-se ou não, não cabe meio termo, quem sabe, talvez, ou a leitura é a expressão de uma realidade presente ou não, a forma de checar se um jogo está correto, começa pela identificação do orixá, a cada orixá corresponde um estereotipo de caráter e personalidade ao seu "filho", que ao lhe relatar não pode errar ou fugir das suas principais características, que o babalorixá checa com o consulente, se tudo corresponde, as demais situações do jogo também estarão corretas.
Porém se observe, que um leitor de jogo de búzios necessariamente tem que conhecer sobre as características que os orixás imprimem aos seus "filhos" características estas, que em alguns casos para o mesmo orixá, tem variantes, pela sua qualidade apresentada, ou ainda, difere determinadas características, se o "filho" for do sexo masculino ou feminino, há que se reconhecer uma situação um pouco complexa, e não poderia ser de outra forma, com todas essas variantes é um jogo prostituído, isto é, usado de forma inescrupulosa, leviana, por pessoas totalmente estranhas ao processo, pelos ignorantes que se julgam conhecê-lo.
Com relação ainda à esta situação, é muito comum alguns iniciados ou até mesmo sacerdotes, que não se preocuparam muito com o aperfeiçoamento, estudo mais detalhado, prática exaustiva, incorrem num erro, de conhecer uma pessoa de determinado orixá, e classificar suas características como definitivas para aquele orixá, e sempre que ver alguém com aquelas características, achar que aquela pessoa, também será daquele orixá, generalizando para sempre todos estes casos e situações; o erro: esta pessoa que conheceram, pode estar com o orixá errado, pois quem lhe atribuiu este orixá, não era competente, este é um fato muitíssimo comum.
É uma forma de leitura divinatória, que não massifica, isto é, uma situação vale para muitos, como no caso do horóscopo, mas usada de forma individual, como exemplo, o caso de gêmeos, dois ou mais, nascem no mesmo dia, e no entanto, caráter e personalidade em muitos casos, totalmente diversos.



 

Fonte : http://paipedrodeogum.blogs.sapo.pt/1685.html Publicado por Pai Pedro de Ogum

Escrito por isaiaspinto às 00h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

05/09/2010


O Sono e o Cérebro

O Sono e o Cérebro

Se fizeres um electroencefalograma a uma pessoa que esteja a dormir, estarás a gravar a sua actividade cerebral. Uma pessoa acordada e relaxada produz ondas alfa, que são oscilações constantes de cerca de 10 ciclos por segundo. Uma pessoa alerta produz ondas beta que são 2 vezes mais rápidas.

Durante o sono, dois padrões mais lentos, as ondas teta e as ondas delta tomam lugar. As ondas teta têm oscilações entre os 3.5 e os 7 ciclos por segundo e as ondas delta estão abaixo dos 3.5 ciclos por segundo.

À medida que uma pessoa adormece e o sono é mais profundo, os padrões das ondas cerebrais abrandam.
Quanto mais baixos os padrões, mais profundo é o sono - uma pessoa na fase delta é difícil de acordar.

Algumas vezes durante a noite, acontece algo inesperado:
Movimentos Rápidos dos Olhos ou Rapid Eye Movement, fase mais conhecida pela sigla REM.

Muitas pessoas vivem 3 a 5 intervalos de REM por noite; as ondas cerebrais, nestes períodos, aceleram a níveis de quase-acordar. Se vires uma pessoa na fase REM, vais reparar que os olhos rodam para trás e para a frente rapidamente. Em em algumas pessoas, os braços, pernas e músculos faciais tremem.

Os perídos de ausência de REM são conhecidos como sono NREM - sono não-REM.

Na fase REM é quando se sonha. Se acordares uma pessoa nesta fase, ela lembrar-se-á, vividamente, dos que estava a sonhar. Na fase NREM geralmente não se sonha.

Tem de se passar pelas duas fases - REM e NREM para ter uma boa noite de sono. Numa pessoa normal, 25% da noite é gasta na fase REM e o resto na fase NREM. Uma sessão REM - um sonho - dura de 5 a 30 minutos.

 

 

 

Porquê dormir?

Uma das maneiras de perceber porque dormimos é ver o que acontece se NÃO dormimos.

  • Se já fizeste uma directa, sabes que não é fatal. Ficas irritável durante o dia seguinte, cansas-te facilmente ou andas com a "corda toda" por causa da adrenalina.
  • Se falhas duas noites é pior: a concentração é difícil e os erros aumentam.
  • Ao fim de três dias sem dormir, provavelmente estarás a alucinar (literalmente) e o pensamento claro é impossível. Se continuares acordado(a), vais perder contacto com a realidade. Ratos forçados a ficar acordados, morrem, provando que dormir é essencial.
Uma pessoa que durma poucas horas por noite, pode ter a experiência de dois ou mais problemas destes ao mesmo tempo.

Outras duas coisas acontecem durante o sono. A hormona do crescimento, nas crianças, é libertada durante o sono, assim como substâncias químicas importantes para o sistema imunitário. Uma criança privada do sono pode ficar mais vulnerável a doenças e ser afectada no crescimento.

Mas a questão mantém-se: porque é que precisamos de dormir? Ninguém sabe ao certo. Há algumas teorias:

  • O sono dá ao corpo hipótese de reparar os músculos e outros tecidos, de substituir células velhas ou mortas, etc.
  • O sono dá ao cérebro hipótese de organizar e arquivar memórias. Os sonhos são tomados, por alguns, como parte desse processo.
  • O sono baixa o consumo de energia de modo a precisarmos de 3 refeições ao dia e não de 4 ou 5.
  • O sono pode ser um modo de recarregar o cérebro - a adenosina avisa que o cérebro necessita de descanso.

O que todos sabemos é que, com uma boa noite de sono, tudo parece e sabe melhor logo de manhã! Tanto o cérebro como o corpo estão preparados para um novo dia!

 

(Fonte:http://webcache.googleusercontent.com/http://mmarques.neodesigner.com/sono/sono.asp)

Escrito por isaiaspinto às 00h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MELHORANDO O SONO.

O que se pode fazer para melhorar o sono?

 

  • Fazer exercício regularmente. O exercício ajuda a cansar e relaxar o teu corpo.
  • Não consumir cafeína depois das 16h, mais ou menos. Evita outros estimulantes como o tabaco, por exemplo.
  • Evita o álcool antes de dormir. O álcool perturba os padrões normais das ondas cerebrais.
  • Tenta manter uma hora para deitar e levantar, mesmo aos fins-de-semana.

Escrito por isaiaspinto às 00h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O Poder da Ondas Cerebrais

O Poder da Ondas Cerebrais

Vinte e quatro horas por dia, células nervosas em seu cérebro estão gerando impulsos elétricos que flutuam ritmicamente em padrões distintos chamados padrões de onda cerebral – padrões estes muito correlacionados com seus pensamentos, suas emoções, seu jeito de ser e o funcionamento dos vários sistemas do seu corpo.

Existem quatro categorias de padrões de onda cerebral. O mais rápido é chamado padrão de onda cerebral beta, padrão de uma pessoa normal acordada e consciente. Beta está associado com concentração, excitação, alerta e cognição. Porém, em níveis mais rápidos, beta está associado com ansiedade, desarmonia e doença. Talvez a habilidade de se “auto-frear” daqueles níveis pode ser benéfica.

Conforme você fica mais relaxado, a atividade de suas ondas cerebrais diminui, o que chamamos de padrão de onda cerebral alfa –  um estado de relaxamento profundo frequentemente ligado ao estado entre dormindo e acordado. Alfa está frequentemente associado com o que é conhecido como super-apredizagem – a habilidade de aprender, processar, guardar e re-acessar grande quantidade de informação rápida e eficiente.

As ondas teta são mais lentas. Teta é mais bem conhecido como a onda cerebral do estado de sono com sonhos, mas também está associado com vários outros estados benéficos, incluindo criatividade aumentada, alguns tipos de super-aprendizagem, habilidades de memória aumentadas e o que chamamos de experiências integrativas (onde encontramos amplas mudanças positivas na maneira como vemos nós mesmos, os outros ou determinada situação de vida).

Experiências súbitas, que vêm “de repente”, quando você tem um “insight”, ou uma grande idéia aparece repentinamente, estão acompanhadas por uma descarga de ondas teta em seu cérebro. Poderá perceber provavelmente que estando nesse estado você pode aumentar sua efetividade!

Aqui está outra característica interessante do estado teta: Dr. Thomas Budzynski, um notável pesquisador do assunto, tem dito que críticas e auto-sabotagem freqüente no lado esquerdo do cérebro são submetidas a um estado teta, e que em termos de fazer mudanças positivas em crenças ou hábitos, “muito trabalho é feito rapidamente”. E o melhor de tudo, teta é também um estado de tremendo alívio de estresse. No padrão de onda cerebral teta mais lento, o cérebro libera grandes quantidades de endorfinas para relaxamento que – como você verá (ou mesmo sentirá) quando tentar – mandará seu estresse embora.

O padrão mais lento de onda cerebral é o delta, o padrão de onde cerebral do sono sem sonhos. Geralmente as pessoas estão adormecidas em delta, mas há evidências de que é possível permanecer alerta nesse estado – um estado muito profundo, como um transe, não-físico que você terá de ter a experiência para apreciar. Em certas freqüências de delta o cérebro libera muitas substâncias altamente benéficas, incluindo hormônio de crescimento, o que ordinariamente fazemos em quantidades cada vez menores conforme ficamos mais velhos, resultando em muitas sintomas da velhice, incluindo perda de tônus muscular, ganho de peso, perda de estamina e muitas doenças associadas com a idade.

A biofísica subjacente à bioquímica do corpo desempenha um papel significante na regulação de todos os processos da vida. Os médicos aprendem que há aproximadamente 75 milhões de células no corpo humano, cada uma com um potencial através de sua membrana celular, semelhante a uma bateria. Essas terapias por ondas cerebrais trabalham movendo elétrons através do corpo e do cérebro a uma freqüência variável de acordo com o apropriado, relembrando o corpo o seu padrão saudável. Com isso, há a normalização da atividade elétrica do cérebro e do sistema nervoso

Escrito por isaiaspinto às 00h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

TETA é a onda da Meditação

 

TETA é a onda da Meditação

Meditar é um estado de relaxamento consciente, quando o cérebro esta completamente calmo, percebendo tudo, tendo idéias novas e, ao mesmo tempo, vazio. Deu para entender?

Dificilmente alguém, sem uma iniciação na arte de meditar, compreenderia esta definição simplista do estado meditativo.

Esclarecendo:

O nosso cérebro tem uma atividade elétrica contínua gerada pelo funcionamento dos bilhões de neurônios. Essa atividade pode ser medida pelo Eletro-encefalograma (EEG) que é usado para diagnosticar as doenças neurológicas e psicológicas.

Assim como o mar, o cérebro também produz ondas, só que ondas elétricas. Basicamente existem 4 tipos de ondas: ALFA, BETA, TETA e DELTA.

A tipo BETA tem freqüência muito rápida, amplitude pequena e predomina quando estamos acordados, em vigília ou durante qualquer tipo de atividade como, lendo jornal ou assistindo TV.

No estado de relaxamento, quando estamos quase dormindo, p. Ex., surgem no cérebros as ondas ALFA, meio hipnóticas, mais lentas e de amplitude maior que as ondas BETA.

Quando caímos no sono profundo o cérebro passa a gerar ondas lentas e de grande amplitude, são as ondas DELTA.

A onda que predomina no estado meditativo fica entre ALFA, do relaxamento profundo e DELTA, do sono profundo. TETA determina um estado de funcionamento cerebral que não é o estado de vigília nem o do sono. TETA é a onda da meditação.

Em TETA não estamos acordados, nem dormindo. Podemos perceber os movimentos e sons que nos cercam. Podemos analisar claramente problemas complexos e obter solução para os mesmos. É um estado de alta percepção criativa, de clareza mental e espiritual. O mais incrível é que, todos experimentam, sem saber, esse estado de meditação quando estão para acordar de um sono profundo.

Existem técnicas, de Medicina Chinesa, baseadas no controle da respiração para entrar conscientemente no estado de TETA.

Escrito por isaiaspinto às 00h19
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

04/09/2010


Prece ao CACIQUE PENA BRANCA

Prece ao CACIQUE PENA BRANCA

Neste momento sublime, sinto a essência e os bálsamos que o CACIQUE PENA BRANCA nos envia de sua poderosa macaia para cura de nossas dores físicas e espirituais. Sinto que OXALÁ, ouvindo minhas súplicas, a mim envia o CABOCLO CACIQUE PENA BRANCA do seu reino eterno de luz, sabedoria e bondade. Sinto agora todo o meu corpo e meu espírito livre de todos os males. Sinto que meus inimigos nada mais conseguirão contra mim e nada mais atingirá a minha família.

Em minha meditação busco ver o arco do CACIQUE PENA BRANCA, cruzando com suas sete flechas incandescentes clareando meu caminho. Andarei coberto com sua tanga de penas. Agora sim, tenho um braço forte ao meu lado, um braço que reteza a corda de um poderoso arco, enviando
suas flechas para o infinito e levando todos os males. Sinto-me forte e amparado pela primeira vez em minha vida, pois estou nas mãos de OXALÁ e na falange dos CABOCLOS PENA BRANCA. De hoje em diante, esta oração
será meu arco, minha flecha flamejante, minha lança incandescente e a tanga de penas será o escudo do meu corpo e da minha alma.

 

CONGÁ SAGRADO PAI SERAFIM DO CONGO, CACIQUE PENA BRANCA E OGUM DE RONDA – SJC

Sacerdote - Médium Dirigente: Isaias Pintto Hernanndes

Escrito por isaiaspinto às 01h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

02/09/2010


Mensagem do Pai Serafim do Congo - Mentor Espiritual do Isaias Pintto

Quando uma semente é ordenada por Deus a germinar, crescer e florescer num canteiro e por algum motivo há um impedimento deste feito, vem a enxurrada abençoada levando esta semente já em germinação para outras paradas e com a nova ordem do Pai de fazer germinar e crescer um novo canteiro.  Pai Serafim do Congo

"Mentor do Congá Sagrado Pai Serafim do Congo, Cacique Pena Branca e Ogum de Ronda - São José dos Campos"

Escrito por isaiaspinto às 00h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

01/09/2010


São Roque sincretiza Orixá Obaluaye

OBALUAYE - ORIXÁ ABENÇOADO DA UMBANDA E CANDOMBLÉ  É SINCRETIZADO ( OU SEJA ) REPRESENTADO PELO SANTO CATÓLICO SÃO ROQUE ENTÃO VAMOS CONHECER UM POUSO ESTE SANTO :

"São Roque (16 de Agosto) Roque nasceu no ano de 1295, na cidade de Montpellier, França, em uma família rica, da nobreza da região. Outros dados sobre sua vida e descendência não são precisos. Ao certo, o que sabemos é que ficou órfão na adolescência e que vendeu toda a herança e distribuiu o que arrecadou entre os pobres. Depois disso, viveu como peregrino andante. Percorreu a França com destino a Roma. Mas antes disso Roque deparou com regiões infestadas pela chamada peste negra, que devastou quase todas as populações da Europa no final do século XIII e início do XIV. Era comum ver, à beira das estradas, pequenos povoados só de doentes que foram isolados do convívio das cidades para evitar o contágio do restante da população ainda sã. Lá eles viviam até morrer, abandonados à própria sorte e sofrendo dores terríveis. Enxergando nas pobres criaturas o verdadeiro rosto de Cristo, Roque atirou-se de corpo e alma na missão de tratá-los. Iluminado pelo Santo Espírito, em pouco tempo adquiriu o dom da cura, fazendo inúmeros prodígios. Fez isso durante dois anos, ganhando fama de santidade. Depois partiu para Roma, onde durante três dias rezou sobre os túmulos de são Pedro e são Paulo. Depois, por mais alguns anos, peregrinou por toda a Itália setentrional, onde encontrou um vasto campo de ação junto aos doentes incuráveis. Cuidando deles, descuidou-se de si próprio. Certo dia, percebeu uma ferida na perna e viu que fora contaminado pela peste. Assim, decidiu refugiar-se, sozinho, em um bosque, onde foi amparado por Deus. Roque foi encontrado por um cão, que passou a levar-lhe algum alimento todos os dias, até que seu dono, curioso, um dia o seguiu. Comovido, constatou que era seu cão que socorria o pobre doente. O homem, que não reconheceu em Roque o peregrino milagreiro, a partir daquele momento, cuidou da sua recuperação. Restabelecido, voltou para Montpellier, que, na ocasião, estava em guerra. Confundido como espião, foi preso e levado para o cárcere, onde sofreu calado durante cinco anos. No cárcere, continuou praticando a caridade e pregando a palavra de Cristo, convertendo muitos prisioneiros e aliviando suas aflições, até morrer. Diz a tradição que, quando o carcereiro, manco de nascença, tocou com o pé o seu corpo, para constatar se realmente estava morto, ficou imediatamente curado e começou a andar normalmente. Esse teria sido o primeiro milagre de Roque, após seu falecimento, ocorrido em 16 de agosto de 1327, na prisão de seu país de origem. O seu culto foi reconhecido em 1584 pelo papa Gregório XIII, que manteve a sua festa no dia de sua morte. Hoje, as relíquias de são Roque são veneradas na belíssima basílica dedicada a ele em Veneza, Itália, sendo considerado o Santo Protetor contra as Pestes. "

Escrito por isaiaspinto às 16h22
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR VERMELHO

SIGNIFICADO  DA  COR   VERMELHO

 

O vermelho simboliza o poder, é a cor que se associa com a vitalidade e a ambição.

O vermelho contribui também para a confiança em si mesmo, a coragem e uma atitude otimista ante a vida.

É uma cor que também tem seu aspecto negativo, e pode expressar raiva. Se estamos rodeados de muito vermelho, pode influir-nos negativamente e deixar-nos irritáveis, impacientes e inconformistas.

A cor vermelha está associada com os signos de Áries e Escorpião.

As palavras chave da cor vermelha são: atração, amor, paixão, desejo.

Escrito por isaiaspinto às 16h13
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR ROSA

SIGNIFICADO  DA  COR   ROSA

 

O rosa é uma cor emocionalmente descontraída, que influi nos sentimentos convertendo-os em amáveis, suaves e profundos.

Nos faz sentir carinho, amor e proteção. Também nos afasta da solidão e nos converte em pessoas sensíveis.

Assim como o vermelho reflete mais a parte sexual, o rosa está relacionado ao amor altruísta e verdadeiro.

A cor rosa está associada ao signo de Libra.

As palavras chaves da cor rosa são: inocência, amor, entrega total, ajudar ao próximo.

 

 

 

Escrito por isaiaspinto às 16h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR LARANJA

SIGNIFICADO  DA  COR   LARANJA

 

 

O laranja é uma cor alegre.

Esta cor libera as emoções negativas, nos faz sentirmos menos inseguros, menos penosos, mais compreensivos com os defeitos dos outros e contribui à vontade de perdoar.

O laranja estimula a mente, renova a fé na vida e é o perfeito antidepressivo.

É ideal para o espírito. A cor damasco ou pêssego é ideal para os nervos.

A cor laranja está associada ao signo de Leão.

As palavras chaves da cor laranja são: energia, alegria, felicidade, atração, criatividade.

 

 

 

 

Escrito por isaiaspinto às 16h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR AMARELO

SIGNIFICADO  DA  COR   AMARELO

 

O amarelo é uma cor que contribui para a felicidade. É uma cor brilhante, alegre, que simboliza o luxo - é como estar em festa a cada dia.

Associa-se com a parte intelectual da mente e a expressão de nossos pensamentos.

É portanto, o poder de discernir e discriminar, a memória e as idéias claras, o poder de decisão e capacidade de julgar.

Também nos ajuda a organizar-nos, a assimilar as idéias inovadoras, e contribui para a habilidade de ver e compreender os diferentes pontos de vista.

Pelo lado negativo, esta cor pode contribui para o medo ou temor a certas coisas.

O amarelo está associado com os signos de Gêmeos, Leão (amarelo escuro), Touro (amarelo e ocre) e Virgem.

Palavras chaves da cor amarela: felicidade, alegria, inteligência, inovação, energia, sol, fortaleza, poder.

 

 

 

Escrito por isaiaspinto às 16h09
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR VERDE

SIGNIFICADO  DA  COR  VERDE

 

O verde tem uma forte afinidade com a natureza e nos conecta com ela, nos faz empatizar com os demais encontrando, de uma forma natural, as palavras justas.

É a cor que procuramos instintivamente quando estamos deprimidos ou acabamos de viver um trauma. O verde nos cria um sentimento de conforto e relaxação, de calma e paz interior, que nos faz sentir equilibrados interiormente.

Meditar com a cor verde é como tomar um calmante, para as emoções.

O verde escuro representa o princípio da morte e é indescritível. É a negação da vida e da alegria.

O verde lima ou o verde oliva podem ter um efeito prejudicial, tanto fisicamente como emocionalmente.

Quando se juntam o verde e o amarelo, podem despertar sentimentos de inveja, ressentimento e posse.

A cor verde está associada aos signos de Touro, Libra, Virgem, Capricórnio (verde-escuro), Aquário e Peixes (verde-mar).

Palavras chaves da cor verde: natureza, harmonia, crescimento, exuberancia, fertilidade, frescura, estabilidade, resistência. Verde escuro: dinheiro.

 

 

 

 

Escrito por isaiaspinto às 16h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR CINZA

SIGNIFICADO  DA  COR  CINZA

 

 

A cor cinza está associada à independência, à auto-suficiência, ao auto-controle: é uma cor que atua como escudo contra as influência externas.

No entanto, o cinza pode gerar sentimentos negativos; densas e escuras nuvens cinzas, o nevoeiro e a fumaça.

O cinza é a cor da evasão, independentemente de ser um cinza claro ou escuro. Isto se relaciona com separar-se de tudo, permanecer à margem e fugir de compromissos impostos.

Inevitavelmente, esta cor nos leva a ser demasiado auto-críticos. Não obstante, quando conseguimos aprender com isso e tomamos medidas, podemos conseguir resultados positivos tanto do ponto de vista da organização como da capacidade de compromisso com os demais.

A cor cinza está associada aos signos de Gêmeos e Aquário.

Palavras chaves da cor cinza: estabilidade, generosidade, grandes dotes organizativos, dotes humanitários, isolamento, independência.

 

 

 

 

Escrito por isaiaspinto às 16h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR AZUL

SIGNIFICADO  DA  COR  AZUL

 

O azul é uma cor fresca, tranqüilizante, que se associa com a parte mais intelectual da mente, assim como o amarelo.

O azul representa a noite.

O azul-marinho nos faz sentir descontraídos e calmos, como o imenso e escuro mar durante a noite.

O azul claro e o azul-celeste nos fazem sentir calmos e protegidos de todo o alvoroço das atividades do dia. Também é aconselhável contra a insônia.

O escuro azul da meia-noite age como um forte sedativo sobre a mente, permitindo-nos conectar com nossa parte feminina e intuitiva. Mas demasiado azul escuro pode produzir depressão.

O azul ajuda a controlar a mente, a ter clareza de idéias e a ser criativo.

A cor azul está associada aos signos Peixes, Libra, Aquário e Sagitário.

Palavras chaves da cor azul: estabilidade, profundidade, lealdade, confiança, sabedoria, inteligência, fé, verdade, eternidade. Azul-marinho: conhecimento, o mental, integridade, poder, seriedade. Azul claro: generosidade, saúde, cura, frescor, entendimento, tranqüilidade.

 

 

 

 

Escrito por isaiaspinto às 16h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR DOURADO

SIGNIFICADO  DA  COR  DOURADO

 

A cor dourado, assim como o amarelo, está associada ao sol, à abundância (riquezas) e ao poder. Também está relacionada com os grandes ideais, a sabedoria e os conhecimentos.

É uma cor que revitaliza a mente, as energias e a inspiração, afasta os medos e as coisas supérfluas.

A cor dourado claro é excelente para a depressão e equilibra a mente.

A cor dourado está associada ao signo de Leão.

Palavras chave da cor dourado: cor sobrenatural, realeza, símbolo do dinheiro, riqueza, essência do espírito divino, abertura espiritual, fortaleza.

 

 

 

 

Escrito por isaiaspinto às 15h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR MAGENTA

SIGNIFICADO  DA  COR  MAGENTA

 

 

Quando uma pessoa se sente desanimada ou preocupada por sua situação, ou quando se sente brava ou frustrada, a cor magenta lhe tira esse sentimento ou atitude e deixa que seu espírito emerja.

É uma cor espiritual, mas também possui alusões práticas, parecidas com a compaixão, a ajuda e a bondade.

Desde o ponto de vista negativo, o magenta é como o violeta, nos faz sentir o desejo de afastar as exigências do mundo e evitar os desafios.

De certo modo, também pode chegar a ser demasiado relaxante. Assim que uma pessoa que entra em contínuas depressões ou que seja introvertida deve evitar o magenta.

Esta cor estão associada aos signos de Libra e Sagitário.

Palavras chave da cor magenta: entrega, ajuda, bondade, calma, criatividade, independência, dignidade, serenidade.

 

 

 

Escrito por isaiaspinto às 15h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR BRANCO

SIGNIFICADO  DA  COR  BRANCO

 

 

A cor branca é a mais pura de todas, assim que representa à pureza.

É a cor mais protetora, contribui à paz e ao conforto, alivia a sensação de desespero e de choque emocional, ajuda a limpar e aclarar as emoções, os pensamentos e o espírito.

Se você precisa de tempo e espaço em sua vida porque se sente pressionado, o branco é a cor que pode dar a sensação de liberdade para esquecer-se das opressões.

Demasiado branco, quando não é necessário, pode dar a sensação de solidão e frio, porque o alvo nos separa das outras pessoas.

A cor branca está associada ao signo de Câncer.

Palavras chaves da cor branca: luz, bondade, inocência, pureza, virgindade, otimismo, perfeição, isolamento, frio.

 

Escrito por isaiaspinto às 15h55
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR PRETO

SIGNIFICADO  DA  COR  PRETO

 

 

O preto é ao mesmo tempo cor de proteção e mistério.

Está relacionado com o silêncio, o infinito e a força passiva feminina e misteriosa.

O preto também pode impedir-nos que mudemos e cresçamos como pessoas, porque é uma cor que nos ajuda a isolar-nos e esconder-nos do mundo.

A cor preta está associada ao signo de Capricórnio.

Palavras chaves da cor preta: austeridade, vida interior, constrangimento, previsão, ordem, solidão, isolamento.

 

Escrito por isaiaspinto às 15h54
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR MARROM

SIGNIFICADO  DA  COR  MARROM

 

 

A cor marrom é a cor da Mãe Terra.

O marrom nos dá a sensação de estabilidade e afasta a insegurança.

No entanto, está relacionado à repressão emocional e ao medo ao mundo exterior, também à estreiteza de planos para o futuro.

Com freqüência se relaciona o marrom com a carência de auto-valoração, uma falta de conhecimento sobre si mesmo.

A cor marrom está associada aos signos de Touro e Virgem.

Palavras chaves da cor marrom: estabilidade, realismo, cautela, fertilidade.

 

 

Escrito por isaiaspinto às 15h52
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR PRATEADO

SIGNIFICADO  DA  COR  PRATEADO

 

O prateado é a cor da lua, que está sempre mudando.

Está relacionado com a parte feminina e emocional, os aspectos sensíveis e com a mente.

O prateado equilibra, harmoniza, e é uma cor que ajuda a limpar-se interiormente.

A cor prateada está associada aos signos de Gêmeos, Câncer e Aquário.

Palavras chaves da cor plateada: estabilidade, sensibilidade, versatilidade, cerebral, independência, paz, tenacidade.

 

 

 

 

Escrito por isaiaspinto às 15h52
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DA COR AZUL TURQUEZA

SIGNIFICADO  DA  COR   AZUL TURQUEZA

 

 

Nós associamos o azul esverdeado com o refrescante e relaxante oceano. O turquesa é uma cor envolvente, refrescante e tranqüilizante.

O turquesa é aconselhável para o estresse mental, o cansaço e o desejo de purificar-se.

É uma cor que nos anima a começar de novo com forças renovadas e idéias novas. O turquesa é bom para momentos em que nos sentimos sozinhos, nos ajuda a ser mais comunicativos, sensíveis e criativos.

A cor azul turquesa está associada ao signo de Aquário.

As palavras chaves do turquesa são: conhecimento, o mental, integridade, poder, seriedade, generosidade, saúde, cura, frescor, limpeza.

 

 

Escrito por isaiaspinto às 15h50
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SIGNIFICADO DAS CORES ÍNDIGO – VIOLETA E ROXO

SIGNIFICADO DAS CORES      ÍNDIGO – VIOLETA   E   ROXO

 

Estas cores têm um profundo efeito sobre a mente e são utilizadas pelos psiquiatras para acalmar e tranqüilizar os pacientes que sofrem problemas mentais e nervosos.

Ditas cores equilibram a mente e ajudam a transformar as obsessões e os medos.

O índigo é uma cor muito poderosa para a psíque. Está associado com o funcionamento do cérebro e é um estimulante para a imaginação e a intuição. Também é um forte sedante.

O violeta e o roxo são cores de transformação do mais alto nível espiritual e mental, capazes de combater os medos e contribuir para a paz. Elas têm um efeito de limpeza para os transtornos emocionais. Também nos conectam com os impulsos musicais e artísticos, o mistério, a sensibilidade, a beleza e os grandes ideais - inspirando-nos sensibilidade, espiritualidade e compaixão.

O violeta pode exercer fortes influências. No entanto, as pessoa que se sentem atraídas por ele devem ter cuidado para não se deixar levar e viver num mundo de fantasia.

A cor roxa está associada com a proteção psíquica.

Estas cores estão associadas aos signos de Peixes, Aquário e Sagitário.

Palavras chaves do índigo, violeta e roxo: sabedoria, criatividade, independência, dignidade, serenidade, mudança, transgressão.

 

Escrito por isaiaspinto às 15h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO JOSE DOS CAMPOS, TERRAS DO SUL, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Saúde e beleza, Música
MSN -

Histórico